Authors
Neiva Panozzo
Universidade de Caxias do Sul
Abstract
Este artigo é um recorte do projeto de pesquisa “Leitura de imagens no ensino de História: um estudo sobre mudanças e permanências nas prescrições, livro didático e representações culturais”. Ele apresenta uma análise, dentre as muitas possíveis, da condição leitora na obra Cuore, escrita por Edmondo De Amicis, traduzida para o português brasileiro com o título Coração. Centenário, o livro teve sua primeira edição publicada no ano de 1886, na Itália, e tornou-se um grande sucesso editorial, principalmente por ter sido adotado nas escolas. Nesta investigação, foram analisados quatro exemplares publicados na metade do século XX no Brasil, com enfoque na materialidade da obra. Buscou-se identificar as relações entre as características de apresentação do livro, identificadas nas capas, nas ilustrações e na escolha da linguagem, com a prática de leitura. Esta investigação baseia-se nas considerações de Chartier sobre o livro escolar como objeto de circulação. Outros estudos fundamentais, que tratam da análise do projeto gráfico, da função da ilustração e da leitura enquanto prática social, são aqui apresentados e discutidos, respectivamente, a partir de Collaro, Camargo e Kleiman. Como método de análise, optou-se pelo estudo bibliográfico, pela busca e análise de diálogos informais sobre a experiência leitora da obra, e por pesquisa de campo em bibliotecas e hemerotecas. Em relação aos resultados, a presente investigação permitiu concluir que: o livro Coração circulou no Brasil, sobretudo na região nordeste do Estado do Rio Grande do Sul; a padronização dos exemplares no formato bolso do livro possibilitou acessar mais facilmente os seus destinatários, inclusive pelo valor de venda, possível graças ao investimento em altas tiragens para distribuição e circulação interna na Itália e também no exterior; o projeto editorial, no decorrer do tempo, reuniu aspectos visuais que dinamizam e promovem o estímulo à leitura; a prática de leitura do livro em voz alta, usada pelos professores na escola, foi força persuasiva à leitura e contribuiu à sensibilização dos alunos aos conteúdos dos contos presentes na obra.
Keywords History  History of Education  História  História da Educação  Image reading  Leitura de imagens  Livro escolar  Objeto de leitura.  Reading object.  Schoolbook
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.18226/21784612.v27.e022008
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 70,130
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Modos e práticas leitoras, desafios do digital.Justino Magalhães - 2022 - Conjectura: Filosofia E Educação 27:022009.
Hermenêutica E Leitura da História Em Joaquim de Fiore.Noeli Dutra Rossatto - 1998 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 43 (3):513.
Marques Ilustrando as Imagens Do "Sofista" de Platão.Diogo Noberto Mesti - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (1):134.
Conhecimentos práticos e tradição gestual: um estudo sobre os manuais de encadernação.Fernanda Kelly Silva de Brito - 2020 - Circumscribere: International Journal for the History of Science 25:58.

Analytics

Added to PP index
2022-04-05

Total views
1 ( #1,545,562 of 2,506,442 )

Recent downloads (6 months)
1 ( #416,997 of 2,506,442 )

How can I increase my downloads?

Downloads

Sorry, there are not enough data points to plot this chart.

My notes