A correspondência entre Espinosa e Oldenburg, ou os equívocos de duas ideologias

Discurso 31:285-322 (2000)

Abstract
No século XVII, Espinosa desempenha um papel filosófico relevante porque vive em um período central (1632-77), está em relação com núcleos decisivos da cultura (Amsterdã, Londres e Paris) e sua melhor contribuição consiste em aplicar o método científico a todos os campos do saber, sem excetuar a política, a moral e a religião. Para nossa contribuição, escolhemos sua correspondência com H. Oldenburg (1620-77), secretário da Royal Society. Em consequência da cronologia das cartas e de seus temas, trataremos dos seguintes pontos: 1) Os personagens; 2) Primeiro diálogo: objeções à metafísica; 3) Segundo diálogo: prevenções ante a religião; 4) Terceiro diálogo: desacordos acerca do cristianismo
Keywords Metafísica, religião, cristianismo, correspondência , Espinosa , Oldenburg
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.11606/issn.2318-8863.discurso.2000.38041
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

Our Archive


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 44,474
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Analytics

Added to PP index
2013-11-03

Total views
70 ( #119,913 of 2,273,284 )

Recent downloads (6 months)
7 ( #161,134 of 2,273,284 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes

Sign in to use this feature