20 found

Year:

  1. Diálogos em tempos difíceis.Beth Brait, Maria Helena Cruz Pistori, Bruna Lopes Dugnani, Paulo Rogério Stella & Carlos Gontijo Rosa - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):2-8.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. Dialogs in Hard Times.Beth Brait, Maria Helena Cruz Pistori, Bruna Lopes Dugnani, Paulo Rogério Stella & Carlos Gontijo Rosa - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):2-8.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  1
    Between the Witness and the Word, the Duty to Speak: Testimony as the Object of an Anthropology of the Enunciation.Santiago Bretanha - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):9-28.
    ABSTRACT This work is about the imbrication between writing and testimony, based on the work Retrato calado [Silenced Portrait], by Luiz Roberto Salinas Fortes. Although “evident,” it is a relationship that carries a particularity: the person who writes does so, asking oneself questions about the role of enunciation, about the meanings that the language inscribes about itself and about violence. Based on the principles of the Anthropology of Enunciation, as Flores1 proposes, the analytical gesture carried out assumes linguistics as knowledge (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  1
    Entre a Testemunha E a Palavra, o Dever Falar: O Testemunho Como Objeto de Uma Antropologia da Enunciação.Santiago Bretanha - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):9-28.
    RESUMO Este trabalho versa sobre a imbricação entre escrita e testemunho a partir da obra Retrato Calado, de Luiz Roberto Salinas Fortes. Embora “evidente”, trata-se de uma relação que carrega uma particularidade: aquele que escreve o faz questionando-se sobre o papel de sua enunciação, sobre as significações que a língua inscreve sobre si mesma e sobre a violência. Pautado nos princípios da Antropologia da Enunciação, tal como Flores1 a propõe, o gesto analítico levado a efeito assume a linguística como um (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Linguista, Teórico da Literatura, Poeta E Enxadrista. Em Memória Do Professor Nikolai Vassíliev.Svetlana A. Dubrovskaya, Oleg E. Osovsky & Vladimir I. Laptun - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):183-192.
    RESUMO No artigo, apresenta-se um panorama da vida e da obra do professor, filólogo e cientista russo N. Vassíliev, com ênfase em sua contribuição para os estudos bakhtinianos internacionais. A longa convivência e parceria dos autores com N. Vassíliev permite-lhes não só desenhar o perfil de um pesquisador sério das humanidades, mas também mostrar seu mundo de paixões pessoais e o papel de sua biografia na escolha do núcleo de suas pesquisas científicas: a problemática dos estudos bakhtinianos. Dedica-se atenção especial (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  2
    The Intersubjective Nature of Meaning in Bakhtin and Wittgenstein.Mateus Toledo Gonçalves - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):142-156.
    ABSTRACT This article aims at comparing the philosophies of language of Bakhtin and Wittgenstein. The main problem to be addressed is how these two authors thought the idea that linguistic meaning necessarily has an intersubjective nature. To this end, the article will address the Wittgensteinian “private language argument,” as discussed in Philosophical Investigations, particularly in §258, and the Bakhtinian thesis of the “dialogical orientation of discourse,” as discussed at the beginning of chapter 2 of Discourse in the Novel. RESUMO Esse (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  1
    A Natureza Intersubjetiva Do Significado Em Bakhtin E Wittgenstein.Mateus Toledo Gonçalves - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):142-156.
    RESUMO Esse artigo propõe fazer uma comparação entre as filosofias da linguagem de Bakhtin e de Wittgenstein. Em particular, nos interessará a pergunta sobre como esses dois filósofos pensaram a ideia de que o significado linguístico tem necessariamente uma natureza intersubjetiva. Para isso, serão abordados o argumento wittgensteiniano contra a linguagem privada, como discutido nasInvestigações filosóficas, em particular em §258, e a tese bakhtiniana da orientação dialógica do discurso, como discutida no início do capítulo 2 d’O discurso no romance. ABSTRACT (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. A Estilística de Spitzer E a Estilística Bakhtiniana Na Interpretação da Obra de Rabelais.Miriam Bauab Puzzo - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):118-141.
    RESUMO O objetivo deste artigo é aprofundar a questão da estilística na perspectiva de Spitzer, procurando aspectos relacionados com a estilística de Bakhtin, em específico no tratamento dado por ambos à obra de Rabelais Gargântua e Pantagruel. O princípio que fundamenta as análises é a concepção de estilo e de literatura que perpassa as análises de Spitzer e Bakhtin, desvelando aspectos contrastantes na interpretação dessa obra rabelaisiana. ABSTRACT The purpose of this article is to delve deeper into issues of stylistics (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9. Spitzerian and Bakhtinian Stylistics in the Interpretation of Rabelais’ Works.Miriam Bauab Puzzo - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):118-141.
    ABSTRACT The purpose of this article is to delve deeper into issues of stylistics as addressed in the interpretation of Rabelais’ works, Gargantua and Pantagruel, from Spitzer’s perspective, while looking for related aspects from a Bakhtinian perspective. The principles on which the analysis is based are the concept of style and literature that crosses Spitzer and Bakhtin’s analyses, revealing contrasting aspects in the interpretation of this Rabelaisian work. RESUMO O objetivo deste artigo é aprofundar a questão da estilística na perspectiva (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  1
    Corpus and Object From a Dialogical Perspective: An Analysis in Bakhtin’s Works.Maria Elizabeth da Silva Queijo - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):89-117.
    ABSTRACT Through the analysis of the studies developed by Mikhail Bakhtin regarding the work of Fyodor Dostoevsky and François Rabelais, this article aims to discuss the boundaries and the relationship between corpus and object. Therefore, we compared two Brazilian editions of Bakhtinian works, with the research on the French author and popular comic culture, with a set of texts involving the Russian original, frame-texts, translations, and other correlated utterances. The reflection is based on a dialogical perspective, particularly on the notion (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  1
    Corpus E Objeto Em Perspectiva Dialógica: Uma Análise Em Obras de M. Bakhtin.Maria Elizabeth da Silva Queijo - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):89-117.
    RESUMO Por meio da análise dos estudos desenvolvidos por Mikhail Bakhtin a propósito da obra de Fiódor Dostoiévski e François Rabelais, este artigo visa discutir as fronteiras e a relação entre corpus e objeto. Para tanto, observamos comparativamente duas edições brasileiras das obras bakhtinianas, sendo a pesquisa a respeito do autor francês e da cultura cômica popular cotejada com um conjunto de textos envolvendo o original em russo, textos-moldura, traduções e outros enunciados correlacionados. A reflexão apoia-se em uma perspectiva dialógica, (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  1
    Between Invisibility, ‘Discursive Whitening’ and Hypersexualization: ‘Controlling Images’ Over the Term Black and Its Place in Enunciation.Narjara Oliveira Reis - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):157-182.
    ABSTRACT Based on the statements that the word in interaction manifests itself as an ideological sign, oriented to a precise social audience, circumscribed in a given historical time; that race is a language and that geographic displacement involves a clash between different systems of meaning, I interpret data from the cultural translation process for the term black [negro, in Portuguese], based on the enunciations of two Portuguese language learners in a course for immigrant mothers held in Southern Brazil. The data (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  1
    Entre a Invisibilidade, o Branqueamento Discursivo E a Hipersexualização: Imagens de Controle Sobre o Termo Negro E o Seu Lugar Na Enunciação.Narjara Oliveira Reis - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):157-182.
    RESUMO Partindo das premissas de que a palavra em interação manifesta-se enquanto signo ideológico orientado a um auditório social preciso, circunscrito a um dado tempo histórico; de que raça é uma linguagem e de que o deslocamento geográfico envolve um choque entre diferentes sistemas de significação, interpreto dados do processo de tradução cultural para o termo negro, a partir de enunciações de duas aprendizes de língua portuguesa de um curso para mães imigrantes realizado no sul do Brasil. Os dados apresentados (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  1
    Bakhtin and Body: Unfeasible, If Not Entirely Possible.Carlos Gontijo Rosa - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):193-199.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  1
    Bakhtin E Corpo: Seria Inviável, Se Não Fosse Plenamente Possível.Carlos Gontijo Rosa - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):193-199.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  1
    Reconhecendo a Índole Dialógica da Paisagem: Por Uma Semiótica Marxista.Ítalo César de Moura Soeiro, Ana Rita Sá Carneiro & Siane Gois Cavalcanti Rodrigues - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):29-57.
    RESUMO O artigo objetiva defender a índole dialógica da paisagem. Trabalhando na fronteira entre a filosofia bakhtiniana da linguagem e os estudos culturais da paisagem, defendemos que a paisagem não seja estudada sem considerar as formas culturais de comunicação nos diferentes domínios da organização social – os gêneros discursivos; que toda paisagem é encontro semiótico com uma alteridade concreta; que o intérprete que emerge quando uma área entra em relação de representação é necessariamente caracterizado por um cronotopo; que toda paisagem (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  3
    Recognizing the Dialogical Nature of the Landscape: For a Marxist Semiotics.Ítalo César de Moura Soeiro, Ana Rita Sá Carneiro & Siane Gois Cavalcanti Rodrigues - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):29-57.
    ABSTRACT This article aims to defend the dialogical nature of the landscape. Working in between the borders of the Bakhtinian philosophy of language and cultural studies on landscape, we defend that landscape study should not be studied without considering the cultural forms of communication in the different domains of social organization– the speech genres; that landscape is a semiotic encounter with a concrete otherness; that the interpreter who emerges when an area enters a relationship of representation is necessarily characterized as (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  1
    Contexto Como Espaço de Criação E Cocriação: Um Olhar Sobre Obras de Bakhtin E o Círculo.Paulo Rogério Stella & Beth Brait - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):58-88.
    RESUMO Este artigo objetiva tratar do sentido de contexto em obras de Bakhtin e o Círculo. O corpus de pesquisa são as edições das obras assinadas por Volóchinov, Bakhtin e Medviédev publicadas no Brasil. Partimos de uma imagem recorrente sobre um espaço de criação e cocriação na produção de sentidos, identificado como comunicação discursiva, sígnica, cultural ou artística. Os resultados demonstram quatro tipos de contextos: o contexto do enunciado na comunicação discursiva cujas fronteiras são locutor e interlocutor; o contexto único (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  1
    Context as a Space of Creation and Cocreation: A Glimpse at Works of Bakhtin and the Circle.Paulo Rogério Stella & Beth Brait - 2022 - Bakhtiniana 17 (2):58-88.
    ABSTRACT This article aims to discuss the meaning of context in the works of Bakhtin and the Circle. The research corpus consists of works signed by Vološinov, Bakhtin and Medvedev published in Brazil. We set an image related to a space of creation and cocreation where discursive, ideological, cultural or artistic modes of communication exist. Results show four types of contexts: the context of the utterance in the speech communication mode of which borders are locutor and interlocutor; the unique and (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. Editoriais Do El País a Partir da Perspectiva Dialógica.Heloisa Mara Mendes & Marina Célia Mendonça - 2022 - Bakhtiniana 17 (1):138-165.
    RESUMO Neste trabalho, analisamos enunciados pertencentes ao gênero editorial produzidos em língua espanhola e publicados pelo jornal El País, em sua edição digital, durante o mês de fevereiro de 2020. Objetivamos descrever esse gênero tal como ele se manifesta no referido periódico e refletir sobre o diálogo estabelecido entre o jornal e o leitor presumido. Para a realização da análise, fundamentamo-nos na perspectiva dialógica da linguagem, sobretudo em escritos de Bakhtin e Volóchinov dos quais destacamos os conceitos de gêneros do (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
 Previous issues
  
Next issues