Princípios 17 (28):211-236 (2010)

Authors
Jaimir Conte
Federal University of Santa Catarina
Abstract
 Meu objetivo neste artigo é destacar algumas das ideias centrais defendidas por Hume e, a fim de caracterizar a natureza de sua filosofia, contrapor duas interpretações frequentes de sua obra: a interpretação cética e interpretação naturalista. A fim de apontar as principais razões que estão por trás dessas duas interpretações que tentam apreender a natureza da filosofia de Hume, procuro abordar inicialmente alguns dos princípios centrais da teoria humeana e, em seguida, especialmente sua análise das inferências causais. No final, argumento que o ceticismo e o naturalismo de Hume não são incompatíveis. Ao contrário, devem ser entendidos como duas faces de uma mesma filosofia
Keywords David Hume  Ceticismo  Naturalismo
Categories (categorize this paper)
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy

 PhilArchive page | Other versions
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

The Naturalism of Hume (I.).Norman Smith - 1905 - Mind 14 (54):149-173.
Hume's New Science of the Mind.John Biro - 2009 - In David Fate Norton & Jacqueline Anne Taylor (eds.), The Cambridge Companion to Hume. Cambridge University Press.
The Naturalism of Hume (II.).Norman Smith - 1905 - Mind 14 (55):335-347.
Ceticismo e naturalismo: algumas variedades.P. F. Strawson & Jaimir Conte - 2008 - São Leopoldo, RS, Brasil: Editora da Unisinos.

View all 8 references / Add more references

Citations of this work BETA

Uma teoria naturalista da justificação das crenças na epistemologia de David Hume.Claudiney José de Souza - 2014 - Principia: An International Journal of Epistemology 18 (2):227.

Add more citations

Similar books and articles

A ontologia da Phronesis: a leitura heideggeriana da ética de Aristóteles.Roberto Wu - 2011 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 56 (1):95-110.
Hume e as bases científicas da tese de que não há acaso no mundo.Silvio Seno Chibeni - 2012 - Principia: An International Journal of Epistemology 16 (2):229-254.
Platão Hoje.André Leclerc - 1998 - Princípios 5 (6):33-44.

Analytics

Added to PP index
2013-04-12

Total views
146 ( #67,389 of 2,419,814 )

Recent downloads (6 months)
11 ( #61,497 of 2,419,814 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes