Principia 43 (2022)

Abstract
A noção de justiça tem sido alterada ao longo do tempo, adaptando-se, assim, às necessidades humanas de mais eficácia nas normas que regem as relações interpessoais. Para a compreensão dessa evolução da concepção de justiça, é necessário voltar à realidade da Grécia Antiga e buscar em seus mitos explicações que visem embasar o pensamento contemporâneo. Diante disso, pretende-se analisar a tragédia grega Oresteia e mostrar a forma gradual de transição da justiça privada, aquela realizada com as próprias mãos para uma justiça pública, que necessita de um julgamento feito por um terceiro imparcial, e é desenvolvida nos tribunais. A partir disso, é criado o Tribunal do Areópago, que tem como principal objetivo realizar um julgamento imparcial do crime cometido por Orestes, e acaba por consolidar uma forma de justiça mais democrática, deliberativa e menos mecânica como a do Talião.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.12957/principia.2021.66706
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 71,379
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

A noção mítica de justiça em Eurípides e Platão.Jaa Torrano - 2014 - Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 13:17-23.
Democracia e Deliberação Pública em John Rawls.Fernando Danner - 2017 - Revista Opinião Filosófica 8 (1):25-39.
Soberania e Justiça em Rousseau.Thomaz Kawauche - 2013 - Trans/Form/Ação 36 (1):25-36.
Os limites do liberalismo: uma crítica comunitarista.Thadeu Weber - 2018 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 63 (1):323.
Justiça e Liberdade em Hegel.João Alberto Wohlfart - 2014 - Clareira: Revista de Filosofia da Região Amazônica 1 (2):71-89.
Requisitos Para Ministrar Justiça Eclesiástica.Martin Segú Girona - 2006 - Revista de Cultura Teológica 56:127-156.
Justiça Integra - A teoria da Justiça como fairness em John Rawls.Sônia T. Felipe - 1997 - Philósophos - Revista de Filosofia 2 (1):101-108.

Analytics

Added to PP index
2022-04-29

Total views
3 ( #1,362,841 of 2,519,681 )

Recent downloads (6 months)
3 ( #205,238 of 2,519,681 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes