O modelo liberal e republicano de liberdade: uma escolha disjuntiva?

Trans/Form/Ação 34 (1):43-66 (2011)
  Copy   BIBTEX

Abstract

Este artigo tem por objetivo apresentar duas maneiras de compreender a liberdade: a liberdade negativa do liberalismo, definida como a esfera do livre agir do indivíduo pela ausência de impedimentos externos, e que se norteia pelo paradigma jurídico dos direitos individuais; e a liberdade política do republicanismo, que se define como não-dominação e se orienta pelo paradigma das virtudes cívicas da cidadania. Um outro propósito consiste em mostrar que a oposição entre o ponto de vista jurídico-liberal e o republicanismo não está na aceitação ou na recusa da liberdade e dos direitos individuais. A divergência repousa, antes, sobre a maneira pela qual essa liberdade e direitos podem ser fundamentados: se pela via do individualismo e subjetivismo, que subordina a sociedade e o direito como instrumentos para a realização e proteção dos direitos individuais, ou pela via comunitarista e cívica. Desse modo, o conceito republicanismo de liberdade, sem abandonar a conquista liberal do pluralismo e da liberdade negativa, pode contribuir para uma efetiva ampliação e garantia dos princípios democráticos de uma sociedade moderna

Links

PhilArchive



    Upload a copy of this work     Papers currently archived: 91,202

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

O conceito de liberdade em Paley E o eclipse do republicanismo.Rogério Antônio Picoli - 2013 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 22:141-158.
Rawls, Hegel e o liberalismo da liberdade.Cesar Augusto Ramos - 2005 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 50 (1):41-65.
O Conceito de Pessoa.Maria Clara Dias - 1996 - Discurso 27 (1):181-199.
O direito de ter para ser livre.Marly Carvalho Soares - 2011 - Conjectura: Filosofia E Educação 16 (1):46-68.
Rousseau: Liberdade civil, convenção E república.Claudio Boeira Garcia - 2012 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 21:99-108.

Analytics

Added to PP
2013-12-01

Downloads
24 (#617,476)

6 months
2 (#1,136,865)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Citations of this work

Os elementos republicanos na toler'ncia de John Locke.Antônio Carlos dos Santos - 2014 - Kriterion: Journal of Philosophy 55 (130):499-513.

Add more citations

References found in this work

No references found.

Add more references