Search results for 'Rafael E. Núñez' (try it on Scholar)

1000+ found
Order:
  1. Elias Buitrago Bolivar, M. Rafael, E. Javier & Carlos Medina Malo (2008). Aplicación clínica de separación ciega de fuentes Y dimensión fractal en la identificación de artefactos oculares de eeg. Scientia 14.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  2.  5
    Aldo Lopes Dinucci (2015). Sexto empírico. Contra os retóricos. Introdução, tradução E notas de Rodrigo Brito E Rafael huguenin. Marília: Unesp, 2013. [REVIEW] Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 15 (15):153-155.
    SEXTO EMPÍRICO. Contra os Retóricos. Introdução, Tradução e notas de Rodrigo Brito e Rafael Huguenin. Marília: UNESP, 2013.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  3.  3
    Gary M. Shute (2005). Book Reviews: George Lakoff and Rafael E. Núñez, Where Mathematics Comes From, New York: Basic Books, 2000, Xvii+493 Pp., $30.00, ISBN 0-46503-770-4. [REVIEW] Minds and Machines 15 (1):118-123.
  4.  2
    Aldo Lopes Dinucci (forthcoming). Sexto empírico. contra os retóricos. introdução, tradução e notas de rodrigo brito e rafael huguenin. marília: unesp, 2013. [REVIEW] Archai.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  5.  1
    Jorge Cañizares‐Esguerra (2002). Francisco Hernández.The Mexican Treasury: The Writings of Dr. Francisco Hernández. Edited by Simon Varey. Translated by Rafael Chabrán, Cynthia L. Chamberlain, and Simon Varey. Xxii + 281 Pp., Frontis., Illus., Index.Stanford, Calif.: Stanford University Press, 2000. $65.Simon Varey; Rafael Chabrán; Dora B. Weiner .Searching for the Secrets of Nature: The Life and Works of Dr. Francisco Hernández. Xviii + 229 Pp., Frontis., Illus., Index.Stanford, Calif.: Stanford University Press, 2000. $60.Mauricio Nieto Olarte.Remedios Para El Imperio: Historia Natural y la Apropriación Del Nuevo Mondo. 280 Pp., Illus.Bogotá: Instituto Colombiano de Antropología E Historia, 2000. [REVIEW] Isis 93 (1):122-123.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  6.  2
    Juan Antonio Ruescas Juárez (2012). Religión e historia en los ensayos de Rafael Sánchez Ferlosio. Isegoría 47:541-558.
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  7. Damián Pachón Soto (2015). Rafael Gutiérrez Girardot y José Luis Romero: historiografía e identidad latinoamericana. Cuadernos de Filosofía Latinoamericana 36 (112):20.
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  8.  6
    Damián Pachón Soto (2013). Rafael Gutiérrez Girardot, La identidad hispanoamericana y otras polémicas.: (Antología y estudio introductorio de Damián Pachón Soto). Bogotá, Universidad Santo Tomás, Biblioteca colombiana de filosofía, 2012, 396 p. [REVIEW] Eidos: Revista de Filosofía de la Universidad Del Norte 19 (19):211-235.
    Este artículo discute y analiza la formación del carácter crítico e intelectual en Rafael Gutiérrez Girardot. A partir de fuentes diversas y, en parte, inexploradas, se reconstruye el proceso de formación y ejercicio de su actividad crítica entre 1950 y 1965. Se tienen en cuenta tanto las relaciones con otros intelectuales como la influencia de los diversos contextos en los cuales se dieron dichas relaciones. Así, su participación en Cuadernos Hispanoamericanos, su correspondencia con Alfonso Reyes y con Nils Hedberg, (...)
    No categories
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  9.  2
    Juan Guillermo Gómez García (2013). Nuevas fuentes para la interpretación de la obra crítica de Rafael Gutiérrez glrardot. Eidos: Revista de Filosofía de la Universidad Del Norte 19 (19):123-170.
    Este artículo discute y analiza la formación del carácter crítico e intelectual en Rafael Gutiérrez Girardot. A partir de fuentes diversas y, en parte, inexploradas, se reconstruye el proceso de formación y ejercicio de su actividad crítica entre 1950 y 1965. Se tienen en cuenta tanto las relaciones con otros intelectuales como la influencia de los diversos contextos en los cuales se dieron dichas relaciones. Así, su participación en Cuadernos Hispanoamericanos, su correspondencia con Alfonso Reyes y con Nils Hedberg, (...)
    No categories
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  10. Juan Guillermo Gómez García (2013). New Sources in the Understanding of the Critical Work of Rafael Gutiérrez Girardot [Spanish]. Eidos: Revista de Filosofía de la Universidad Del Norte 19:123-170.
    800x600 Normal 0 21 false false false ES-CO X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 Este artículo discute y analiza la formación del carácter crítico e intelectual en Rafael Gutiérrez Girardot. A partir de fuentes diversas y, en parte, inexploradas, se reconstruye el proceso de formación y ejercicio de su actividad crítica entre 1950 y 1965. Se tienen en cuenta tanto las relaciones con otros intelectuales como la influencia de los diversos contextos en los cuales se dieron dichas relaciones. Así, su participación en (...)
    No categories
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  11.  2
    Luiza Turnes, Lucídio Bianchetti & Rafael Cunha (2016). O tempo do doutorado e o papel das TICs: questões para pesquisa e análise // DOI: 10.18226/21784612.v21.n3.09. Conjectura: Filosofia E Educação 21 (3):628-644.
    A implementação e o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação na vida em geral, e aqui com destaque nas esferas do mundo do trabalho e da educação, têm acarretado mudanças significativas na vida das pessoas e nos cenários e estruturas sociais contemporâneos. Na pós-graduação essas mudanças vêm atingindo todos os envolvidos no que diz respeito à produção e veiculação do conhecimento e à necessidade de defrontar-se qualificadamente com o redimensionamento espácio-temporal proporcionado pela inserção das TIC nos processos de (...)
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  12.  1
    Rafael Bianchi Silva (2014). Autonomia e educação: reflexões e tensões para a formação humana // Autonomy and education: reflections and tensions in ways for human training. Conjectura: Filosofia E Educação 20 (1):38-50.
    800x600 O objetivo deste trabalho é debater a questão da autonomia e sua relação com a formação humana a partir de dois momentos: primeiro, com o conceito de homem proposto pelas filosofias grega e iluminista e, segundo, os valores difundidos na sociedade contemporânea. Observa-se que mesmo em diferentes momentos históricos, há forte presença do ideal de autonomia e liberdade presente nos projetos educativos. Assim, ao discorrer sobre nosso momento atual e o modo de vida nele difundido, o trabalho analisa os (...)
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  13. Rafael Lazzarotto Simioni (2006). Meio e forma em Niklas Luhmann: a limitacionalidade autoconstrutiva da sociedade. Conjectura: Filosofia E Educação 11 (2):133-162.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  14.  22
    Rafael Salatini (2015). Girolamo Savonarola E as Formas de Governo. Trans/Form/Ação 38 (1):43-56.
    O trabalho apresenta um estudo analítico do tema das formas de governo, no pensamento político de Girolamo Savonarola, a partir de Tratatto circa il regimento e governo dela città di Firenze. Parte-se da metodologia bobbiana, analisando-se o tema sob três perspectivas simultâneas: sistemática, axiológica e teleológica. The work presents an analytical study of the theme of the forms of government in the political thought of Girolamo Savonarola, based on his Tratatto circa il regimento e governo dela città di Firenze. Using (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  15.  19
    Rafael Cordeiro Silva (2011). Arte e reconciliação em Herbert Marcuse. Trans/Form/Ação 28 (1):29-48.
    O artigo pretende explicitar a relação entre arte e reconciliação no pensamento de Herbert Marcuse, considerando-se vários de seus escritos que tocam no tema. Ao longo deles, percebe-se que o uso do termo reconciliação assume um duplo significado: por um lado, significa a possibilidade de que os temas sublimados da cultura possam ser efetivados no plano das relações materiais, o que implicaria o desaparecimento da arte; por outro, significa a imagem de um mundo harmonizado que a arte preserva em si (...)
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  16.  7
    Patrícia Del Nero Velasco & Rafael Cavalcanti Braga (2014). A Filosofia E Seu Ensino: Reflexões a Partir da Perspectiva Merleau-Pontyana Sobre Filosofia E História da Filosofia. Kriterion: Revista de Filosofia 55 (130):637-652.
    À pergunta "O estudo de história da filosofia é de algum interesse para a própria filosofia?", diferentes são as respostas. Tomando-se como referência a defesa merleau-pontyana de uma intrínseca relação entre filosofia e história da filosofia e, particularmente, as ideias de Merleau-Ponty contidas no excerto "A Filosofia e o ‘Fora’", o presente artigo procurará subsidiar a tese de um ensino filosófico da filosofia. Objetiva, pois, encontrar argumentos subjacentes à tese de uma história filosófica da filosofia para fundamentar as relações entre (...)
    No categories
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  17.  12
    Rafael Huguenin (2013). Parmênides E Frege: Um Breve Estudo Sobre as Relações Entre o Poema Sobre a Natureza E as Investigações Lógicas. Kriterion: Revista de Filosofia 54 (127):7-24.
    O presente texto tem como objetivo estabelecer algumas relações entre o poema de Parmênides e as Investigações Lógicas, de Frege. Mais especificamente, nosso objetivo é iluminar certos aspectos do poema de Parmênides por meio de uma comparação com certas noções utilizadas por Frege para caracterizar aspectos centrais de seu pensamento. The aim of this paper is to establish some relationships between Parmenides' Poem and Frege's Logical Investigations. More specifically, our objective is to illuminate some aspects of the Parmenides' Poem by (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  18.  10
    Rafael Furtado (2012). Da natureza humana: Aproximações entre Hugo grotius E Thomas Hobbes. Revista de Teologia (Reveleteo). Issn 2177-952x 6 (9):p - 108.
    O presente artigo busca confrontar as noções de natureza humana tal como desenvolvidas por Hugo Grotius, em sua obra O direito da guerra e da paz, e por Thomas Hobbes, nos escritos Do cidadão e Leviatã. Com tanto, trata-se de contrapor o pensamento dos referidos autores, identificando entre eles distinções e semelhanças. As análises realizadas neste trabalho justificam-se dada a centralidade dos teóricos abordados no âmbito da filosofia política, bem como do jusnaturalismo. Assim, espera-se oferecer um recorte das discussões empreendidas (...)
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  19. Rafael Silva Gargano (2013). Arte E política no pensamento de Jean-François Lyotard. Revista Inquietude 4 (2):123-142.
    Trata-se de investigar, em um primeiro momento, as raízes das discussões estéticas na filosofia de Lyotard. Essas raízes são políticas. É somente a partir da compreensão do desconforto político de Lyotard em relação à teoria marxista de sua época que podemos compreender seu recurso à estética para compreensão dos novos modos de organização política. Tal investigação se fará, sobretudo, a partir da relação que Lyotard estabelece entre arte e política, principalmente aquela elaborada no ensaio Notas sobre a função crítica da (...)
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  20.  4
    Bruno Souza Leal & Rafael José Azevedo (2012). O Som do Ensaio: deslocamentos e padrões da linguagem televisiva. Logos 18 (2).
    72 Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE O artigo reflete a dimensão sonora da linguagem televisiva, em suas especificidades e na relação com as imagens. Para tal, analisa um caso peculiar na história da TV brasileira, o programa Ensaio , no ar há mais de 40 anos. A partir da caracterização dos procedimentos formais de uma edição do programa, é feita a revisão crítica de alguns postulados indicando variações e tensões acerca da relação imagem/som na TV.
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  21. Joaquim de Assis Úrsula Júnior & Rafael Heider Barros Feijó (2014). Direito à informação nas relações de consumo de produtos alimentícios no atacado E no varejo: Particularidades sobre composição, características, preço E quantidade do produto. Revista Fides 5 (1):141-157.
    DIREITO À INFORMAÇÃO NAS RELAÇÕES DE CONSUMO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS NO ATACADO E NO VAREJO: PARTICULARIDADES SOBRE COMPOSIÇÃO, CARACTERÍSTICAS, PREÇO E QUANTIDADE DO PRODUTO.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  22.  2
    Rafael Fortes (2010). O surfe brasileiro e as mídias sonora e audiovisual nos anos 1980. Logos 17 (2):90-105.
    Esporte midiático por excelência, o surfe estabeleceu uma série de relações com a cultura (música, televisão, cinema), incluindo imbricações com a cultura pop. Estas manifestações foram fundamentais para a divulgação da modalidade e a construção de uma imagem em torno da mesma para o público externo, assim como a discussão e a configuração de valores para os membros de sua subcultura. No Brasil, este processo teve notável força durante a década de 1980. O artigo mapeia as imbricações entre surfe e (...)
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  23.  1
    Lidiane Cordeiro Rafael de Araújo & Magnólia Gibson Cabral da Silva (2009). “Borboletas Azuis” de Campina Grande: crenças e lutas de um movimento milenarista ("Borboletas Azuis" of Campina Grande: belief and fighting of a millenarist movement) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n14p46. [REVIEW] Horizonte 7 (14):46-61.
    Resumo Os “Borboletas Azuis” de Campina Grande/PB alcançaram destaque nacional devido à propagação de uma profecia que afirmava a ocorrência de um dilúvio para o dia 13 de maio de 1980. O movimento é uma contestação às transformações da Igreja Católica Romana a partir do Concílio Vaticano II, onde foram tomadas medidas em favor de liturgias mais adequadas às culturas locais e em idioma próprio, assim como mudanças significativas nos textos e na linguagem utilizados na missa e na administração dos (...)
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  24.  1
    Rafael Cardoso Sampaio, Dilvan Passos de Azevedo & Maria Paula Almada (2012). Esfera civil e eleições 2010: uma análise de iniciativas online para maior controle civil. Logos 18 (2).
    A proposta deste estudo é investigar, a partir de três estudos de caso relacionados às eleições de 2010 no Brasil (o Eleitor 2010, o 10Perguntas e o Ficha Limpa), em que medida tais iniciativas de democracia digital de fato contribuíram para ampliar a capacidade do cidadão de exercer algum controle ou influência sobre o processo eleitoral. Para tanto, analisamos o funcionamento de cada site, as ferramentas de ação e de consulta, assim como ganhos de visibilidade, transparência, controle social e empowerment (...)
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  25.  1
    Rafael Cordeiro Silva (2008). Sensibilidade estética E sentimento religioso na filosofia de Max Horkheimer's (pelos trinta anos de morte de Horkheimer). Philósophos - Revista de Filosofia 10 (1).
    Pretende-se investigar a estética e a religião na filosofia de Max Horkheimer, enquanto instâncias de crítica à ordem estabelecida e à imagem de uma sociedade possível ainda não realizada. Mesmo não tendo desenvolvido um pensamento estético de grande envergadura, como foram os casos de Adorno e Marcuse, suas esparsas considerações sobre a relação entre arte e sociedade coincidiram, durante longo período, com as de seus dois colegas do Instituto de Pesquisa Social. Ou seja, a arte autêntica é conhecimento e crítica (...)
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  26. Rafael de Brito Dias (2010). A Agenda da Política Científica E Tecnológica Brasileira : Uma Perspectiva Histórica. In Renato Dagnino & Rafael de Brito Dias (eds.), Estudos Sociais da Ciência E Tecnologia & Política de Ciência E Tecnologia: Alternativas Para Uma Nova América Latina. Gapi Unicamp
    No categories
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  27.  13
    Rafael Ramón Guerrero (1984). En el centenario de E. Gilson: las fuentes árabes del agustinismo avicenizante y el "Perí noû" de Alejandro de Afrodisia: Estado de la cuestión. Anales Del Seminario de Historia de la Filosofía 4:83-106.
    No categories
    Translate
      Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  28.  5
    Rafael Henrique Teixeira (2015). Interfaces da natureza E da sociedade na obra de Gabriel Tarde. Philósophos - Revista de Filosofia 20 (1):247-277.
    This article presents the Gabriel Tarde’s monadology and imitation philosophy to show its complementarity in the constitution of a “universal sociological point of view”, the sociological interpretation of all phenomena, material, biological and human. On the one hand Tarde establishes a neo-monadology by opening Leibniz's closed monads. The open monads constitutes, through their mutual possessions, the agreements and harmonies that Leibniz explained by the system of pre-established harmony. These agreements are monadic societies of many types who explain the constitution of (...)
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  29.  13
    Rafael Wild, Vanessa Maurente, Cleci Maraschin & Maria Cristina Biazus (2011). "Coisas que as pessoas sabem": computação e territórios do senso comum. Scientiae Studia 9 (1):149-166.
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  30.  14
    Rafael V. Orden Jiménez (2000). UREÑA, E.M.; ÁLVAREZ LÁZARO, P. (EDS.): La actualidad del Krausismo en su contexto europeo. Anales Del Seminario de Historia de la Filosofía 17:331.
    The most popular work of Francisco Sánchez, Quo nihil scitur (1581), transmits an absolutely sceptic thought. However, other writings like Carmen de Cometa anni M.D.LXXVII (1578), offer us different ideas about how Sánchez considers possible the scientific knowledge like, for example, his idea about the casual relations between natural objects.
    No categories
    Translate
      Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  31.  4
    Rafael Athaides (2015). O fascismo genérico e o Integralismo: uma análise da Ação Integralista Brasileira à luz de recentes teorias do fascismo - doi: 10.4025/dialogos.v18i3.929. [REVIEW] Dialogos 18 (3).
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  32.  9
    Rafael D'aversa (2010). Música e emoção. Critica.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  33.  8
    Rafael Zanata Albertini (2010). O homem capaz de deus: Perspectivas de Viktor Frankl E do catecismo. Revista de Teologia (Reveleteo). Issn 2177-952x 4 (5):62-70.
    This article discusses the human capacity to seek meaning and more, feeling last for life. For this, serves up a double contribution: the Austrian psychiatrist Viktor Frankl, founder of Logotherapy, and statements voiced in the first chapter of the new Catechism of the Catholic Church. Both have several points of convergence.
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  34.  6
    Rafael Scopacasa (2010). Montanaro Ruvo di Puglia e il suo territorio: le necropoli: i corredi funerari tra la documentazione del XIX secolo e gli scavi moderni . Rome: L'Erma di Bretschneider, 2007. Pp. 1,090, illus. €650. 9788882654559. [REVIEW] Journal of Hellenic Studies 130:262-263.
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  35.  3
    Rafael Cejudo Córdoba (2012). Compromisos e integridad en J. S. Mill. (Ideas para una fundamentación utilitarista de las decisiones políticas de compromiso). [REVIEW] Telos: Critical Theory of the Contemporary 18 (1-2):45-61.
    Mill was not only a philosopher but also a public intellectual, and it is difficult to make compatible an active role in politics with the search of personal and intellectual integrity. This article deals with that problem and in this way with Mill’s approach to the relation between ethics and politics. Mill devised a set of rules to make morally acceptable compromise decisions in politics. I study how this compromise rules are coherent with his general outlook on the science and (...)
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  36.  3
    Rafael Afonso Gonçalves (2014). Enciclopédias medievais, historiografia e interdisciplinaridade, por Bernard Ribémont -doi: 10.4025/dialogos.v17i3.808. [REVIEW] Dialogos 17 (3).
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  37.  4
    Jonas Rafael Becker Arenhart & Décio Krause (2012). Indistinguibilidade, não reflexividade, ontologia e física quântica. Scientiae Studia 10 (1):41-69.
    No categories
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  38. Rafael A. Martínez (2008). Presentazione. Creazione, teleologia e disegno: un nuovo dibattito sulla teoria dell'evoluzione neodarwinista. Acta Philosophica: Rivista Internazionale di Filosofia 17 (1):11-16.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  39.  1
    Rafael Rodrigo Mueller (2012). A Relação Histórica Entre Trabalho e Educação: O Caso do Training Within Industry e a Reestruturação Produtiva. Dialogos 16 (1).
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  40.  1
    Rafael Saddi & Érica Isabel Melo (2012). Gênero e Revolução Cubana: reflexões sobre as relações de gênero no Exército Rebelde. Dialogos 16 (3).
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  41. Rafael de Araújo & Viana Leite (2011). A Querela Do Luxo Por Voltaire E Rousseau. Revista Inquietude 2 (1):126-145.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  42. Rafael Alvira (2008). Dio e il Dio di Platone. Giornale di Metafisica 30 (3):409-417.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  43. Rafael Alvira (2007). Esistenza e volontà. Giornale di Metafisica 29 (2):337-343.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  44. Renato Dagnino & Rafael de Brito Dias (eds.) (2010). Estudos Sociais da Ciência E Tecnologia & Política de Ciência E Tecnologia: Alternativas Para Uma Nova América Latina. Gapi Unicamp.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  45. Herman E. Daly & Cobb Jr (2007). ISEW. The 'Debunking' Interpretation and the Person-in-Community Paradox: Comment on Rafael Ziegler. Environmental Values 16 (3):287-288.
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  46. Rafael Antonio Faraone Dutra & José de Souza Paim (2016). Fé e razão: como a razão pode explicar Deus sem levar ao ceticismo. Revista de Teologia . Issn 2177-952x 10 (17):287-297.
    The society is in a constant transformation caused by changes in people´s mentality that, as time goes by, feel the necessity and will learn how to question, from the most simple things of life to the most complex ones, which were formerly imposed and accepted by all. With time, something that became an object of investigation is faith. Through reason, several questions are asked with the intention to solve the mysteries of faith. It is certainly true that such questions produce (...)
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  47. Rafael Gandolfo (1982). Cultura, naturaleza e historia. Revista de filosofía (Chile) 20:75-88.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  48. Telisa Furlanetto Graeff & Rafael de Souza Timmermann (2014). O Encadeamento Argumentativo Como Doador de Sentido Na Análise Dialógica Do Discurso E Na Sem'ntica Argumentativa. Bakhtiniana 9 (1):90-107.
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  49. Rafael Pascual (2000). La filosofia come mediatrice tra la scienza e la fede. Alpha Omega 3 (2):353-361.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  50. Ugo Perone, Rafael Alvira, Franca D'agostini, Gianni Rigamonti, Claudio Ciancio, Giovanni Ferretti & Giuseppe Roccaro (2008). Il Giornale di Metafisica fra tradizione e prospettive. Giornale di Metafisica 30 (2).
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
1 — 50 / 1000