Abstract
O artigo é um ensaio teórico com o propósito de discutir as implicações do conceito de trabalho, na perspectiva do filósofo húngaro György Lukács, no campo da política educacional. Em tempos em que a educação brasileira se distancia de um projeto de emancipação do indivíduo, dadas as configurações que vem assumindo as políticas educacionais nos últimos anos, particularmente as políticas curriculares para o ensino médio, parece apropriada a análise do trabalho em sua matriz ontológica, estabelecendo uma estreita correlação entre subjetividade e objetividade. São tratados no decorrer do texto: o conceito de trabalho na ontologia lukacsiana e sua diferenciação entre trabalho abstrato – como mantenedor do Capital – e trabalho fundante – como definidor da natureza ontológica do ser social – em correlação com o campo da política educacional, em especial, com alguns princípios que regem a atual reforma do ensino médio elencados para tratar aspectos da política educacional brasileira que estão à serviço do trabalho abstrato. Palavras-chave: György Lukács. Trabalho fundante. Política educacional. Reforma do Ensino Médio brasileiro.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.18226/21784612.v24.e0190010
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 54,608
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Trabalho,ciência, tecnologia e cultura como princípios fundantes da organizaç'o curricular integrada: uma leitura política.Jose Angeli - 2009 - Philosophica -- Revista Do Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras de Lisboa 35:7-21.
Sobre tolerar e acolher.André Brayner de Farias - 2018 - Conjectura: Filosofia E Educação 23 (Especial):386-395.
Trabalho e ação política em Marx.Alexandre Lima - 2011 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 10 (2):341-364.
Os refugiados sob o olhar da filosofia e da educação.Darcísio Natal Muraro - 2017 - Conjectura: Filosofia E Educação 22 (1):82-98.
Aller-retour sur Arendt et Marx – travail, Stoffwechsel, apprentissage.Romildo Gomes Pinheiro - 2013 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 1 (2):107-154.

Analytics

Added to PP index
2019-05-02

Total views
9 ( #876,394 of 2,385,892 )

Recent downloads (6 months)
2 ( #369,659 of 2,385,892 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes