A Vida é Bela (La vita é bella de Roberto Benigni, 1998): Uma Análise deste filme à luz da Filosofia de Schopenhauer

Cadernos Do Pet Filosofia 1 (2):p - 44 (2010)

Authors
Abstract
Este artigo é o resultado de uma atividade do PET-Filosofia denominada Cine-PET. Nesta atividade são exibidos alguns filmes e depois há uma discussão filosófica sobre o conteúdo dos mesmos. Neste filme – La vita é bella –, foram analisadas as idéias de otimismo, ilusão e representação para o querer-viver perpassadas pelo filme à luz da idéia de Schopenhauer sobre a Vontade como a verdadeira essência do mundo. A Vontade, para Schopenhauer, é caracterizada por ser um impulso cego, desejante e insaciável, que por isso, constitui o sofrimento e as dores de todos os seres do mundo
Keywords representação  Vontade de vida  Schopenhauer
Categories (categorize this paper)
Reprint years 2011
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

Our Archive


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 46,330
Through your library

References found in this work BETA

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Storie di macchine. [REVIEW]Achille C. Varzi - 1999 - la Rivista Dei Libri 9 (11):29–31.
A origem da Vida: Uma descoberta surpreendente.Josiney A. Souza - 2013 - Revista de Teologia 7 (11):p. 108-118.
A origem da Vida: Uma descoberta surpreendente.Dr Josiney A. Souza - 2013 - Revista de Teologia 7 (11):108-118.
Para uma análise da filosofia de Inácio Monteiro.António Martins - 1973 - Revista Portuguesa de Filosofia 29 (3):267 - 288.

Analytics

Added to PP index
2013-10-29

Total views
67 ( #130,813 of 2,286,072 )

Recent downloads (6 months)
4 ( #319,399 of 2,286,072 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes

Sign in to use this feature