Aprender a filosofar ou aprender a filosofia: Kant ou Hegel?

Trans/Form/Ação 30 (2):197-217 (2007)
  Copy   BIBTEX

Abstract

O presente artigo pretende mostrar uma dupla perspectiva do ensino da filosofia proposto de forma disjuntiva: aprender a filosofar ou aprender a filosofia, representada, respectivamente, por Kant e por Hegel. A análise dessa questão será desenvolvida dentro do contexto da filosofia kantiana, nela destacando três aspectos: a) o ideal de perfectibilidade do gênero humano; b) o preceito da Aufklärung do pensar por si mesmo e o exercício crítico da razão, e c) a necessidade da coação como instrumento para o cumprimento do caráter normativo da conduta humana. Estes aspectos serão, também, abordados na filosofia de Hegel, bem como as suas conseqüências para o ensino da filosofia, e da possibilidade de uma escolha não disjuntiva de uma ou de outra perspectiva

Links

PhilArchive



    Upload a copy of this work     Papers currently archived: 91,219

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

Aprender a leer con Hegel.Angel Gabilondo Pujol - 1998 - Convivium: revista de filosofía 11:161-167.
Hegel e a história mundial.Leonardo Alves Vieira - 2006 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 51 (1):69-83.
Hegel e Filosofia Analítica.Robert B. Brandom - 2011 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 56 (1):78-94.
História da educação: uma forma de aprender.Roseli Maria Bergozza - 2009 - Conjectura: Filosofia E Educação 14 (2):255-260.
Filosofia: o paradoxo de aprender e ensinar.Andréia Bonho Borba - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (3):208-212.

Analytics

Added to PP
2013-12-01

Downloads
77 (#208,367)

6 months
5 (#544,079)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Citations of this work

No citations found.

Add more citations