A felicidade e a moralidade em Kant

Conjectura: Filosofia E Educação 22 (Espec):23-35 (2017)

Abstract
A busca pela felicidade está naturalmente presente como um ideal a ser alcançado por cada indivíduo da espécie humana. Kant, em sua obra Fundamentação da Metafísica dos Costumes, pretende buscar e estabelecer o princípio supremo da moralidade e esclarece que para esse fim o ideal da felicidade não apresenta condições de fundamentar as leis da moralidade. Na obra Crítica da Razão Prática, Kant sustenta essa mesma posição, mas introduz o objeto do soberano bem, referente ao qual, a felicidade é o seu segundo elemento, mas condicionada às leis da moralidade e entendida como elemento necessário do soberano bem. O objetivo deste trabalho é realizar uma breve reflexão sobre a importância da felicidade na teoria moral kantiana, enfatizando a relação estabelecida entre a moralidade e a felicidade no conceito do soberano bem. Pretendemos defender que embora o princípio da moralidade e o princípio da felicidade própria fundamentam-se em princípios diferentes, há possibilidades de conciliar a busca da felicidade própria com a realização das ações morais. Palavras-chave: Felicidade. Moralidade. Soberano bem. Imperativo categórico. Imperativo hipotético.
Keywords No keywords specified (fix it)
Categories No categories specified
(categorize this paper)
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

Our Archive


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 47,385
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

O dever indireto de promover a felicidade pessoal em Kant.Édison Martinho Difante - 2011 - Conjectura: Filosofia E Educação 16 (3):118-130.
Emoções e motivação moral: Prinz versus Kant.Borges Maria de Lourdes - 2017 - Conjectura: Filosofia E Educação 22 (Espec):59-67.
A felicidade segundo Sêneca.Daniel Carvalho da Silva - 2013 - Revista Inquietude 4 (1):30-45.
Boécio e a ética eudaimonista.Juvenal Filho - 2005 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 7:108-126.
Duas Concepções Sobre a Felicidade Na Ética de Aristóteles.João Hobuss - 2007 - Hypnos. Revista Do Centro de Estudos da Antiguidade 19:30-44.

Analytics

Added to PP index
2017-09-16

Total views
17 ( #541,819 of 2,291,314 )

Recent downloads (6 months)
3 ( #398,154 of 2,291,314 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes

Sign in to use this feature