Authors
Norman Roland Madarasz
Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul
Abstract
O prestígio acadêmico adquirido pela bioética neste último meio século decorre, em parte, do fortalecimento dos espaços de liberdade social nas democracias representativas. No âmbito da ética, criou-se a noção de liberdade, mas sem as formas legalizadas da liberdade a ética não consegue crescer como fonte criativa das normas pelas quais formulam-se as múltiplas formas do juízo moral. Nesta época da pós-verdade e da produção estratégica de mentiras e de ódio políticos, o efeito sobre os sujeitos políticos parece indicativo de carência psicológica, educacional e sobretudo econômica. Diante este cenário, faz-se importante reconsiderar o afastamento da teoria da verdade como “filtro” dos discursos e das orientações políticas produzidas pela ética. A tarefa que se coloca à filosofia é a de estender a força conceitual e discursiva da bioética para contemplar formas de subjetividade em ruptura com uma estrutura de Estado produtora de injustiça. Para tanto, analisamos criticamente a proposta de uma bioética das verdades, filtro separador no sistema de Alain Badiou pelo qual se organiza a relação entre ontologia, fenomenologia e as condições históricas de produção de verdades.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.15448/1984-6746.2019.3.35598
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 65,593
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Verdades sem significado: ontologia, ética e política em Alain Badiou.Lucas Camarotti - 2011 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 19:77-104.
O Amor No Tempo Da Hipótese Comunista.Norman Madarasz - 2011 - Ethica: Cadernos Acadêmicos 18 (1):55-70.
¿Es la Bioética una nueva ética médica?Jimmy Washburn - 2008 - Azafea: Revista de Filosofia 10 (1).
Una Sola Ética Para la Vida: Por Una Bioética Ecológica.Carmen Velayos - 2005 - In López de la Vieja & Ma Teresa (eds.), Bioética: Entre la Medicina y la Ética. Ediciones Universidad Salamanca. pp. 91--83.

Analytics

Added to PP index
2020-05-21

Total views
7 ( #1,048,626 of 2,462,044 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #448,768 of 2,462,044 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes