Uma solução artefactual para o problema da referência de objetos fictícios

Dissertation, Universidade Federal de Minas Gerais (2017)
  Copy   BIBTEX

Abstract

Nosso trabalho pretende traçar um percurso teórico sobre a referência de objetos fictícios. Para tanto, apresentamos o tratamento de Frege, Russell e Meinong com o intuito de fornecer o pano de fundo clássico sobre o qual nosso tema se encontra. Tentamos mostrar a insuficiência desse quadro clássico de teses tendo em vista suas soluções para a referência de objetos fictícios e o resultado esperado por nós. Por isso, sugerimos a linha argumentativa delineada por Kripke a partir de Naming and Necessity, passando por Vacuous Names and Fictional Entities até Reference and Existence: The John Locke Lectures, como uma alternativa para o estudo desses objetos. Não obstante, a despeito de sua faceta inovadora, tornou-se evidente o caráter incompleto das teses lançadas por Kripke. Todavia, a importância do arranjo kripkeano é claramente percebida a partir do estudo de perspectivas artefactuais da ficção que se baseiam em muitas das teses apresentadas. Nesse sentido, utilizamos a obra Fiction and Metaphysics da filósofa norte-americana Amie Thomasson com o intuito de mostrar os resultados dessa perspectiva para o problema da referência de objetos fictícios. Após analisarmos o aparato artefactual que a autora apresenta na obra, consideramos que a teoria thomasiana oferece as soluções que melhor se conectam com as nossas práticas linguísticas sobre objetos fictícios e a forma como lidamos com o problema da sua referência.

Links

PhilArchive

External links

  • This entry has no external links. Add one.
Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

Ontología fácil y sus consecuencias.Amie L. Thomasson - 2015 - Disputatio. Philosophical Research Bulletin 4 (5):247--279.
El sentido común en Saul Kripke como método.Carlos López Zaragoza - 2004 - Tópicos: Revista de Filosofía 26 (1):67-98.
Questões a uma teoria de quase-objetos.Dècio Krause - 2009 - Manuscrito 32 (2):399-436.
La gramática del error ético.Mario Montalbetti - 1990 - Areté. Revista de Filosofía 2 (1):231-248.
Was bedeutet "formale identität" bei Thomas Von aquin?Christopher Alexander Franke - 2017 - Kriterion: Journal of Philosophy 58 (137):251-269.

Analytics

Added to PP
2019-06-24

Downloads
278 (#68,914)

6 months
53 (#75,819)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Author's Profile

Francisco Lages
Federal University of Minas Gerais

Citations of this work

No citations found.

Add more citations

References found in this work

No references found.

Add more references