Segunda natureza e justiça em Blaise Pascal

Princípios 14 (22):145-165 (2007)

Abstract
O presente artigo pretende mostrar que o conceito de segunda natureza ocupa um lugar central no pensamento de Blaise Pascal, sendo o fundamento das suas reflexões políticas, dentre as quais emergem aquelas em torno do conceito de justiça. Para tanto, mostra como o conceito de segunda natureza, embora tenha sua origem em categorias teológicas, situa-se já no plano metafísico, de onde se impõe como fundamento da existência histórico-temporal do homem. Deste modo, o conceito de segunda natureza possibilita a Pascal pensar um conceito de justiça que, afastando-se do Direito Natural moderno, se apóia em bases históricas. No pensamento político pascaliano emergem, em primeiro plano, as concupiscências, a partir das quais se constituem a força, a imaginaçáo, os costumes e as leis, e, com elas, a distinçáo entre as grandezas de estabelecimento e as grandezas naturais. Com estas últimas categorias, Pascal transita de uma reflexáo genealógica da política, à qual se liga um conceito negativo de justiça, a uma reflexáo doutrinal, que possibilita um conceito positivo de justiça
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories (categorize this paper)
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 58,374
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Naturbegriff und moderne Ethik.Ludwig Slep - 2003 - Revista Portuguesa de Filosofia 59 (3):731 - 742.
A concepção multifacetada de natureza em Kant.Rosalvo Schütz - 2009 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 54 (1):238-256.
Poder, autoridade e tradição.José N. Heck - 2007 - Princípios 14 (21):05-38.

Analytics

Added to PP index
2013-04-12

Total views
6 ( #1,076,162 of 2,420,322 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #542,912 of 2,420,322 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes