Abstract
Escrito em 1963, três anos depois do seminário sobre A ética da psicanálise, o texto de Jaques Lacan, Kant com Sade, possibilita férteis discussões a respeito da prática analítica. Quais os limites desta prática? Qual é a razão que a sustenta? A prática analítica é um saber, uma ética ou uma terapêutica? Quais os pressupostos que orientam a sua ação? É evidente que não dispomos de condições necessárias e suficientes para respondermos a tais perguntas no limite de um artigo, tampouco temos a pretensão de fazê-lo. Entretanto, as tomaremos como bússola em busca de pistas sobre a prática analítica lacaniana e o solo em que repousa até a década de 1960. A partir do texto Kant com Sade e do Seminário VII, A ética da psicanálise, ambos escritos por Lacan, buscaremos as semelhanças e diferenças irreconciliáveis entre a lei moral kantiana, a vontade de gozo sadeana e a ética psicanalítica, apontando que é a partir das consequências práticas, efetuadas pelo Marquês de Sade, da aplicação de uma razão pura, tal qual proposta por Kant, que Lacan buscará um novo horizonte para a prática analítica não mais baseada no desejo puro. Nesse sentido, tanto o filósofo alemão Immanuel Kant quanto o escritor francês Marquês de Sade, contemporâneos dos ares da modernidade, expõem um princípio universal pelo qual a ação é valorada. Princípio cuja execução evidencia sua dimensão ética, política e, com Lacan, clínica. Nessa pista, faremos uma discussão a propósito da perversão e da melancolia como limites à prática analítica.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.7213/1980-5934.33.058.ds09
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 64,231
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

.Ugo Fantasia - 2014 - 96 (2):437-454.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Ética e poder. A sujeição política, novo dilema ético.Castor Mari Martín Bartolomé Ruiz - 2008 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 53 (2):35-50.
A Tentação Hegeliana Em "do Texto À Ação".Marcos Fabio Alexandre Nicolau - 2011 - Pensando: Revista de Filosofia 2 (3):3-17.

Analytics

Added to PP index
2021-04-10

Total views
6 ( #1,108,742 of 2,455,410 )

Recent downloads (6 months)
5 ( #143,406 of 2,455,410 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes