Cadernos Espinosanos

ISSN: 1413-6651

26 found

View year:

  1.  4
    Resenha do livro When Spinoza Met Marx: Experiments in Nonhumanist Activity, de Tracie Matysik.Pedro Henrique Almeida Cabrera - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:285-297.
    Nesta resenha são apresentados alguns pontos fundamentais do livro de Tracie Matysik When Spinoza Met Marx: Experiments in Nonhumanist Activity. Na obra, a autora analisa detidamente alguns pensadores ligados à tradição alemã pós-Hegel: Heinrich Heine, Berthlod Auerbach, Moses Hess, Karl Marx, Johann Jacoby, Jakob Stern e Gueorgui Plekhanov. Seu foco é o modo como todos esses utilizaram o pensamento de Espinosa para compreender a noção de atividade e a possibilidade de transformação social. Espinosa era fundamental para o tema, pois seu (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. Carta de Descartes a Colvius de novembro de 1640: acerca da herança agostiniana da proposição cogito, ergo sum.Rafael Teruel Coelho - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:247-252.
    Trata-se de uma tradução de uma carta que Descartes remeteu a Colviu em novembro de 1640 na qual ele delimita as diferenças entre seu cogito e o penso, logo existo de Santo Agostinho.
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  1
    A determinação de um novo modo de vida em Espinosa e em Pascal.Gabriel Frizzarin de Souza - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:203-245.
    Espinosa e Pascal, respectivamente no proêmio do Tratado da Emenda do Intelecto e no opúsculo Sobre a conversão do pecador, colocam em cena a explicação de um processo que implica a instituição de um novo modo de vida e que representa, para a alma ou para a mente humana, uma profunda renovação de valores. Nessa explicação, ambos os autores abordam temas como a consideração por um bem verdadeiro, a perturbação entre tal consideração e a estima pelo que até então era (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  3
    Espinosa e a neurobiologia: os usos do modelo das relações corpo/mente em Changeaux, Damasio e Atlan.Chantal Jaquet & Gabriel Frizzarin de Souza - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:17-64.
    A concepção espinosista das relações entre o corpo e a mente é frequentemente apresentada como um modelo e uma referência na biologia e na neurobiologia contemporâneas, como testemunham as obras de Jean-Pierre Changeux, de Antonio Damasio ou de Henri Atlan. Apesar de suas profundas diferenças, esses pesquisadores expõem de maneira análoga três teses que fazem de Espinosa um precursor: o monismo psicofísico, a dualidade de expressão da unidade corpo/mente e a ausência de interação e de causalidade recíproca. Esse artigo se (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  2
    A máquina s'imaginante de Spinoza.Diego Lanciote - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:155-184.
    Esse texto propõe a hipótese da “máquina s’imaginante” como sendo o constructo fundamental da teoria da imaginação de Spinoza e pretende justificar certa leitura que permita tal denominação. Para tanto, parte-se da noção de _contemplari externè_ para, em seguida, explanar a noção interpretativa de _simul desconcertante_, a qual desempenha importante papel a fim de forjar a noção de _centramento em si_, noção que permite captar os efeitos de interioridade e exterioridade relativas ao indivíduo humano e cujo engendramento faz a natureza (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  4
    Espinosa e a diversidade entre estudantes do Ensino Médio.Benito Maeso - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:129-153.
    Dentro do programa curricular da Base Nacional Comum para o Ensino Médio, a promoção da ética e dos direitos humanos é uma categoria constitutiva do programa das Ciências Humanas, no geral, e da Filosofia, em particular. Com base neste pressuposto, o artigo relata uma experiência de abordagem sobre questões de etnia, gênero e sexualidade em turmas do 2º ano do Ensino Médio do IFPR, campus Colombo, a partir de uma leitura de elementos selecionados da Ética e do Tratado Teológico-Político de (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  3
    Questões sobre a liberdade, a necessidade e o acaso, de Thomas Hobbes: resenha da tradução de Celi Hirata.Patricia Nakayama - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:253-260.
    Trata-se de uma resenha da tradução de Celi Hirata das Questões sobre a Liberdade, a Necessidade e o Acaso de Thomas Hobbes.
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  3
    Comparando os incomparáveis: resenha do livro Infini et disproportion chez Pascal, de João Cortese.Luís César Guimarães Oliva - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:265-267.
    Trata-da resenha do livro Infini et disproportion chez Pascal, de João Cortese.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  2
    Curadoria de ideias: resenha para a nova edição do Tratado da Emenda do Intelecto, de Espinosa.Luís César Guimarães Oliva - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:261-263.
    Trata-se de uma resenha sobre a tradução da obra Tratado da Emeneda do Intelecto, de Espinosa.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  2
    Uma filosofia do encontro: resenha do livro O tempo e a ocasião, o encontro Espinosa Maquiavel, de Vittorio Morfino.Ricardo Polidoro - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:279-283.
    Trata-se da resenha do livro O tempo e a ocasião, o encontro Espinosa Maquiavel, de Vittorio Morfino.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  3
    O cosmopolitismo exclui a guerra? Leibniz crítico da ideia de paz perpétua.Paul Rateau & Abel Beserra - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:65-128.
    O objetivo deste artigo é examinar a natureza do cosmopolitismo leibniziano e os fundamentos sobre os quais ele repousa. Procura-se resolver a aparente contradição entre, por um lado, a defesa de um cosmopolitismo científico e teológico-moral e, por outro, um certo “realismo” político, orientado pelo conhecimento preciso das relações internacionais, com a consideração dos interesses particulares dos Estados e a preocupação de preservar o “equilíbrio da Europa”. O artigo busca mostrar como esse cosmopolitismo não implica uma rejeição, por princípio, da (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  4
    A aposta no transindividual: resenha do livro Intersoggettività o Transindividualità, de Vittorio Morfino.Homero Santiago - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:269-278.
    Resenha de: Vittorio Morfino, Intersoggettività o transindividualità. Materiali per un’alternativa, Castel di San Pietro Romano, Manifestolibri, 2022.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  3
    Mundos (in)compossíveis: o fundamento em Leibniz e Deleuze.Yasmin de Oliveira Alvez Teixeira - 2023 - Cadernos Espinosanos 49:185-202.
    Para construir seu próprio edifício filosófico em _Diferença e Repetição_, Deleuze dedicou-se no início de sua trajetória à pesquisa sistemática daquilo que chamou de “linhagem menor” em história da filosofia. Neste artigo buscamos explorar especificamente o embate deleuziano com o pensamento de Leibniz, situado no limiar dessa linhagem. Embora uma monografia mais extensiva tenha sido publicada por Deleuze apenas décadas mais tarde, seguimos a hipótese de que seus primeiros esboços críticos sobre o pensamento leibniziano aparecem já no seminário _O que (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. Resenha de Pieter Bruegel: Le Tableau Ou la Sphère – Pour Une Reforme Théologico-Politique de L'Entendement.Bernardo Bianchi - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:341-349.
    Trata-se aqui da resenha do livro _Pieter Bruegel: le tableau ou la sphère infinie – pour une reforme théologico-politique de l’entendement_, de Laurent Bove, publicado em 2019. O livro explorando, de um ponto de vista espinosista, o tema da “segunda natureza”, o qual, anunciado _en passant_ em _La stratégie du conatus: affirmation et résistance chez Spinoza_, de 1996, ganhou centralidade em suas monografias publicadas na última década: _Vauvenargues ou le séditieux_, de 2010, e_ Albert Camus, de la transfiguration_, de 2014. (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  6
    O Cogito Como Encontro Entre Pensar e Ser.Marcos Alexandre Borges - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:75-97.
    O presente artigo visa investigar se a afirmação eu sou, eu existo, presente no quarto parágrafo da Segunda Meditação, expressa única e exclusivamente uma existência, ou se é a expressão, também, do conhecimento sobre o que é o Eu que se descobre existente. Para tanto, além dos textos cartesianos, serão abordadas algumas linhas interpretativas que se ocupam desta questão sobretudo as teses de Alquié, Frankfurt e Marion. A partir da discussão realizada, pretende-se defender que o eu sou, eu existo expressa, (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  3
    Uma Leitura Espinosana de "a Náusea": A Melancolia de Roquentin.Ágatha Cavallari - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:209-233.
    Este artigo pretende analisar a noção de melancolia tal como apresentada na caracterização de Roquentin, protagonista do romance sartriano _A náusea_, à luz da análise espinosana sobre os afetos, nas partes III e IV da _Ética_. No livro de Sartre, podemos observar sugestões constantes sobre a peculiar tristeza do personagem, baseadas em sua relação com a descoberta da contingência. Por outro lado, de acordo com a necessidade ontológica, as considerações de Espinosa sobre os afetos afirmam a impotência do melancólico e (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  2
    Investigação Política: Uma Questão de Método.Matheus Romero de Morais - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:299-324.
    O presente artigo visa discutir a função introdutória do capítulo I do _Tratado Político _de Espinosa. Para tanto, ressaltaremos alguns aspectos fundamentais presentes no movimento argumentativo do texto, como a centralidade dos afetos para o raciocínio político e a necessidade de um método investigativo que articule experiência e razão.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  3
    Ceticismo Acadêmico Nas "Règles Pour la Direction de l'Esprit (I, II, III, IV) de Descartes.Marcelo de Oliveira - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:157-179.
    O ceticismo acadêmico se encontra utilizado na formulação dos preceitos epistêmicos para a reformulação da ciência, nas _Règles Pour La Direction De L’Esprit _ ( 1701, Amsterdam, texto póstumo e inacabado). O probabilismo de Carnéades, compreendido como o principal vetor do ceticismo acadêmico na modernidade, fundamenta a certeza. Outras teses para a correção epistêmica do espírito parecem advir da tradição acadêmica, como a de fi nição de _science _ como _sagesse_, por exemplo ( _Règle _ _I_ ). Desse modo, a (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  7
    Comparação da Noção de Morte Entre Spinoza e Filósofos Judeus.Nei Ricardo de Souza - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:127-156.
    As influências da filosofia judaica na obra de Spinoza têm sido recorrentemente pesquisadas, mas nenhum trabalho abordou especificamente o tema da morte. O objetivo deste artigo, portanto, é descrever as concepções de morte nos filósofos judeus lidos por Spinoza e compará-las com a noção de morte concebida por ele. O método utilizado foi a revisão bibliográfica das principais obras dos autores aqui considerados, como Maimônides, Gersonides, Hasdai Crescas, Ibn Ezra e Ibn Gabirol, seguida da comparação com Spinoza. Concluímos que Spinoza (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  2
    Essência e Existência: Duas Ordens de Causalidade, Dedução Dos Modos Finitos e a Liberdade Em Espinosa.Giorgio Ferreira - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:41-74.
    O presente artigo tem por meta analisar a possibilidade de conciliação entre a determinação e a liberdade em Espinosa. Dessa maneira, o artigo iniciará tratando das duas séries causais indicadas por Espinosa no §100 do TIE: a “série das coisas fixas e eternas” e a “série das coisas singulares mutáveis”. A abordagem dessas duas séries causais tem por meta compreender o que as distingue e as implicações dessa distinção para a filosofia de Espinosa. Em seguida analisar-se-ão as noções de essência (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  3
    A Individuação Das Meras Enteléquias Em Leibniz.Edgar Marques - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:15-40.
    Analiso e critico neste artigo a solução apresentada por Robert Brandom para o problema por ele formulado acerca do critério de distintividade das percepções presentes nas meras enteléquias. Brandom considera ser problemática a vinculação entre distinção e consciência feita por vários intérpretes de Leibniz com o propósito de dar conta dos diferentes graus de distinção das percepções, pois tal vinculação somente pode ser válida para almas e espíritos, não se aplicando às enteléquias, as quais não são dotadas de nenhum tipo (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  7
    A Derradeira Proposição da Ética.Paulo Vieira Neto - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:235-258.
    A última proposição da Ética exige, para sua compreensão, a anamnese de todas as partes anteriores da Ética, de uma forma tal que o leitor possa compreender a convergência entre os conceitos de ação, de felicidade e de virtude. Para tanto é necessária uma análise pontual da Proposição 42 da Quinta Parte da Ética e de seu corolário, especificando a diferença entre o sábio e o ignorante a partir do _conatus_ e do poder de ação inerente a cada um.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  1
    O Estado Entre a História e a Eternidade.Albano Pina - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:99-125.
    A dissolução (ou morte) estatal é uma preocupação comum a todos os autores contratualistas. Na sua maioria, eles consideram o estado um corpo mortal que, bem ou mal constituído, está inevitavelmente condenando a dissolver- se. E quanto a Espinosa? Acaso pensa o autor que o corpo político, tal como o corpo humano, tem uma morte certa, inevitável; ou julga, pelo contrário, que o estado pode ser eterno? Esta é a questão a que aqui se procura responder, analisando, para isso, várias (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24.  1
    Resenha Do Livro "de Cera À Carne", de José Marcelo Siviero.Silvana de Souza Ramos - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:337-340.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  7
    Espinosismo da Física de Schelling.Mariana Alkimin Rincon - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:181-207.
    O seguinte texto analisa uma passagem da _Introdução ao esboço do sistema da filosofia da natureza _ de 1799 escrito por Schelling, em que este equipara o projeto de sua filosofia da natureza à realização de um “espinosismo da física”. A compreensão de tal designação passa por, pelo menos, dois momentos. O primeiro se refere à sistematicidade pressuposta da forma de sua filosofia, que, por sua vez, se propõe rigorosamente científica. O segundo apresenta sua oposição à compreensão materialista e mecanicista (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  3
    O Conceito de Beatitude Em Fichte e Espinosa: Implicações Morais e Políticas Do Idealismo e Do Dogmatismo.Lucas Damián Scarfia - 2023 - Cadernos Espinosanos 48:259-297.
    Neste artigo procuro expor a forma pela qual aparece o conceito de beatitude ( _Seligkeit_ - _beatitudo_ ) no pensamento de Fichte e de Espinosa. Tendo isso em vista, ressalto a importância de considerar os fundamentos metafísicos dos seus sistemas filosóficos para poder compreender suas implicações práticas - em particular as morais e políticas - a respeito do sentido que aquele conceito adota. Assim, pretendo analisar a metafísica fichteana do ansiar ( _Sehnen_ ) como base da sua concepção da beatitude (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
 Previous issues
  
Next issues