Necessidade e contigencia a partir da potencia racional em Aristoteles

Dissertation, University of Campinas (2006)

Abstract

Advertimos que não temos como propósito a releitura de algum ponto específico de alguma parte da obra de Aristóteles ou uma nova interpretação acerca de alguma passagem, conceito ou ‘doutrina’ do corpus. Pretendemos tão somente estabelecer certo percurso de análise de um dos importantes conceitos da sua filosofia, a saber, o lógos, a partir da investigação de outro conceito de fundamental importância nos seus textos, a potência, percurso esse que conduz a um aparente paradoxo (o qual constituir-se-á no objeto norteador da nossa pesquisa), qual seja, por um lado, de uma perspectiva física, o lógos confere potencialidade para o homem não ficar totalmente sujeito à necessidade do mundo sublunar, permitindo-lhe agir na contingência que este comporta; por outro, de um ponto de vista prático, esse mesmo lógos tende a encerrar o homem em certa necessidade.

Download options

PhilArchive

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Analytics

Added to PP
2016-12-25

Downloads
135 (#88,971)

6 months
8 (#90,445)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Similar books and articles

Descartes, Espinosa E a Necessidade Das Verda­des Eternas.Homero Santiago - 2002 - Cadernos de História E Filosofia da Ciência 12 (1/2).
Sobre a mediedade em Aristóteles: generalização e circunst'ncia.João Hobuss - 2004 - [email protected] - An International Journal for Moral Philosophy 3 (1):47-60.
Aristotelian Ethics in Marx?Alexandre Lima - 2014 - Trans/Form/Ação 37 (2):11-30.
O “Caso De Necessidade” Na Ordem Política.Diogo Aurélio - 2002 - Cadernos de História E Filosofia da Ciência 12 (1/2).
A Tentação Hegeliana Em "do Texto À Ação".Marcos Fabio Alexandre Nicolau - 2011 - Pensando: Revista de Filosofia 2 (3):3-17.