Search results for 'Xiaohui Lei' (try it on Scholar)

298 found
Order:
  1. Jie Liu, Amarbayasgalan Dorjderem, Jinhua Fu, Xiaohui Lei & Darryl Macer (2011). Water Ethics and Water Resource Management. UNESCO.
    This book examines some possible ethical principles to resolve moral dilemmas involving water. Existing problems in current water management practices are discussed in light of these principles. Transformation of human water ethics has the potential to be far more effective, cheaper and acceptable than some existing means of “regulation”, but transformation of personal and societal ethics need time because the changes to ethical values are slow.
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  2.  20
    K. Jia, M. King, J. J. Fleiter, M. Sheehan, W. Ma, J. Lei & J. Zhang, Drunk Driving Offenders' Knowledge and Behaviour in Relation to Alcohol-Involved Driving in Yinchuan and a Comparison with Guangzhou, China.
    No categories
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  3.  15
    Stefan Petkov, Wei Wang & Yi Lei (forthcoming). Explanatory Unification and Natural Selection Explanations. Biology and Philosophy:1-21.
    The debate between the dynamical and the statistical interpretations of natural selection is centred on the question of whether all explanations that employ the concepts of natural selection and drift are reducible to causal explanations. The proponents of the statistical interpretation answer negatively, but insist on the fact that selection/drift arguments are explanatory. However, they remain unclear on where the explanatory power comes from. The proponents of the dynamical interpretation answer positively and try to reduce selection/drift arguments to some of (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  4.  5
    Guangwei Hu & Jun Lei (2015). Chinese University Students’ Perceptions of Plagiarism. Ethics and Behavior 25 (3):233-255.
  5.  5
    Q. Lei, L. Hong & D. Decheng (2000). A Splitting with Infimum in the D-C. E. Degrees. Mathematical Logic Quarterly 46 (1):53-76.
    In this paper we prove that any c. e. degree is splittable with an c. e. infimum over any lesser c. e. degree in the class of d-c. e. degrees.
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  6.  4
    Austin T. Thiel, Jing Huang, Ming Lei & Xianxin Hua (2012). Menin as a Hub Controlling Mixed Lineage Leukemia. Bioessays 34 (9):771-780.
  7.  9
    Rui-Peng Lei (2008). Is the Use of Animal Organs for Transplants Morally Acceptable? Proceedings of the Xxii World Congress of Philosophy 5:49-61.
    As a first step, the arguments for and against the use of animals for medical purposes in general were reviewed. These arguments are summarized briefly in the first part of the article; Secondly, even if people accept in principle the use of animals in medicine and medical research, their use in xenotransplantation mayraise particular difficulties. There are three key issues in the debate over the use of animals in xenotransplantation. The first is whether as a matter of principle, it is (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  8.  2
    Yinbin Lei & Maokang Luo (2009). Rough Concept Lattices and Domains. Annals of Pure and Applied Logic 159 (3):333-340.
    In the paper, we study connections between rough concept lattices and domains. The main result is representation theorems of complete lattices and algebraic lattices by concepts based on Rough Set Theory. It is shown that there is a deep relationship between Rough Set Theory and Domain Theory.
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  9.  1
    Zhimin Lei (2013). Chinese Agricultural Development Policies and Characteristics Since the Reform and Opening Up in China. Asian Culture and History 5 (2):p110.
    US scholars have ever proposed the doubt of “Who will feed China?” In the past 30 years or so since the reform and opening up in China, China has fed a population accounting for more than 20% of the total population in the world with an area of cultivated land accounting for less than 10% of the total in the world. And the self-sufficiency rate of grain in China still remains above 95%, which is an impressive achievement in Chinese agriculture, (...)
    No categories
    Direct download (7 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  10. Feng Gao, Hongcai Dai & Haiyan Lei (1997). Wei Jin Xuan Xue Shi Ri Tan = Weijin Xuanxue Shiri Tan. Monograph Collection (Matt - Pseudo).
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  11. Ge Lei (2008). Dao Shu Wei Tian Zi He: Hou Zhan Guo Si Xiang Shi Lun. Hebei da Xue Chu Ban She.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  12. Yin Lei (1994). Feng, Youlan. Journal of Chinese Philosophy 21 (3-4):229.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  13. Zhimin Lei (2012). Historical Origin and Realistic Enlightenment of “Nanniwan Policy”-On the Realistic and Pragmatic Scientific Spirit of Zhu De. Asian Culture and History 5 (1):p13.
    Proposal and implementation of “Nanniwan Policy” fully reflects the scientific spirit of being practical and realistic, being innovative and realistic and pragmatic proposed by Zhu De, which has a realistic significance and enlightenment effect on construction of innovative and harmonious society and sustainable development of social economy in the current China. Keywords: Zhu De, Nanniwan policy, scientific spirit, realistic significance During the formidable period of the Anti-Japanese War, in order to resolve the survival issue of soldiers and civilians involved in (...)
    No categories
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  14. Yidong Lei (2006). Mo Jing Jiao Jie. Qi Lu Shu She.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  15. Zhaohai Lei (ed.) (2010). Min Zu Yuan Xiao Zhe Xue She Hui Ke Xue Chuang Xin Fa Zhan Yan Jiu. Min Zu Chu Ban She.
  16. Ping Lei (2009). Qing Qian Qi "Xin Yi Li Xue" Yan Jiu =. Chong Wen Shu Ju.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  17. Yong Zhao, Jing Lei, Guofang Li, Ming Fang He, Kaori Okano, Nagwa Megahed, David Gamage & Hema Ramanathan (eds.) (2010). Handbook of Asian Education: A Cultural Perspective. Routledge.
    Comprehensive and authoritative, this _Handbook_ provides a nuanced description and analysis of educational systems, practices, and policies in Asian countries and explains and interprets these practices from cultural, social, historical, and economic perspectives. Using a culture-based framework, the volume is organized in five sections, each devoted to educational practices in one civilization in Asia: Sinic, Japanese, Islamic, Buddhist, and Hindu. Culture and culture identities essentially are civilization identities; the major differences among civilizations are rooted in their different cultures. This framework (...)
    No categories
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  18.  6
    Daniel Simão Nascimento (2015). Lei, Amizade e participação política em Aristóteles após o biological turn, reflexões preliminares sobre um novo paradigma hermenêutico. Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 15 (15):59-70.
    Este artigo tem quatro objetivos. O primeiro deles é mostrar que dois debates contemporâneos de grande importância para a filosofia política aristotélica – a saber, o debate acerca do laço que liga ou deve ligar os cidadãos de uma comunidade política e o debate acerca da importância da participação política no que diz respeito ao alcance da felicidade – devem ser compreendidos em conjunto com o movimento hermenêutico que chamamos hoje de biological turn. Como veremos, a maneira como respondemos a (...)
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  19.  17
    Frank Thomas Sautter (2006). Um breve estudo histórico-analítico da Lei de Hume. Trans/Form/Ação 29 (2):241-248.
    A Lei de Hume, pela qual um dever ser não pode resultar de um ser, e a sua recíproca, pela qual um ser não pode resultar de um dever ser, ocupam posições proeminentes nas discussões de metaética. Neste trabalho mostrarei relações lógicas entre distintas formulações da Lei de Hume e da sua recíproca. Também mostrarei como essas formulações estão relacionadas a teses sustentadas por importantes pensadores como Poincaré, Nelson, Jörgensen e Hare.
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  20.  10
    Luiz Felipe Netto de Andrade E. Silva Sahd (2011). Teorias da lei natural: Pufendorf e Rousseau. Trans/Form/Ação 30 (2):219-234.
    O presente artigo tem como objetivo reconstruir argumentos centrais desenvolvidos por Jean-Jacques Rousseau. Contra Samuel Pufendorf, Rousseau defende que a justiça não é natural. Ele recusa todo compromisso com a lei natural tradicional para voltar à posição de Thomas Hobbes. Ora, no estado originário de natureza, os princípios racionais da lei natural que expõe Pufendorf não podem ser conhecidos, e, por conseguinte, quando puderem ser conhecidos, não serão aplicados por natureza.
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  21.  8
    Julio Esteves (2011). A teoria kantiana do respeito pela lei moral e da determinação da vontade. Trans/Form/Ação 32 (2):75-89.
    Este artigo tem por objetivo examinar uma tensão existente no interior da teoria kantiana do respeito pela lei moral. Originalmente, na Fundamentação, o respeito é concebido por Kant como um mero efeito ou subproduto da imediata determinação da vontade pela lei moral. Na segunda Crítica, contudo, Kant parece conceder um papel mais positivo ao respeito, dando a ele a tarefa de enfraquecer a influência exercida pelas inclinações, o que contaria como uma promoção da influência da lei moral sobre a vontade. (...)
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  22.  4
    Paulo Martins (2015). Rumor, Lei e Elegia: considerações sobre Propércio 2.7. Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 15 (15):43-58.
    Este artigo observa relações entre a ficção das personae poeticae e realidade histórica em Propércio 2.7. Além de seu valor poético, esta elegia de Propércio nos indica precisamente a fronteira entre realidade e ficção em que a elegia romana está situada. De um lado, observamos o aspecto ficcional de suas personae, de outro lado, podemos vislumbrar aspectos referenciais da sociedade romana do período. Entretanto, as personae podem estar impregnadas de características reais, já que não podemos negar a existência histórica de (...)
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  23.  6
    Luiz Felipe Netto de Andrade E. Silva Sahd (2012). Rousseau E os limites da Lei natural. Cadernos de Ética E Filosofia Política 21:119-128.
    Pretende-se aqui articular os elementos da crítica de Rousseau à doutirna do direito natural, tal como ela aparece em Hobbes e na tradição jusnaturalista.
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  24.  1
    Lumena Maria Nogueira Lopes Costa (2016). A ineficiência do instituto da recuperação judicial a partir de Uma análise sobre as disposições contidas na Lei 11.101/05. [REVIEW] Revista Fides 7 (1).
    A INEFICIÊNCIA DO INSTITUTO DA RECUPERAÇÃO JUDICIAL A PARTIR DE UMA ANÁLISE SOBRE AS DISPOSIÇÕES CONTIDAS NA LEI 11.101/05.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  25.  1
    Ronaldo Pinheiro de Queiroz (2016). Lei anticorrupção tem como desafio trazer jogo limpo para O Mercado. Revista Fides 7 (1).
    LEI ANTICORRUPÇÃO TEM COMO DESAFIO TRAZER JOGO LIMPO PARA O MERCADO.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  26.  6
    Thomaz Kawauche (2011). Sobre a imagem rousseauniana da lei acima dos homens. Trans/Form/Ação 31 (2):97-118.
    Entre o verbete sobre economia política, de 1755, e o Contrato social, de 1762, a noção rousseauniana de lei passa de “voz celeste” para “declaração da vontade geral”. Pretende-se defender aqui a proposição de que tal mudança na definição de lei de um escrito para o outro não implica contradição. Para tanto, será analisada a presença da imagem da “lei acima dos homens” em diversos textos do Cidadão de Genebra, sobretudo no capítulo “Do legislador” no livro II do Contrato, a (...)
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  27. Danilo Andrade Tabone (2014). OLIVEIRA, R. R. (2013). Pólis e Nómos: o problema da lei no pensamento grego. São Paulo: Editora Loyola. Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 12:197-200.
    OLIVEIRA, R. R. (2013). Pólis e Nómos: o problema da lei no pensamento grego. São Paulo: Editora Loyola.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  28.  9
    Natalia Maruyama (2011). Liberdade, lei natural e direito natural em Hobbes: limiar do direito e da política na modernidade. Trans/Form/Ação 32 (2):45-62.
    Liberdade e poder são dois temas que se correlacionam ao longo da história da filosofia política moderna. Nos textos de Hobbes, a ideia da liberdade como ausência de impedimentos às ações ajuda-nos a pensar o dever de obediência ao poder soberano e as relações entre política e direito. Uma situação de vácuo jurídico, em que tudo é permitido, faz-se, contudo, impossível, de modo que a solução de Hobbes consiste em sustentar a ideia do direito natural como direito originário individual vinculado (...)
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  29.  3
    José Luiz Ames (2011). Lei e violência ou a legitimação política em Maquiavel. Trans/Form/Ação 34 (1).
    Uma das mais famosas e inovadoras teses de Maquiavel é a afirmação de que as boas leis nascem dos conflitos sociais, segundo o exemplo romano das oposições entre plebe e nobres. Os conflitos são capazes de produzir ordem por conter a força constritiva própria da necessidade, que impede a ambição de reinar. Contudo, a lei não neutraliza o conflito, mas apenas lhe dá uma ordenação. A lei está, pois, exposta à história, à contínua mudança, o que significa dizer que é (...)
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  30.  7
    Celso Martins Azar Filho (2010). Natureza e Lei Natural nos Ensaios de Montaigne. Princípios 3 (4):51-71.
    Trata-se de urn exame do conceito de lei natural na obra de Michel de Montaigne (1533-1592) através, principalmente, de considerações acerca da história das noções de lei , natureza e lei natural que, auxiliando a compreender sua ambientaçáo no pensamento renascentista, apoiam a análise simultânea de seu sentido nos Ensaios.  .
    No categories
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  31.  4
    Song Renqiong (1996). Emulate Lei Feng, Establish a New Atmosphere. Contemporary Chinese Thought 28 (1):70-71.
    On March 24, Comrade Song Renqiong read a report in the China Children's News on problems in, and resistance to, the emulation of Lei Feng. He offered the following opinions on propaganda aimed at "Emulating Lei Feng and Establishing a New Atmosphere".
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  32.  3
    Catarina Barbosa Torres Gomes (2011). Ecos da modernidade na lei máxima da Educação Brasileira: uma interlocução com Émile Durkheim. Filosofia E Educação 3 (1):p - 352.
    O objetivo deste ensaio é apresentar uma análise sucinta dos reflexos dos argumentos de Durkheim sobre educação no corpo da Lei de Diretrizes e Bases daEducação Nacional nº 9394/96. Arquiteto de um paradigma clássicopara a sociologia, que se irradia alimentando outros paradigmas de teóricos degrande envergadura, que o sucederam, Émile Durkheim conferiu àSociologia uma base empírica, com métodos próprios de investigação, demonstrando que os fatos sociais – seu objeto de estudo – teriam características próprias, que os distinguiriam dos estudados pelas (...)
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  33.  2
    Philippe Portier (2011). O episcopado francês e a lei de Separação. Reflexão sobre um processo de reconhecimento (The French episcopate and the Law of Separation. Reflection on a process of recognition) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2011v9n22p554. [REVIEW] Horizonte 9 (22):554-582.
    O episcopado francês e a lei de Separação - Reflexão sobre um processo de reconhecimento ( The French episcopate and the Law of Separation -Reflection on a process of recognition - L`épiscopat français et la loi de Séparation - Retour sur un processus de reconnaissance). O “princípio da modernidade” – introduzido pela Revolução Francesa e ratificado por um conjunto de leis durante o século XIX – rompe com o tradicional “princípio do Estado confessional católico” e estabelece o regime de separação (...)
    Translate
      Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  34.  1
    Marcos Rohling (2015). O conceito de Lei, Lei legítima E desobediência civil na teoria da justiça como equidade de John Rawls. Synesis 6 (2):83-106.
    Rawls estabelece, ao longo de Uma Teoria da Justiça, uma série de considerações sobre a lei e a desobediência civil e, em O Liberalismo Político, realiza ponderações acerca da legitimidade. Tendo isso em mente, o que se objetiva é estabelecer algumas considerações acerca da temática, sem, contudo, afirmar que Rawls oportuniza uma teoria do direito em seu sentido stricto. Assim, pretende-se apenas ressaltar as importantes considerações que o autor desenvolveu, tendo em conta a importância de sua teoria da justiça.
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  35.  2
    Joel Pimentel de Ulhôa (2008). O juiz E a Lei. Philósophos - Revista de Filosofia 7 (2).
    Nesta conferência analisa-se o impasse do juiz que se vê chamado a servir à justiça, por dever de consciência, e a aplicar a lei, ainda quando injusta, por dever de ofício. Deslocando a discussão da difícil relação do juiz com a lei para o ethos iníquo do social, a exposição conclui que todos temos, mas especialmente o juiz pela natureza das responsabilidades que lhe são inalienáveis, o dever moral de servir à justiça – dever que paira acima da imposição jurídica (...)
    Translate
      Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  36. Chaehyun Chong (1997). Abstraction and Theories of Lei : A Response to Chad Hansen's Mereological Interpretation of Ancient Chinese Philosophy. Dissertation, University of Hawai'i
    My aim in this dissertation is to challenge Chad Hansen's mereological interpretation of ancient Chinese philosophy by providing my own interpretation based on theories of lei. Hansen's mereological interpretation is composed of two radical claims: One is to say that since ancient Chinese philosophy is dominated by nominalism, we do not have to introduce any abstract entities in interpreting ancient Chinese philosophy. The other is to say that Chinese nominalism is mereological. ;Against Hansen's first claim, I argue that since nominalism (...)
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  37. Bruna Agra de Medeiros (2015). A Nova Lei de falências E sua efetividade prática. Revista Fides 6 (2).
    A NOVA LEI DE FALÊNCIAS E SUA EFETIVIDADE PRÁTICA.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  38. Andreo Aleksandro Nobre Marques (2015). Breves ponderações acerca do instituto da delação premiada após a Lei nº 12.850/2013. Revista Fides 6 (2).
    BREVES PONDERAÇÕES ACERCA DO INSTITUTO DA DELAÇÃO PREMIADA APÓS A LEI Nº 12.850/2013.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  39.  26
    Rodrigo Cid (2011). Contra a Necessidade Metafísica da Lei "O Sal Se Dissolve Em Água". Abstracta 6 (1):65-70.
    In this paper, I intend to argue against Alexander Bird‟s thesis (2001) that the law salt dissolves in water is metaphysically necessary. I briefly indicate Bird‟s argument for the necessity of such law, and then I provide a counter-argument to his thesis. In a general way, Bird wants to show that the existence of certain substances depends on the truth of certain laws, and that because of this the existence of such substances implies the existence of such laws. That would (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  40.  8
    Celso Martins Azar Filho (1996). Natureza e lei natural nos ensaios de Montaigne. Princípios: Revista de Filosofia 3 (4):4.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  41.  15
    Profª. Flávia Luiza Gomes Costa (2010). Gn 1:1-2:4a: Uma ruptura entre teologia E ciência ou Uma catequese narrativa com força de Lei para um povo em risco de extinção? [REVIEW] Revista de Teologia (Reveleteo). Issn 2177-952x 4 (6):53-63.
    The article proposes a reading of the text of creation in Genesis 1: 1-2:4 to presenting the context of its preparation in order to highlight the goal of even amid the exiled Jewish community. From this perspective this text does not seem to configure with the concern to report scientifically the origins of the world and man. Points out, however, for a theological artifice of the priestly class exiled to inculcate in the Israeli practices laws that guarantee the existence of (...)
    Translate
      Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  42.  8
    Kurtis Hagen (2001). The Concepts of Li and Lei in the Xunzi. International Philosophical Quarterly 41 (2):183-197.
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography   1 citation  
  43.  10
    Alfred Russel Wallace (2003). Sobre a lei que regula a introdução de novas espécies. Scientiae Studia 1 (4):531-548.
    No categories
    Translate
      Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  44.  2
    Guido Antônio de Almeida (2006). Sobre o Princípio E a Lei Universal Do Direito Em Kant. Kriterion: Revista de Filosofia 47 (114).
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  45.  2
    Bernardo Ferreira (2008). O Nomos E a Lei: Considerações Sobre o Realismo Político Em Carl Schmitt. Kriterion: Revista de Filosofia 49 (118):327-366.
    No categories
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  46.  9
    A. J. Ayer (2012). O que é uma lei da natureza? Critica.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  47.  12
    Wladimir Barreto Lisboa (2009). Thomas Hobbes e a controvérsia acerca da interpretação da lei: uma questão jurídica contemporânea vista à luz do Commonwealth hobbesiano. Doispontos 6 (3).
    O objetivo desse artigo é mostrar de que modo um problema no domínio da teoria contemporânea do direito suscita questões que podem encontrar esclarecimentos na filosofia de Thomas Hobbes. Para tanto, será primeiramente analisada uma decisão da Suprema Corte norte-americana que retoma um debate constitucional aberto há já quase vinte anos e que versa sobre os direitos civis1. Nesse contexto, a noção de República em Hobbes será apresentada enquanto fornecendo uma teoria sobre a interpretação jurídica que permite apanhar o bom (...)
    Translate
      Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  48.  1
    Paulo Martins (forthcoming). Rumor, lei e elegia: considerações sobre propércio 2.7. Archai.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  49.  1
    Daniel Simão Nascimento (forthcoming). Lei, amizade e participação política em aristóteles após o biological turn, reflexões preliminares sobre um novo paradigma hermenêutico. Archai.
    No categories
    Translate
      Direct download  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  50.  17
    Robert Browning (1966). N. I. Barbu (ed.): Istoria literaturii latine. i: De la origini pînă la sfîrşitul Republicii. Pp. 515. Bucharest: Editura Didactică. şi Pedagogică, 1964. Cloth, Lei 21. [REVIEW] The Classical Review 16 (01):121-122.
    Translate
      Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
1 — 50 / 298