Year:

  1.  9
    ONTOLOGIA E CIÊNCIA NA CRÍTICA DE NIETZSCHE À METAFÍSICA EM HUMANO, DEMASIADO HUMANO.William Mattioli - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 145 (145):231-259.
    RESUMO Neste artigo, discuto o que considero serem os pressupostos ontológicos da crítica de Nietzsche à metafísica no primeiro livro de Humano, demasiado humano e a natureza da relação estabelecida por ele entre filosofia e ciência. Busco definir sua posição como um realismo científico moderado, que considera que as ciências caminham progressivamente em direção a uma concepção puramente dinâmica do real. ABSTRACT In this paper I discuss what I consider to be the ontological assumptions of Nietzsche’s critique of metaphysics in (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. Puntos de Vista de la Verdad: Sobre El Carácter Polifónico Del Pensamiento Platónico.Cristián De Bravo Delorme - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):131-149.
    RESUMEN El siguiente artículo tiene como objetivo destacar el carácter polifónico del pensamiento platónico y poner en cuestión el sentido de la autoría de Platón. Suponer, a partir de obstinados prejuicios modernos, que Platón, tal como cualquier escritor moderno, habría expuesto su propia doctrina, es ignorar la importancia de la forma dramática de su pensamiento. El testimonio de la variedad de interlocutores y de puntos de vista que se suceden en los diferentes diálogos, nos invita a prestar atención a la (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  2
    Law and Moral Justification.Andrea Faggion - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):55-72.
    ABSTRACT Many prominent legal philosophers believe that law makes some type of moral claim in virtue of its nature. Although the law is not an intelligent agent, the attribution of a claim to law does not need to be as mysterious as some theorists believe. It means that law-making and law- applying acts are intelligible only in the light of a certain presupposition, even if a lawmaker or a law-applier subjectively disbelieves the content of that presupposition. In this paper, I (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  1
    Das Potências da Memória. A Afirmação da Transitoriedade Histórica E da Eternidade Das Ideias.Augusto B. De Carvalho Dias Leite - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):107-129.
    RESUMO A partir do exame da tradição heraclitiana e platônica sobre a transitoriedade e a imortalidade - conceitos compreendidos como universais - este artigo defende a seguinte antinomia como tese: para haver temporalidade é preciso haver eternidade. Essa tese é demonstrada por meio do estudo e atualização das noções de alma, espírito, ideia e memória, as quais estão conectadas invariavelmente ao tempo passado como princípio ontológico do fenômeno histórico. Para além do ponto de vista filosófico, portanto, da perspectiva específica do (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  1
    SOBRE A DETERMINAÇÃO CONTEXTUAL DO QUE É DITO Uma Comparação de Duas Versões Do Contextualismo Radical.Eduardo Marchesan - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):173-194.
    RESUMO Duas versões contemporâneas do contextualismo radical em filosofia da linguagem, uma defendida por François Recanati e outra por Charles Travis, centram sua crítica à distinção tradicional entre semântica e pragmática na categoria de dito, tal como descrita por Paul Grice. Ambas as versões se contrapõem à ideia de que o que é dito é determinado plenamente pelo significado convencional da sentença proferida acrescido da fixação do valor de elementos indexicais. Ambas sustentam, a partir desta crítica, que uma enunciação não (...)
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Sobre a Determinação Contextual Do Que É Dito.Eduardo Marchesan - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):173-194.
    RESUMO Duas versões contemporâneas do contextualismo radical em filosofia da linguagem, uma defendida por François Recanati e outra por Charles Travis, centram sua crítica à distinção tradicional entre semântica e pragmática na categoria de dito, tal como descrita por Paul Grice. Ambas as versões se contrapõem à ideia de que o que é dito é determinado plenamente pelo significado convencional da sentença proferida acrescido da fixação do valor de elementos indexicais. Ambas sustentam, a partir desta crítica, que uma enunciação não (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  1
    Are Necessary Identities Ever Disbelieved?Ari Maunu - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):99-106.
    ABSTRACT The purpose of this paper is to bring out, by means of a simple thought experiment involving demonstratives, a discrepancy between what is expressed and what is believed, and to consider some consequences of this - most notably, whether we might hold, for example, that the ancients never believed that Hesperus is not Phosphorus. RESUMO O objetivo deste artigo é apresentar, por meio de um experimento mental simples envolvendo demonstrativos, uma discrepância entre o que é expresso e o que (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. O Cálculo E o Risco: Heidegger E Beck.Angela Luzia Miranda - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):73-97.
    RESUMO O propósito deste artigo é aproximar o significado do pensar calculador de Heidegger e a teoria sobre a sociedade do risco de Beck, considerando suas interpelações com o significado da técnica na modernidade. Porém, mais que tratar das aproximações entre ambos os pensadores, este estudo pretende também demonstrar a importância da filosofia da técnica de Heidegger para pensar o sentido do cálculo do risco e do risco do cálculo na sociedade do risco. Assim, argumenta-se que a teoria do risco (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  3
    Wittgenstein, Formalism, and Symbolic Mathematics.Anderson Luis Nakano - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):31-53.
    ABSTRACT In a recent essay, Sören Stenlund tries to align Wittgenstein’s approach to the foundations and nature of mathematics with the tradition of symbolic mathematics. The characterization of symbolic mathematics made by Stenlund, according to which mathematics is logically separated from its external applications, brings it closer to the formalist position. This raises naturally the question whether Wittgenstein holds a formalist position in philosophy of mathematics. The aim of this paper is to give a negative answer to this question, defending (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10. La Cuestión Judía Y la Carencia de Mundo En la Modernidad Desde la Perspectiva de Hannah Arendt.Anabella Di Pego - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):7-30.
    RESUMEN En este trabajo esperamos mostrar la relevancia del análisis arendtiano de la cuestión judía, y en particular de las políticas de asimilación y del proceso de secularización, para abordar el problema de la carencia de mundo en la época moderna. De este modo, la cuestión judía nos permite delinear una incisiva crítica a la configuración del mundo moderno, a la vez que esbozar una concepción ampliada del mundo a través de la reconstrucción de la tradición oculta de los judíos (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11. Sein Und Zeit: La Libertad Del Dasein Para Ser-Libre Como Mismidad. Análisis Fenomenológico de la Libertad Y la Mismidad En El § 44.Juan José Garrido Periñán - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):213-230.
    RESUMEN Este artículo de investigación intenta tematizar la mismidad del Dasein dentro de los límites intrínsecos del § 44 de Ser y Tiempo, en conexión plena con el existenciario verdad de la existencia, a fin de entender esta mismidad como un fenómeno eminente y ontológico de libertad. Tal derivación, en dirección a la libertad, mostrará que la conexión Dasein-Verdad solo puede ser realizada mediante un desarrollo de la mismidad del Dasein, entendida como un fenómeno relacionado con el “poner/quedar en libertad” (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  3
    Notas Sobre a Teoria da Normatividade Télica: Um Novo Capítulo da Epistemologia Das Virtudes de Ernest Sosa.João Carlos Salles - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):195-211.
    RESUMO Ernest Sosa é um dos mais importantes filósofos da contemporaneidade. Em plena atividade há mais de cinco décadas, sua obra toma agora a forma de uma teoria da normatividade télica, com a qual Sosa pretende coroar sua procura por uma "knowledgefriendly epistemology". Pretendemos mostrar que esta nova forma teórica instala-se bem no conjunto de sua reflexão epistemológica, procurando Sosa agora, de modo ainda mais preciso, dar resposta, por exemplo, às questões decorrentes do problema de Gettier, da intencionalidade e das (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13. Christian Thomasius E a Aufklärung.Diego Kosbiau Trevisan - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (145):151-172.
    RESUMO O presente artigo discute o papel de Christian Thomasius como pioneiro da Aufklärung, bem como a especificidade desta no contexto mais amplo do Iluminismo. A partir de uma discussão sobre os recentes estudos acerca do Iluminismo, será extraída uma diretriz interpretativa para avaliar a peculiaridade política e filosófica da Aufklärung. ABSTRACT This paper discusses the role of Christian Thomasius as a pioneer of the Aufklärung and the specific position of the latter in the broader context of the Enlightenment. Departing (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
 Previous issues
  
Next issues