Search results for 'Adi Da' (try it on Scholar)

1000+ found
Sort by:
  1. The World-Friend & Adi Da (2009). Reality-Humanity (Self-Liberated From the Stave in the Wheels). World Futures 65 (4):304 – 325.score: 540.0
    Adi Da argues that no solutions currently proposed are sufficient to righten the present unsustainable trajectory of life on Earth, because there is no integrated approach to (...)
    Direct download (3 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  2. Ken Wilber, An Update on the Case of Adi da.score: 180.0
    Over the years I have made numerous very strong and sometimes contradictory statements about Adi Da, mostly because he is a very strong and sometimes contradictory personality. (...)
    No categories
    Direct download  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  3. Ken Wilber, The Case of Adi da.score: 156.0
    The last positive statement I made about Da's work was in 1985, when I wrote a very strong endorsement for his major book, The Dawn Horse (...)Testament. This is one of the very greatest spiritual treatises, comparable in scope and depth to any of the truly classic religious texts. I still believe that, and I challenge anybody to argue that specific assessment. (shrink)
    No categories
    Direct download  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  4. José Luís Brandao Luz da (1992). Tempo e teleonomia na compreensao da mudança. Uma aproximaçao de Prigogine e Piaget. Revista Portuguesa de Filosofia 48 (1):125-140.score: 120.0
    No categories
    Translate to English
    | Direct download  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  5. Carlos Alberto Medino da Rocha (2012). A construção da educação como cuidado de si em Kierkegaard. Cadernos Do Pet Filosofia 3 (6):79-84.score: 27.0
    O presente trabalho procura refletir sobre o processo de construção da educação como umaeducação da interioridadeque parte de uma concepção do cuidado de si, a (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (9 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  6. Marcos Rodrigues da Silva (2013). Teologia Afro (ou Negra) da Libertação : balanço e perspectivas (Afro (or Black) Liberation Theology: balance and perspectives). Horizonte 11 (32):1769-1776.score: 27.0
    KOINONIA/ASETT MINGA/MUTIRÃO DE REVISTAS DE TEOLOGIA LATINO-AMERICANAS Teologia Afro (ou Negra) da Libertação : balanço e perspectivas (Afro - or Black - Liberation Theology: balance and perspectives).
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  7. Mary Rute Gomes Esperandio & Kevin Lee Ladd (2013). Oração e Saúde: questões para a Teologia e para a Psicologia da Religião (Prayer and Health: issues for theology and psychology of religion) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p627. [REVIEW] Horizonte 11 (30):627-656.score: 24.0
    A pesquisa quantitativa tem sido predominante nos estudos sobre oração. A partir de uma abordagem qualitativa baseada na análise de conteúdo, este estudo examina as relações entre (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (7 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  8. Luiz Damon Santos Moutinho (2012). Merleau-Ponty e afilosofia da consciência”. Doispontos 9 (1).score: 24.0
    Esse texto é a apresentação inicial de uma leitura de conjunto da obra de Merleau-Ponty. Ele é essencialmente crítico pois nele apenas discutimos as interpretações de (...)Carlos Alberto Ribeiro de Moura e Renaud Barbaras - interpretações que, apesar de suas diferenças, convergem no diagnóstico de que se trata de uma "filosofia da consciência". Procuramos mostrar o que nos parece insuficiente e parcial nessas interpretações. &nbsp. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  9. Vanderson de Sousa Silva (2013). Teologia da oração eucarística II: Da anáfora de hipólito de Roma à oração eucarística II. Revista de Teologia (Reveleteo). Issn 2177-952x 7 (11):35-59.score: 24.0
    Este trabalho monográfico busca pesquisar a teologia da Oração Eucarística II, em seus aspectos teológicos e históricos. Para tanto, buscou-se estudar a Anáfora Eucarística de Hipólito (...)de Roma em sua obraTraditio Apostolica, este é um texto patrístico do século III, onde se encontram alguns aspectos da Liturgia em Roma. Investigando o texto anafórico hipolitano constata-se que a Comissão responsável pela confecção das novas Preces Eucarísticas retoma o texto anafórico de Hipólito de Roma. Nosso artigo busca possibilitar o conhecimento deste dado em perspectiva de uma possível comparação com a Oração Eucarística II do Missal Romano de Paulo VI, esta Anáfora é de 1968, em vista de um ulterior trabalho de pesquisa. Nosso estudo conduz a perceber as interpolações entre a Anáfora de Hipólito e a Prece Eucarística II. Por fim, nosso estudo não vislumbra esgotar o tema abordado, mas possibilitar uma via de novos estudos acerca da Teologia Eucarística a partir da lex orandi. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (4 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  10. Gustavo Caponi (2010). Introdução à Teoria da Ciência, de Luiz Henrique de A. Dutra. Principia 2 (2):291-295.score: 24.0
    Review of "Introdução à Teoria da ciência", de Luiz Henrique de A. Dutra.
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (3 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  11. Thomas Macaulay Ferguson (2014). Extensions of Priest-da Costa Logic. Studia Logica 102 (1):145-174.score: 24.0
    In this paper, we look at applying the techniques from analyzing superintuitionistic logics to extensions of the cointuitionistic Priest-da Costa logic daC (introduced by Graham Priest (...)asda Costa logic”). The relationship between the superintuitionistic axioms- definable in daC- and extensions of Priest-da Costa logic (sdc-logics) is analyzed and applied to exploring the gap between the maximal si-logic SmL and classical logic in the class of sdc-logics. A sequence of strengthenings of Priest-da Costa logic is examined and employed to pinpoint the maximal non-classical extension of both daC and Heyting-Brouwer logic HB . Finally, the relationship between daC and Logics of Formal Inconsistency is examined. (shrink)
    Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  12. Zeljko Loparic (2005). Os problemas da razão pura e a semântica transcendental. Doispontos 2 (2).score: 24.0
    O presente artigo tem como objetivo mostrar que a teoria kantiana da possibilidade de juízos a priori, o conteúdo essencial da sua crítica da razão pura, foi (...)
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  13. Yves Zarka (2001). Hobbes e a invenção da vontade pública. Discurso 32:71-84.score: 24.0
    Pretende-se, neste artigo, examinar uma das principais inovações introduzidas por Hobbes na filosofia política moderna, que é a invenção da noção de vontade política pública. A (...)dimensão moderna do público é estabelecida por Hobbes por meio da solução do problema da passagem do múltiplo ao uno, da multidão ao povo. presente desde os Elements of law e do De cive . No Levíatã , a emergência da vontade política pública ganha os seus contornos teóricos definitivos. embora Hobbes não tenha chegado a lhe garantir uma plena efetividade. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  14. Marilena Chauí (1994). A idéia de parte da natureza em Espinosa. Discurso 24:57-128.score: 24.0
    Desde o século XVII, cria-se uma tradição interpretativa da obra de Espinosa afirmando a irrealidade dos seres finitos, à maneira dos panteísmos orientais. Tomando as versões (...)antigas e recentes do suposto orientalismo espinosano, procuramos apontar seus equívocos. Para isto, tomamos as inovações de Espinosa na definição das idéias de substância e modo e o papel central da idéia de parte da Natureza para a compreensão dos modos finitos como realidades individuais e suas relações com a substância infinita. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  15. Patrick Hutchings (2009). Antonello da Messina: L' Opera Completa. Sophia 48 (1):59-76.score: 24.0
    Antonello da Messinas Annunciation with the Blessèd Virgin sola breaks with iconic convention, so inviting new interpretations of the theme. The Rome exhibition of 2006 allowed (...)one to compare Antonello with van Eyck: Antonello seemed pre-modern. This review discusses three important essays on the Annunciation (see the last three keywords). All three perceptive essays raise theological and phenomenological issues directly related to the almost unique iconic representation which Antonello gives us. (shrink)
    Direct download (4 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  16. Fábio Portela Lopes Almeida & Paulo César Coelho Abrantes (2012). A teoria da dupla herança e a evolução da moralidade. Principia 16 (1):1-32.score: 24.0
    http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2012v16n1p1 A teoria darwinista tem contribuído para a discussão de problemas nos mais diversos campos filosóficos, entre os quais se inclui a (...) ética e a teoria moral. A sociobiologia e a psicologia evolucionista elucidaram muitos aspectos do comportamento social de diversas espécies animais, a partir de mecanismos como a seleção de parentesco e o altruísmo recíproco que, contudo, são insuficientes para explicar a cooperação no caso humano. Como alternativa, a teoria da dupla herança busca explicar o comportamento humano considerando tanto a biologia quanto as ciências sociais. Segundo esta abordagem, a psicologia social humana é caracterizada por instintos sociais tribais e marcadores simbólicos, que resultam em uma mente que pressupõe princípios morais inatos e universais, selecionados para a vida em grupos orientados por normas sociais, mas que são plasticamente moldados à realidade cultural de cada sociedade. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (4 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  17. Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho (2012). Marketing de Guerra Santa”: da oferta e atendimento de demandas religiosas à conquista de fiéis-consumidores (Holy War's Marketing: supply and meeting of religious demands to the conquest of the faithful-consumers).DOI:10.5752/P.2175-5841.2012v10n25p201. [REVIEW] Horizonte 10 (25):201-232.score: 24.0
    O artigo apresenta apontamentos sobremarketing de guerra santa ” , o planejamento estratégico de gerenciamento de mercado religioso aplicado por algumas das igrejas cristãs da contemporaneidade. Vale-se (...) de reflexões a partir de observação participante e de consulta a bibliografia especializada. Apontam-se algumas das formas com as quais essas igrejas se midiatizam e se inserem num contexto de espetacularização e mercadorização próprios da sociedade do tempo presente e imediato. O mercado religioso no qual se inserem as agências que praticam este tipo de marketing passa por contextos de adequação ao capital simbólico e ao arcabouço cultural dos fiéis, sendo possível identificar o investimento ideológico e econômico na fabricação e veiculação de suas estratégias, discursos e mercadorias. O objetivo é o de perceber algumas das maneiras com as quais firmas religiosas (tomando como maior exemplo as igrejas neopentecostais) veiculam as mercadorias que produzem ou se apropriam, e os discursos que reverberam, relacionando-os a uma cultura de massa e a uma sociedade espetacular; fomentando a discussão sobre como tais igrejas e outros segmentos religiosos aplicam o marketing de guerra santa para melhor posicionarem sua marca no mercado e conquistarem mais fiéis. Palavras-chave : Marketing de guerra santa. Neopentecostalismo. Mídia. Mercado. Espetáculo da .This article presents some notes on Jesus´ marketing, strategic planning of management of religious market applied by some of contemporary Christian churches. For this purpose, the reflections from participant observation and literature on the subject are validated. Some of the ways these churches mediate themselves and are part of a context of spectacle and commoditization are also pointed out. The religious market has adequate to the symbolic capital and to the cultural framework of the participants of the churches. Because of that it is possible to identify the ideological and economic investment in the manufacturing and delivery of their strategies, discourses and products. This article aims to highlight some of the ways in which neo-Pentecostal churches convey the goods they produce and the speeches that reflect them, relating them to a mass culture and a society of the spectacle. Finally, the article wants to encourage the debate on the ways these churches apply the marketing of Jesus in order to co-opt their members and flatten their units Keywords : Holy Wars marketing. Neopentecostalism. Media. Market. Show of faith. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  18. Décio Krause (2009). Newton da Costa e a Filosofia de Quase-verdade. Principia 13 (2):105-128.score: 24.0
    Este artigo pretende introduzir os três volumes de Principia que aparecerão em sequência homenageando os 80 anos do professor Newton da Costa. Ao invés de apresentar os (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (4 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  19. Faustino Luiz Couto Teixeira (2011). Oensino do religiosoe as Ciências da Religião (Teachingof the religiousand Sciences of Religion) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2011v9n23p839. [REVIEW] Horizonte 9 (23):839-861.score: 24.0
    Tendo em vista o amplo debate que divide a opinião de pesquisadores hoje no Brasil em torno da complexa questão doensino religiosona escola pública, este (...)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  20. Rosemary Fernandes Costa (2012). O caminho da mistagogia: uma mística para os nossos tempos (The mystagogy way: a mystic for our time) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p831. [REVIEW] Horizonte 10 (27):831-853.score: 24.0
    In the early centuries of the nascent Church, we find a fountain experience lived by the Church at its beginnings: mystagogy. In this period of the Church (...)s history, the pedagogy which inspires the Church Fathers is mystagogy, that is, the pedagogy of Mystery. We believe that in the mystagogy experience, lived in the Church in the 3rd and 4th centuries, one finds a fruitful fountain which may be paradigmatic with regard to the contemporary religious experiences. We invite the reader to walk with us along the pedagogy that is characteristic of the early centuries of the Christian route: mystagogy. Mystagogy reaches us as fountain pedagogy, which may be paradigmatic for an opening process and dialogue with the new subjectivities and intersubjectivities under construction. The mystagogy experienced in the early days of Christianity becomes a theological place which dialogues with our times, a dialogue between the fountain theology, foremost, and the theology of nowadays, a second reflection. Key words: Mystagogy. Pedagogy of faith. Mystique. Spirituality. Modernity. Resumo Nos primeiros séculos da Igreja nascente encontramos uma experiência fontal vivida pela Igreja dos primórdios: a mistagogia. Nesse período da história da Igreja, a pedagogia que inspira os Padres da Igreja é a mistagogia, ou seja, a pedagogia do Mistério. Acreditamos que na experiência mistagógica, vivida na Igreja nos séculos III e IV, encontra-se uma fonte fecunda que pode ser paradigmática em relação às experiências religiosas contemporâneas. Convidamos o leitor a caminhar conosco pela mistagogia própria dos primeiros séculos da trajetória cristã: a mistagogia. A mistagogia nos chega como uma pedagogia fontal, que pode ser paradigmática para um processo de abertura e diálogo com as novas subjetividades e intersubjetividades em construção. A mistagogia experimentada nos primeiros tempos do cristianismo torna-se um lugar teológico que dialoga com nossos tempos, um diálogo entre a teologia fontal, primeira, e a teologia de hoje, reflexão segunda. Palavras-chave: Mistagogia. Pedagogia da . Mística. Espiritualidade. Modernidade. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  21. Cassiano Terra Rodrigues (2007). Matemática como Ciência mais Geral: Forma da Experiência e Categorias. Cognitio-Estudos.score: 24.0
    Este artigo tem como objetivo geral apresentar alguns aspectos básicos da filosofia da matemática de Charles Sanders Peirce, com o intuito de suscitar discussão posterior. Especificamente, são (...)
    Translate to English
    | Direct download  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  22. Vladmir Safatle (2013). Fetichismo e mimesis na filosofia da música adorniana. Discurso 37:365-406.score: 24.0
    Este artigo analisa o conceito de fetichismo no interior da filosofia da música adorniana, a fim de mostrar como ele visa dar conta de uma ampla crítica (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  23. Mário Antonio Sanches & Vanessa Roberta Massambani Ruthes (2009). Ética mundial e cultura da paz: desafios da Bioética (World-wide ethics and culture of the peace: dialleenges of the Bioethics) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n14p31. [REVIEW] Horizonte 7 (14):31-45.score: 24.0
    O projeto de ética mundial, desenvolvido pelo teólogo ecumênico Hans Küng, propõe que somente por meio de um diálogo inter-religioso é possível estruturar princípios básicos que (...)sejam válidos globalmente e que proporcionem a construção de uma cultura da paz. Essa possibilidade no campo da ética estabelece um amplo diálogo com diferentes autores. No entanto, como o próprio autor assume, o projeto possui limitações, sendo que uma delas é a exclusão de temas que envolvem questões de Bioética que são importantes para as relações em sociedade. Os temas hoje avaliados na área de Bioética são de difícil consenso, entre eles: aborto, uso de embriões, reprodução assistida, questão de gênero. Desse modo, novas frentes de diálogo se fazem necessárias, principalmente no tocante às ciências biológicas, ou seja: a relação entre religião e ciência e cultura e ciência. Para que esse diálogo se torne possível, é necessário reconhecer as possibilidades e os limites do diálogo, numa exigente proposta de transcendência do individualismo, das culturas e da própria religião. Por isso é necessário aprofundar a reflexão começando pela identificação dessas novas questões para se buscar novos espaços de diálogo. Palavras-chave : Ética mundial; Cultura da paz; Bioética; Ética da transcendência.The world ethics project, developed by the ecumenical teologian Hans Küng, indicates that only by a inter-religious dialogue is possible to built basic principles that would be wordly accepted and helpfull in the building of a culture of peace. This possibility on ethics research brings a large dialogue with several thinkers. Although, as the author himself accepts, the project has some limitations, being one of them the exclusion of themes that are discussed in Bioethics and are important to relationship in society. The issues that are studied in Bioethics are of rare consensus, like: abortion, utilization of embryo for research, medically assisted reproduction, genders subjects. Thus, new fronts of dialogue are needed, mainly related to biological sciences, it means: relation between religion and sciences, and between culture and sciences. For the dialogue to be possible it is needed to recognize possibilities and limits of it, from an exigent proposal of transcendence of individualism, culture and religion itself. Them, it is needed to deep the thinking starting on identificating this new questions to look for new spaces of dialogue. Key words : World ethics; Culture of peace; Bioethics; Transcendence. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  24. Paulo Fernando Carneiro Andrade (2010). O Cristianismo diante dos Desafios da Globalização Econômica e Cultural (Christianity before the challenges of economic globalization and cultural) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n15p110. [REVIEW] Horizonte 7 (15):110-121.score: 24.0
    O presente artigo objetiva refletir sobre os impactos da globalização econômica na cultura contemporânea. O processo acelerado de transformação da cultura e das relações sociais distingue-se (...)de outros processos de mudança estrutural porque as mudanças no campo da economia desde a década de 1980 provocaram uma grave crise cultural. O que mais caracteriza os novos tempos é a expansão do mercado que se torna omniabrangente e omnipresente, transformando as relações humanas em relações de mercado. Globalização neoliberal e a expansão do mercado se articulam e isso gera profunda crise da cultura. A racionalização produzida pela modernidade reduziu o ser humano e a natureza aos interesses produtivos. A crise na primeira modernidade faz emergir outra redução: a razão substituida pela sensação. Daí caminha-se para um radical individualismo, até ao indiferentismo e a recusa de se buscar um sentido ou significado para a experiência e a vida humana. Essa realidade oferece riscos para o Cristianismo e as religiões. Elas podem ceder à tentação do mercado, à satisfação do desejo, do gozo superegóico, com dupla conseqüência: ou oferecendo uma religião de consumo e da prosperidade econômica, ou o fundamentalismo que leva os fiéis à renunciarem à sua autonomia e se submeterem às lideranças religiosas daOrdem Simbólica”. Na conclusão o artigo apresenta as mais recentes críticas do cristianismo a essa realidade, retomando o pensamento de João XXIII, Paulo VI e João Paulo II. Palavras-chave : Cristianismo; Globalização; Economia; Cultura Contemporânea, Ensino Social da IgrejaThis article aims to reflect on the impacts of globalization economy in contemporary culture. The accelerated transformation of culture and of social relations differs from other processes of structural changes because change in the field of economy have caused serious cultural crisis since the 1980s. What best characterizes the new era is the expansion of market that has increasingly beenall embracingandomnipresent”, thus transforming human relations in market relations. Neoliberal globalization and the expansion of market articulate themselves thus producing a deep crisis of culture. Rationalization produced by modernity has reduced human being and nature to productive interests. Crisis in early modernity brings out another reduction: the one of reason replaced by sensation. In this way one can say that it has emerged a radical individualism and even a kind of indifferentism as well as the refusal to look for a sense or a meaning to the experience and human life. This reality presents some risks to Christianity and religions. They may succumb to the temptation of the market, satisfaction of desire and hiper egoic enjoyment, with double consequence: or by offering a religion based on consumerism and on economic prosperity, or by offering a fundamentalistic perspective that leads believers to renounce their autonomy and submit themselves to the religious leaders of the "Symbolic Order ". This articles ends up by presenting the most recent criticism of Christianity to this reality, returning to the thought of the popes John XXIII, Paul VI and John Paul II.] Key words : Christianity; Globalizing; Economics; Contemporary culture, Churchs Social Teaching. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  25. Silvio Seno Chibeni (2012). Hume e as bases científicas da tese de que não acaso no mundo. Principia 16 (2):229-254.score: 24.0
    http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2012v16n2p229 Tanto no Tratado da Natureza Humana como na Investigação sobre o Entendimento Humano , Hume mostra-se convencido de quenão (...) acaso no mundo”, e queaquilo que o vulgo chama de acaso não passa de uma causa secreta e escondida”. Essa tese desempenha papel crucial em sua análise do livre-arbítrio e, conseguintemente, da responsabilidade moral; é também um elemento importante em sua discussão sobre os milagres. No entanto, o próprio Hume ofereceu, no Tratado , um argumento convincente para mostrar que o princípio de causalidade, segundo o qual tudo o que começa a existir tem uma causa, não pode ser conhecido a priori , por intuição ou demonstração. Logo, essaopinião tem necessariamente de provir da observação e experiência”. O presente trabalho examina essa tese, mostrando, inicialmente, qual era a proposta de Hume para fundar na experiência o princípio de causalidade, e depois qual, de fato, teria sido o mais robusto fundamento para esse princípio: a mecânica newtoniana. Explica-se, por fim, como esse fundamento empírico indireto e o próprio argumento de Hume foram solapados pela física quântica, no século XX. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (4 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  26. Jorge de Almeida (2013). Filosofia da música e crítica musical em Theodor Adorno. Discurso 37:343-364.score: 24.0
    O impulso que leva grande parte dos comentadores a enfatizar a importância de Adorno como "filósofo da nova música" parece ser o mesmo que condena a uma (...)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  27. José Marques de Melo (2011). MacBride, a NOMIC e a participação latino-americana na concepção de teses sobre a democratização da comunicação. Logos 15 (1 (2008)):42-59.score: 24.0
    Qual a influência exercida pela América Latina na construção do Relatório MacBride e na formulação das teses que embasaram a proposta de uma Nova Ordem Mundial da (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  28. Ernesto Maria Giusti (2005). Signo e sentido interno na filosofia da matemática pré-crítica. Doispontos 2 (2).score: 24.0
    Este artigo defende que, na Investigação sobre os princípios da teologia natural e da Moral, o conceito de “sentido interno” é central à reflexão kantiana sobre a (...)
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  29. Luiz Eduardo de Souza Pinto (2013). A concepção biocêntrica e sua viabilidade na doutrina da igreja católica. Horizonte 11 (31):1157-1158.score: 24.0
    SOUZA PINTO. L. E. A concepção biocêntrica e sua viabilidade na doutrina da igreja católica . Dissertação (Mestrado) 2013. 94f - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Programa (...)de Pós-graduação em Ciências da Religião, Belo Horizonte. Palavras-chave: Antropocentrismo. Biocentrismo. Catecismo da Igreja Católica. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  30. Luiz Paulo Rouanet (2013). Sobre o CaráterAbstratoda Democracia Deliberativa. Trans/Form/Ação 36 (1):177-194.score: 24.0
    O presente texto propõe-se discutir o suposto caráter abstrato da chamada democracia deliberativa, tomando como base a ética discursiva e a teoria da ação comunicativa. Se, (...)por um lado, a democracia deliberativa não pretende ser mais que um modelo teórico para orientar as discussões em torno da democracia, por outro, alguns de seus enunciados podem e são efetivamente incorporados à prática política das sociedades democráticas contemporâneas. A questão aqui é saber o quanto de concreto e propositivo se pode encontrar especialmente nas proposições de Habermas a respeito da democracia deliberativa. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (10 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  31. Frank Thomas Sautter (2006). Um breve estudo histórico-analítico da Lei de Hume. Trans/Form/Ação 29 (2):241-248.score: 24.0
    A Lei de Hume, pela qual um dever ser não pode resultar de um ser, e a sua recíproca, pela qual um ser não pode resultar de (...)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  32. Josiney A. Souza (2013). A origem da Vida: Uma descoberta surpreendente. Revista de Teologia (Reveleteo). Issn 2177-952x 7 (11):p. 108-118.score: 24.0
    Séculos de intenso trabalho no discurso da origem da vida levaram a ciência a nenhuma descoberta significativa. As teorias mais progressivas se estagnaram no problema central da (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  33. Antonio José Almeida (2013). Teologia da Libertação e transições eclesiais pendentes para o futuro (Liberation theology and ecclesial pending transitions). Horizonte 11 (32):1692-1709.score: 24.0
    Minga-Mutirão de Revistas de Teologia Latino-americanas Teologia da Libertação e transições eclesiais pendentes para o futuro (Liberation theology and ecclesial pending transitions).
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  34. Paulo Agostinho Nogueira Baptista (2009). Globalização e as teologias da Libertação e do Pluralismo Religioso. Horizonte 5 (9):54-79.score: 24.0
    Aglobalizaçãoé um fenômeno desafiante. É um conceito que apresenta diversas significações e utilizações. certa imprecisão conceitual sobre aglobalização”, especialmente no campo teológico, encontrando- (...)se outras categorias que também são utilizadas com a intenção de representá-la: “mundializaçãoeinternacionalização”. A complexidade dessas realidades faz surgir ainda conceitos como "globalidadeeglobalismo”. Como compreender esses fenômenos, suas dimensões e todas essas terminologias? E como alguns teólogos têm se apropriado dessa realidade? Este artigo discute e define esses diversos conceitos, amparando-se em alguns autores das Ciências Sociais, e explicita e justifica a razão de se trabalhar com a categoria "Globalizaçãono campo teológico. Mas a intenção principal deste texto é verificar o impacto desse fenômeno e a reação a ele nas teologias da Libertação e do Pluralismo Religioso, especialmente diante da realidade da pobreza e do pluralismo religioso. A conclusão aponta, brevemente, para a articulação entre essas duas teologias de forma a dar outro enfoque àglobalizaçãoe contribuir para a superação dos principais desafios contemporâneos gerados por ela. Palavras-chave: Globalização; Mundialização; Internacionalização; Globalismo; Teologia da libertação; Teologia do pluralismo religioso. ABSTRACT Globalization is a challenging phenomenon. The concept presents several meanings and uses. There is a certain conceptual vagueness about globalization, especially in the theological field, other categories being also used with the intention of representing it: mundialization and internationalization. The complexity of those realities brings about concepts such as globality and globalism. How can we understand those phenomena, their dimensions and all those terminologies? And how have some theologians appropriated that reality? This article discusses and defines those various concepts, with basis on some Social Science authors, besides making explicit and justifying the reason for working with globalization in the theological field. It aims mainly at verifying the impact of that phenomenon and the reaction to it in the theologies of Liberation and Religious Pluralism, especially in face of the reality of poverty and religious pluralism. The conclusion points out briefly the articulation between those two theologies so as to present another approach to globalization and to face the main contemporary challenges generated by it. Key words: Globalization; Mundialization; Internationalization; Globalism; Theology of Liberation; Theology of Religious Pluralism. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  35. Marcelo Barros & José Maria Vigil (2013). Anunciaram a morte, mas está bem viva, obrigado! Teologia da Libertação 40 anos depois (Death was announced, but it is alive. Thanks! Liberation Theology 40 years later). [REVIEW] Horizonte 11 (32):1674-1677.score: 24.0
    Minga-Mutirão de Revistas de Teologia Latino-americanas Anunciaram a morte, mas está bem viva, obrigado! Teologia da Libertação 40 anos depois ( Death was announced, but it (...)is alive. Thanks! Liberation Theology 40 years later). (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  36. Zuleika de Paula Bueno & Tiago Roberto Ramos (2013). Luiz Beltrão e Gilberto Freyre: reflexões exploratórias acerca da relação entre ciências sociais e comunicação. Logos 19 (2).score: 24.0
    Explorando possibilidades de interpretação da obra do sociólogo Gilberto Freyre (1900-1987) e do comunicólogo Luiz Beltrão de Andrade e Lima (1918-1986) e inspirados pelos princípios da (...) sociologia da ciência, pretendemos indicar pontos em que a obra e o pensamento dos dois autores se aproximam e/ou se distanciam. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (3 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  37. Henry Burnett (2012). A Metafísica da Música de Arthur Schopenhauer. Veritas 57 (2):143-162.score: 24.0
    O mundo como vontade e representação, de A. Schopenhauer, constitui uma das principais fontes da primeira fase produtiva da obra de F. Nietzsche. O artigo ressalta os (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  38. Maurício de Aquino (2013). O conceito de romanização do catolicismo brasileiro e a abordagem histórica da Teologia da Libertação (The concept of Romanization of Brazilian Catholicism and the historical approach of the Liberation Theology) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n32p1485. [REVIEW] Horizonte 11 (32):1485-1505.score: 24.0
    A criação da Comisión para el Estudio de la Historia de la Iglesia en Latino América (CEHILA), no ano de 1973, na cidade de Quito, Equador, está (...)
    Translate to English
    | Direct download (3 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  39. Marlene de Souza Dozol (2012). Jean-Jacques Rousseau Por entre filosofia da educação E imagens literárias. Cadernos de Ética E Filosofia Política 21:137-145.score: 24.0
    Dependeria a felicidade do gênero humano do progresso das ciências e das artes? Ou, ao contrário, de um retorno aos primeiros tempos nos quais o homem da (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (3 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  40. Rodrigo Pelloso Gelamo (2011). O ensino da filosofia e o papel do professor-filósofo em Hegel. Trans/Form/Ação 31 (2):153-166.score: 24.0
    : Este artigo tem por objetivo trazer à luz os meandros e as particularidades do pensamento de Hegel sobre o ensino da filosofia. Embora esta não seja uma (...) questão central em seu pensamento, é possível notar sua preocupação acerca do tema, especificamente nos textos que escreveu durante o período no qual exerceu a função de professor e diretor do ginásio em Nürember. A apresentação que aqui se faz do pensamento de Hegel sobre o ensino da filosofia divide-se em três momentos: no primeiro, são pontuados os conteúdos que ele julga necessários para a formação do pensamento filosófico; no segundo, é apresentada a questão do método e a sua relação com os conteúdos no ensino da filosofia; e finalmente, no terceiro, procura-se entender o papel que o professor exerce nesse ensino. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  41. Laecio Almeida Gomes & Thaline Luize Ribeiro Fontenele (2010). LINS, Maria Judith Sucupira da Costa. Educação Moral na Perspectiva de Alasdair MacIntyre. Cadernos Do Pet Filosofia 1 (1):77-81.score: 24.0
    Resenha do livro de Maria Judith Sucupira da Costa Lins "Educação Moral na Perspectiva de Alasdair MacIntyre".
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (8 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  42. Wolfgang Gruen (2009). Ciências da Religião numa sociedade multicultural. Horizonte 3 (6):15-26.score: 24.0
    Texto originalmente apresentado como aula inaugural do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da PUC Minas. Trata da epistemologia e dos desafios da investigação em (...)Ciências da Religião. Partindo do problema de base da religiosidade na Educação, do fenômeno religioso e sua dimensão profunda, o artigo segue uma densa investigação sobre os limites e horizontes das Ciências da Religião. Palavras-chave: Ciências da Religião; Religião; Religiosidade; Educação; Ensino religioso. ABSTRACT This text was originally presented as the opening class of the Postgraduate Programme in Sciences of Religion of PUC Minas. It concerns the epistemology and challenges of investigation in Sciences of Religion. Starting from the fundamental question of religiosity in Education, of the religious phenomenon and its deep dimension, the article embarks on a close investigation into the limits and horizons of the Sciences of Religion. Key words: Sciences of religions; Religion; Religiosity; Education; Religious teaching. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  43. Marcel Guillaume (2011). On the Philosophical Import of Some Accomplishments of Newton da Costa. Principia 15 (1):7-14.score: 24.0
    Das obras de Newton da Costa, muitas pessoas na França conhecem apenas o renascimento da paraconsistência. Apresentamos algumas razões em defesa de investigações nessa parte da lógica. (...)
    No categories
    Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  44. Luiz Henrique Lemos (2014). A Psicologia da Religião Ocidental e Oriental: a influência do círculo de Eranos no atendimento da religião na perspectiva de Carl Gustav Jung. Horizonte 12 (33):251-252.score: 24.0
    LEMOS, Luiz Henrique. A Psicologia da religião Ocidental e Oriental: a influência do círculo de Eranos no atendimento da religião na perspectiva de Carl Gustav Jung. 2013. (...)
    Translate to English
    | Direct download (2 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  45. Edmilson Menezes (2013). História sem Redenção: a oposição a Bossuet e a gênese da filosofia da história voltairiana. Doispontos 9 (3).score: 24.0
    presente trabalho busca explicitar alguns elementos da concepção voltairiana da história (e do historiador). A intenção não é a de inventariar, segundo uma ordem cronológica, a formação (...)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  46. Luiz Roberto Monzani (2009). O que é filosofia da psicanálise? Philósophos - Revista de Filosofia 13 (2):11-19.score: 24.0
    A questão que se põe é: o que se entende pela expressão Filosofia da Psicanálise? Pode-se, em primeiro lugar, ficar espantado com essa pergunta, porque, ao (...)menos, genericamente, essa expressão deve possuir um significado muito aparentado às expressões tais como: filosofia das matemáticas, filosofia da física, filosofia da biologia etc, a respeito do que não faltam exemplos de trabalhos sérios e bem sucedidos. Pensando as coisas assim, a filosofia da psicanálise, assim como a filosofia das matemáticas etc., nada mais seria que um ramo, uma espécie dessa disciplina mais geral que denominamos filosofia da ciência , que consiste, em linhas gerais, em se tentar saber qual é o modo próprio e específico que cada disciplina tem de estabelecer suas teses. Qual, por exemplo, o papel da observação, da experiência, do raciocínio etc. Como essa disciplina encadeia suas proposições, como ela procura fundamentá-las. O que tal ou tal disciplina entende por verdade, por proposição verdadeira. Enfim, o filósofo endereça às diferentes ciências questões do tipo: qual o seu regime de provas e validação? Qual o papel da experimentação e das hipóteses? uma adequação entre as proposições que ela coloca e aquilo através do qual procura estabelecê-las? Esses são exemplos de questões colocadas por isso que entendemos correntemente por filosofia das ciências . É o que examinaremos nesse artigo. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (9 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  47. Claudio Pereira Noronha (2012). Religião e capital simbólico: um estudo doProjeto Social Pequeno Samuel”, situado em Rio Grande da Serra, no Grande ABC Paulista - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v10n28p1414. [REVIEW] Horizonte 10 (28):1414-1434.score: 24.0
    Religião e capital simbólico: um estudo doProjeto Social Pequeno Samuel”, situado em Rio Grande da Serra, no Grande ABC Paulista (Religion and symbolic capital: study of (...)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  48. Daniel Tourinho Peres (2011). Notas sobre o déficit teórico da imaginação sociológica na filosofia da história de Kant. Doispontos 8 (1).score: 24.0
    O artigo procura argumentar contra a ideia de que a filosofia da história de Kant contaria com dois modelos de fundamentação: um modelo oficial, de natureza hipotético- (...)teleológica, e outro hermenêutico-explicativo, que, porém, acabaria por implodir o sistema. Trata-se de mostrar que um único modelo, de natureza hermenêutica-explicativa, que não obstante faz uso de princípios hipotético-teleológicos. Mais ainda, que tal modelo está presente ao longo de diversos momentos do sistema, como na Doutrina do Direito , ou na Religião nos limites da simples razão . The article argues against the idea that Kant's philosophy of history would have included two types of foundation: an official model, hypothetical and teleological in nature, and other hermeneutic-explanatory, the last one that eventually would implode the system. The aim is to show that there is a single model, of hermeneutics-explanatory nature, which nevertheless makes use of hypothetical and teleological principles, and that such a model is present at various moments throughout the system, as in the Doctrine of Right , or in the Religion within the limits of pure reason. (shrink)
    No categories
    Translate to English
    | Direct download (5 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  49. André Nascimento Pontes (2013). A proposta de uma teoria geral de princípios de abstração: uma contribuição à fundamentação da aritmética. Trans/Form/Ação 36 (2):179-194.score: 24.0
    O objetivo do presente artigo é apresentar a correlação entre o programa logicista fregeano de fundamentação da aritmética, o neologicismo de Crispin Wright e os chamados princípios (...)
    Translate to English
    | Direct download (10 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
  50. Agnaldo Cuoco Portugal (2010). Filosofia Analítica da Religião como Pensamento Pós-"Pós-Metafísico" (Analytic Philosophy of Religion as a Post-'Post-Metaphysical' Thought) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n16p80. [REVIEW] Horizonte 8 (16):80-98.score: 24.0
    Entendendopensamento pós-metafísicono sentido da crítica moderna e positivista à metafísica como forma de conhecimento, o artigo apresenta a filosofia analítica da religião como uma (...)resposta à tese de que a linguagem religiosa não tem sentido porque não se refere a nenhum dado empiricamente verificável ou falseável. Em primeiro lugar, é apresentada a resposta não-realista ao desafio pós-metafísico, especialmente a de D. Z. Phillips, baseada nas ideias de Wittgenstein. Nessa proposta, o sentido da linguagem religiosa não está na referência a uma realidade transcendente, mas ao uso que ela tem como guia existencial e ético. Em seguida, é exposta a resposta realista à crítica antimetafísica, usando-se elementos das ideias de alguns dos principais autores da filosofia analítica da religião: Alvin Plantinga, William Alston e Richard Swinburne. Além de sustentarem o significado referencial real da linguagem religiosa, eles argumentam que a metafísica é não defensável cognitivamente, mas também condição importante para o raciocínio científico.Takingpost-metaphysical thoughtin the sense of the modern and positivistic criticism to metaphysics as a form of knowledge, the article presents analytic philosophy of religion as a response to the thesis that religious language has no meaning since it does not refer to any empirically verifiable or falsifiable data. Firstly, it is presented the non-realist reply to the post-metaphysical challenge. The main non-realist author introduced is D. Z. Phillips, who based his ideas on Wittgensteins philosophy. According to this proposal, the meaning of religious language is not given by reference to a transcendent reality, but to its use as an ethical and existential guide. Next, it is expounded the realist position to the antimetaphysical criticism, using ideas by some of the leading authors in the analytic philosophy of religion: Alvin Plantinga, William Alston and Richard Swinburne. Apart from holding that religious language has a real referential meaning, they argue that metaphysics is not only cognitively defensible, but also an important condition for scientific reasoning. (shrink)
    Translate to English
    | Direct download (6 more)  
     
    My bibliography  
     
    Export citation  
1 — 50 / 1000