Trans/Form/Ação 21 (1):11-19 (1999)

Abstract
Este artigo considera que o riso desperta, pelo menos no mundo ocidental, um misto de cautela no trato social e prestígio de ordem terapêutica desde os tempos bíblicos. No século XVI, em particular, afora buscar-se conhecer a natureza do risível, amiúde recomendava-se rir com moderação por motivos não só de urbanidade, como também de fisiologia
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories (categorize this paper)
Reprint years 2011
DOI 10.1590/S0101-31731999000100002
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 59,864
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

The Doctrine of the Mean.Whitney J. Oates - 1936 - Philosophical Review 45 (4):382-398.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

O riso como parte do método filosófico.Jens Soentgen - 1999 - Philósophos - Revista de Filosofia 4 (1):39-66.
O corpo como princípio.Mário Fernando Bolognesi - 2001 - Trans/Form/Ação 24 (1):101-112.
Riso sardanio e riso sardonio da Omero a Nonno. Una storia di destini incrociati.Giuseppe Broccia - 2001 - Annali Della Facoltà di Lettere E Filosofia. Università di Macerata 34:9-54.
Satyricon E memórias póstUmas de brás cubas : Uma leitura burlesca E cômica acerca dos vícios da sociedade.Ana Paula Vasconcelos - 2011 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 1 (22):69-80.
Sociabilidade,moralidade e sensibilidade no século XVIII.Cláudio Araújo Reis - 1999 - Philósophos - Revista de Filosofia 4 (2):21-48.
A problemática do gênero elegíaco.Márcia Regina de Faria da Silva - 2010 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 2 (21):79-86.
Humanismo renascentista e subjetividade.Jordino Marques - 1999 - Philósophos - Revista de Filosofia 4 (2):135-150.
Maquiavel E o chamado de cícero.Lucas Eugênio Rocha Medeiros - 2012 - Cadernos Do Pet Filosofia 3 (6):60-69.
A elegia latina E a temática da morte.Márcia Regina de Faria da Silva - 2011 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 2 (23):61-67.
A dejanira de ovídio.Márcia Regina de Faria da Silva - 2009 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 2 (19):31-39.

Analytics

Added to PP index
2013-12-01

Total views
54 ( #190,807 of 2,433,124 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #463,753 of 2,433,124 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes