Authors
Carl S. O'Brien
University of Heidelberg
Abstract
O Banquete de Platão serve-se de recursos dramáticos diversos, tais como a história-moldura, a organização dos discursos e o ensino de Diotima enquanto meios de orientação do leitor pela mensagem filosófica subjacente, a qual inclui um exame do sistema socrático de educação. Os discípulos de Sócrates demonstram notável entusiasmo pela filosofia, mas parecem incapazes de distinguir o amor por Sócrates do amor pela sabedoria. Agatão ocupa posição de destaque: devido a um trocadilho com o seu nome, a jornada do jantar em sua casa se tornará na ascensão em direção ao Bem. Além disso, ele representa a educação sofística e poética, assim como cada um dos oradores representa algum tipo particular de conhecimento, o que implica que não se deveria simplesmente impingir pedantismo a Eurixímaco, ou tomar o discurso de Aristófanes enquanto um interlúdio cômico. Eles formam, antes, uma complexa rede intertextual. Alcibíades exibe as fraquezas de um homem inábil ou relutante em seguir a totalidade do ensino socrático. Sua solicitação de ser conduzido por Agatão simboliza a incapacidade de encontrar o próprio caminho do Bem, ao passo que a interrupção da ordem bem organizada do banquete pelos boêmios lembra a atitude dos tiranos e de outros homens hostis à filosofia. Apesar dessa crítica aos estudantes de Sócrates, o Banquete finaliza com uma nota positiva. As ações finais de Sócrates ocupam-se das outras pessoas – uma crítica implícita a quem sustenta que a filosofia subverte os laços sociais
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories (categorize this paper)
DOI 10.14195/1984-249x_9_7
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 63,339
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

Plato and Erotic Reciprocity.David M. Halperin - 1986 - Classical Antiquity 5 (1):60-80.

View all 16 references / Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Eros, Paideia E Filosofia: Sócrates Entre Diotima E Alcibíades.Franco Ferrari - 2012 - Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 9:65-71.
Os sentidos da Eleuthería na República de Platão.Anastácio Borges de Araújo Júnior - forthcoming - Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental.
Evolução versus criação: falso dilema.João A. MacDowell - 2011 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 56 (2):84-120.
Zubiriy, Post-Modernism, and Plato.Gary M. Gurtler - 2000 - Revista Portuguesa de Filosofia 56 (3/4):559 - 572.
Poros E Penia: Privação Ou Ambivalência Do Amor?Juliano Paccos Caram - 2012 - Archai: Revista de Estudos Sobre as Origens Do Pensamento Ocidental 9:107-116.
Platão Hoje.André Leclerc - 1998 - Princípios 5 (6):33-44.

Analytics

Added to PP index
2013-04-19

Total views
14 ( #707,842 of 2,448,738 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #445,251 of 2,448,738 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes