Reflexus 14 (1):177-200 (2020)

Authors
Felipe Nogueira de Carvalho
Federal University of Minas Gerais
Abstract
A doutrina do renascimento transmite a ideia de uma perspectiva temporal mais extensa, que abarca múltiplas vidas. Mas a medida em que o buddhismo chega à modernidade, outras interpretações começam a aparecer. Um exemplo é a interpretação psicológica de Ajahn Buddhadāsa, segundo a qual o termo “renascimento" se refere ao surgimento sucessivo da ideia do “eu" a cada instante de consciência. Esta interpretação diminui consideravelmente a extensão da perspectiva temporal ligada ao renascimento. Contra esta interpretação, Thānissaro Bhikkhu argumentou que uma perspectiva temporal mais extensa é necessária para a compreensão de conceitos centrais do buddhismo como kamma ou dukkha. O objetivo principal deste artigo será investigar o papel da temporalidade na compreensão desses conceitos. Aliviando as preocupações de Thānissaro Bhikkhu, irei argumentar que uma perspectiva temporal mais restrita parece ser igualmente capaz de prover os elementos necessários para a compreensão profunda e completa dos principais ensinamentos buddhistas.
Keywords temporalidade  renascimento  dukkha  kamma  budismo Theravada
Categories (categorize this paper)
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy

 PhilArchive page | Other versions
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Heidegger y Kant.Modesto Berciano Villalibre - 2005 - Revista Portuguesa de Filosofia 61 (3):819-839.
A Temporalidade Em “L’Être Et le Néant”.Gustavo Fujiwara - 2019 - Kriterion: Journal of Philosophy 60 (144):563-585.
Temporalidade e historicidade em Ilya Prigogine.Rodrigo Carvalho - 2016 - Goiânia, GO, Brasil: Editora UFG.
Uma Reflexão Sobre a Temporalidade No "Parmênides" de Platão.Gérson Pereira Filho - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (1):86.
Finitud y Tiempo En Kant y En Heidegger.Modesto Berciano - 2005 - Revista Portuguesa de Filosofia 61 (3/4):819 - 839.

Analytics

Added to PP index
2020-07-01

Total views
29 ( #342,421 of 2,348,441 )

Recent downloads (6 months)
29 ( #24,295 of 2,348,441 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes