Year:

  1.  1
    “Interpelação Fantasmagórica”: Compreender E Subverter a Estética da Vida Cotidiana Com Walter Benjamin E Louis Althusser.Marc Berdet - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):175-194.
    RESUMO Este artigo pretende introduzir o conceito de “interpelação fantasmagórica”. O esforço teórico se inspira nos conceitos de “fantasmagoria”, de Walter Benjamin, e de “interpelação ideológica”, de Louis Althusser. A proposta é aliar suas respectivas filosofias em processo a seus materialismos “antropológico” e “aleatório”, a fim de fazer uma análise sociopolítica da estética capitalista de hoje, tal como ela aparece na arquitetura pós-moderna e no design da vida cotidiana. Trata-se também de abrir novas perspectivas de resistências a normatividade do imaginário (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  2. Nietzsche, Adorno E o Wagnerismo.Henry Burnett - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):157-174.
    RESUMO O artigo investiga alguns tópicos relacionados ao wagnerismo em determinadas obras de Nietzsche e Adorno. Também procura mostrar até que ponto a crítica a Wagner elaborada por Nietzsche foi assimilada por Adorno.The article investigates some Wagnerism-related topics in some works of Nietzsche's and Adorno's. It also seeks to show to what extent the criticism of Wagner by Nietzsche was assimilated by Adorno.
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  3. Arthur Danto E a Experiência Estética.Rachel Costa - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):255-269.
    RESUMO O artigo, em um primeiro momento, reconstrói a separação realizada por Arthur Danto entre Estética e Filosofia da Arte. Essa separação se encontra no fundamento da ontologia dantiana e distancia sua tentativa de definir arte dos argumentos da tradição estética sobre a beleza e o gosto. A partir dessa reconstrução, dou um segundo passo e analiso como Arthur Danto discute com a experiência estética, do modo como é compreendida, principalmente, após Kant, e quais são as suas críticas e propostas (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  4. A Negação da Obra: Derrida E Leitor de Artaud.Mayara Joice Dionizio - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):215-233.
    RESUMO Em “A escritura e diferença”, Derrida apresenta uma crítica à interpretação de Blanchot sobre Artaud, sob o título “A palavra soprada”, na qual ressalta que a leitura blanchotiana foi tendenciosa. Seu incômodo se dá primeiramente pela comparação que Blanchot faz de Hölderlin e Artaud, por serem poetas que experimentaram a exigência poética e, por isso, tiveram suas obras interpretadas por um reducionismo da Psiquiatria. Para Derrida, esse duplo interpretativo, clínico e crítico, é decorrente de uma separação dualista há muito (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  5. Arthur Danto E o Problema da Interpretação de Obras de Arte.Debora Pazetto Ferreira - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):93-108.
    RESUMO A definição de arte desenvolvida por Arthur Danto pressupõe que algo é uma obra de arte por ser o correlato de uma interpretação, inscrita em uma rede de significações históricas, teóricas e sociais, que lhe atribui o estatuto de obra de arte. Trata-se de uma definição essencialista que, no entanto, não se funda em algo que é percebido no objeto, mas no objeto percebido como arte. Levando em consideração que o conceito de “interpretação” é um dos pontos cardinais da (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  6. El Arte Como Realidad Trasformada En Su Verdad. La Rehabilitación Hermenéutica de la Estética En Hans-Georg Gadamer.Antonio Gutiérrez-Pozo - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):35-54.
    RESUMO Este artigo pretende mostrar que a arte só tem relevância estética para Gadamer quando é libertada da estética. Os conceitos que definem a compreensão estética da arte, subjetivismo, experiência, objetivismo, baseiam-se na noção central que caracteriza a estética: a diferenciação estética. A diferenciação estética implica uma diferença ontológica que isola o artístico e estabelece uma descontinuidade entre arte e realidade. A não diferenciação estética que Gadamer explica não só recupera a continuidade, mas afirma que a arte pertence à realidade (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  7. Literatura, Reflexão E Semelhança. Uma Afinidade Entre Benjamin E Ricoeur.Patrícia Lavelle - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):235-253.
    RESUMO Este artigo constrói uma afinidade entre a noção benjaminiana de “semelhança não sensível” e o “trabalho da semelhança” do qual fala Ricœur a propósito da metáfora. Para isso pressupõe uma referência comum: o princípio kantiano das afinidades, que corresponde ao poder de produzir e de perceber ao mesmo tempo a diferença na identidade e a identidade na diferença, constituindo o modo de funcionamento do esquematismo em geral. Seguindo caminhos diferentes, Benjamin e Ricœur tematizam essa tensão comparativa que caracteriza a (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  8. Aesthetic Regime's Occupation of Representation.Yonathan Listik - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):309-326.
    RESUMO Esse artigo trata da relação entre a estética e a representação na teoria de Jacques Rancière. Segundo o autor, a representação é simultaneamente presente e proibida na estética moderna. Ela aparece como um parasita ou um intruso na produção artística. Rancière pergunta: sob quais condições a representação se torna proibida e o que significa a arte não representar? O eixo central da análise explora quais as consequências dessa configuração, com destaque para a política. Segundo Rancière, o conceito de partilha (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  9. Politics and Aesthetics in Rancière and Lévinas: Scene of Dissensus, Face and Constitution of the Political Subject.Ângela Salgueiro Marques & Frederico Vieira - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):7-33.
    RESUMO Neste artigo pretendemos refletir acerca da constituição do sujeito político a partir de dois conceitos específicos: rosto e cena de dissenso. Nosso argumento pretende evidenciar como, ao “aparecerem”, os indivíduos produzem uma cena polêmica de enunciação na qual se desencadeia um processo de subjetivação política e de criação de formas dissensuais de comunicação e performance que inventam modos de ser, ver e dizer, configurando outras interfaces entre experiência estética e política. Tal processo potencializa a invenção de novas visualidades e (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  10. O Corpo Das Massas Na Era da Reprodutibilidade Técnica.Marlon Miguel - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):195-214.
    RESUMO O problema das massas é uma questão moderna crucial e Walter Benjamin não cessou de abordá-lo. O fenômeno das massas surge com as grandes metrópoles e segue uma dinâmica concentracionária inteiramente nova. Além disso, a questão das massas é também correlata da relação a si que as técnicas modernas na era da reprodutibilidade técnica permitem. É o que ressalta Benjamin no fim de seu texto “A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica” a partir da questão da propaganda. (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  11.  1
    Elementos da Teoria Crítica da Dissonância de Theodor W. Adorno.Daniel Pucciarelli - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):77-92.
    RESUMO O presente artigo reconstrói e desenvolve os elementos fundamentais da teoria da dissonância elaborada por Theodor W. Adorno em sua filosofia da música. Parte-se de uma breve exposição do tratamento conferido pela musicologia histórica - com toda sua equivocidade autoconsciente e constitutiva - aos conceitos de dissonância e consonância para dele se depreender as linhas fundamentais de um tratamento filosófico da dissonância. Lançando mão dos recursos mobilizados por alguns teóricos da nova música, são reconstruídas, assim, as estações da teoria (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  12. Composições Enfermas - Doença, Crítica E Música Em Thomas Mann.Diego Rogério Ramos - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):109-132.
    RESUMO Nas obras de Thomas Mann, a doença não se coloca como um elemento simples do entrecho, mas sim como uma parte central da evolução da trama, especialmente no desenvolvimento dos personagens. No entanto, em suas obras, as figurações da saúde e da doença não são fixas, e, portanto, faz-se necessário buscar um núcleo de sentido a essas noções. Argumentamos que a contraposição fundamental entre os termos é a expressão de uma tensão entre o desenrolar da vida com suas expectativas (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  13.  1
    Tecer Imagens Artísticas: Aparência, Expressão.Caio Russo - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):55-76.
    RESUMO A fim de nos aproximarmos da singular constelação conceitual que nos permite falar de uma noção de imagem artística na estética adorniana - ainda que na margem do seu pensamento e muito menos manifesta do que na escrita de Walter Benjamin - partimos da conexão entre os conceitos de “aparência” e “expressão”, remetendo-nos à própria materialidade das obras de arte, da literatura à música, para uma maior nitidez teórico-crítica. O intuito de ressaltar a importância do conceito de imagem artística (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  14. Música Informal: Perspectivas Atuais Do Conceito Adorniano.Eduardo Socha - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):133-156.
    RESUMO O ensaio “Vers une musique informelle” é uma das mais conhecidas contribuições da reflexão musical de Adorno, certamente um dos maiores legados de sua filosofia da música. Este artigo procura, em um primeiro momento, especificar o sentido crítico da contribuição conceitual de Adorno, que visava à superação dos impasses e da alternativa entre pensamento motívico-temático e pensamento serial nas práticas composicionais de época. Em seguida, descreve a intenção propositiva de Adorno ao encaminhar uma “teoria material das formas”, teoria que, (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  15. O Fim da Estética E a Nova Crítica de Arte Em Benjamin.Ulisses Vaccari - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):287-308.
    RESUMO O artigo pretende mostrar como o esforço de Benjamin no sentido de fundar uma nova crítica de arte remonta ao mesmo tempo ao primeiro Romantismo de Iena e à Filosofia de Hegel. Enquanto Hegel proclama o fim da estética e da obra de arte tradicional, os românticos, na figura de F. Schlegel e Novalis, apontam para a continuação de um discurso filosófico da arte que prescinde dos pressupostos tradicionais, utilizando-se de conceitos tais como crítica imanente e médium-de-reflexão. A partir (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
  16. Deleuze and Film’s Philosophical Value.Susana Viegas - 2018 - Kriterion: Revista de Filosofia 59 (139):271-286.
    RESUMO Neste ensaio analiso as diferentes modalidades de pensamento que ocorrem entre a filosofia e as imagens em movimento partindo da distinção metafilosófica elaborada por Gilles Deleuze entre “pensar” e “filosofar”. Esta é uma distinção fundamental para a possível elaboração de uma filosofia do cinema, ou, pelo menos, para afirmar que “o cinema filosofa”, uma tese atualmente imersa num certo equívoco. Neste sentido, como possível resolução para tal mal-entendido, sugiro uma adequada designação deleuziana de “pensar com conceitos” e “pensar com (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    My bibliography  
 Previous issues
  
Next issues