Authors
Simone Fernandes
University of São Paulo
Abstract
Nos anos 1930 e 1940, Max Horkheimer investigou as origens da agressividade manifesta na vida social, sobretudo na forma do antissemitismo. Suas referências ao conceito de pulsão de morte divergem nestes contextos, uma distinção que se relaciona estreitamente a mudanças consideráveis em sua filosofia. A princípio, este conceito é preterido por reproduzir uma concepção ideológica que justifica e hipostasia o vínculo da civilização com a repressão pulsional, vínculo supostamente necessário em vista da ameaça de suas manifestações destrutivas para a vida em sociedade. Posteriormente, no entanto, foi compreendido como sintoma do retorno do impulso mimético recalcado, em uma investigação sobre o estatuto da subjetividade desde a sua formação arcaica. Este artigo analisa as premissas destas interpretações da pulsão de morte e os conflitos em sua recepção pela teoria crítica, que lançaram as bases para uma discussão ainda em andamento sobre a sua apropriação pela teoria social.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.5902/2179378645298
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 64,209
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

A Autonomia da Pulsão de Morte Na Metapsicologia Freudiana.Fabio Caprio Leite de Castro - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (2):62-101.
Para Além de Vida E Morte: Nietzsche, Freud E a Pulsão de Poder Absoluto.Diogo Barros Bogéa - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (2):382-405.
A Crítica de Wilhelm Reich À Pulsão de Morte Freudiana.Felipe Shimabukuro - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (2):328-347.
Do que depende a vida em sociedade?Francisco Verardi Bocca - 2012 - Trans/Form/Ação 35 (3):113-132.
Notas Sobre o Estatuto da Morte Na Concepção Freudiana de Vida.Pedro Fernandez de Souza - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (2):152-174.
O Sentido da Vida, Na Própria Vida.Alzirinha Souza - 2010 - Revista de Cultura Teológica 69:85-106.

Analytics

Added to PP index
2020-08-29

Total views
8 ( #983,489 of 2,455,351 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #449,153 of 2,455,351 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes