História sem Redenção: a oposição a Bossuet e a gênese da filosofia da história voltairiana

Doispontos 9 (3) (2012)
  Copy   BIBTEX

Abstract

presente trabalho busca explicitar alguns elementos da concepção voltairiana da história (e do historiador). A intenção não é a de inventariar, segundo uma ordem cronológica, a formação de uma filosofia da história em Voltaire, mas tão somente apresentar uma face dessa gênese, a saber, a crítica à teologia da história, que se encontra embasando aquele ponto de vista.  Não há dúvida de que o erro faz parte do homem. Assim como a superstição, o fanatismo, o ódio, o crime, a guerra e todos os demais efeitos do erro. No entanto, à força de destruir o erro, a verdade foi cultivada. Com efeito, o combate ao erro é um impulsionador dos homens e semelhante guerra se passa na história: a história dos progressos do espírito. Não há uma condenação perpétua do homem à ignorância e, por isso mesmo, não faz sentido conceber a história a partir de uma redenção, que indica à humanidade sua incapacidade de encontrar, por si mesma, os caminhos da superação de seus erros. Uma história sem redenção; estamos diante de uma das ambições mais importantes do pensamento voltairiano. Com ela nasce o desejo de eliminar o miraculoso, o misterioso que envolve o entendimento da história, retirando-lhe a crença ingênua no fantástico, por um lado, e a névoa espessa que a culpa e a criminalidade original lhe impuseram, por outro

Links

PhilArchive



    Upload a copy of this work     Papers currently archived: 74,480

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

Ensaio de Introdução à Filosofia da História.José Nicolao Julião - 2010 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 55 (3):236-250.
Eduardo González Di Pierro, De la Persona a la Historia. Antropología Fenomenológica y Filosofia de la Historia En Edith Stein. [REVIEW]Antonio Calcagno - 2012 - Symposium: Canadian Journal of Continental Philosophy/Revue canadienne de philosophie continentale 16 (2):281-284.
Kant: critica e história.Abrahão Costa Andrade - 2002 - Princípios 9 (11):126-144.
A História da Filosofia na aprendizagem/ensino da Filosofia.Joaquim Cerqueira Gonçalves - 1996 - Revista Portuguesa de Filosofia 52 (1/4):407 - 415.
Pozór wzniosłości. Między historią a post-historią.Tomasz Kozak - 2009 - Kronos - metafizyka, kultura, religia 3 (10).
História da loucura de Michel Foucault como uma “história do outro”.Rafael Haddock-Lobo - 2008 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 53 (2):51-72.
A Filosofia da História de Oliveira Martins.Norberto Cunha - 1995 - Revista Portuguesa de Filosofia 51 (3/4):487 - 535.
É possível uma Filosofia da História?Carlo Giacon - 1953 - Revista Portuguesa de Filosofia 9 (3):251 - 277.
Obras Sobre História da Filosofia.A. Morão - 1966 - Revista Portuguesa de Filosofia 22 (3):301 - 310.
Medicina e Médicos na História da Filosofia em Portugal.Luís De Pina - 1955 - Revista Portuguesa de Filosofia 11 (3/4):416 - 454.

Analytics

Added to PP
2013-04-12

Downloads
15 (#692,899)

6 months
1 (#417,896)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Citations of this work

No citations found.

Add more citations

References found in this work

No references found.

Add more references