O Movimento Nacional Fé e Política: história, concepções, estratégias de atuação e desafios


Abstract
A necessidade de homens e mulheres de fé esclarecida e bem fundamentada na política tornou-se preponderante na contemporaneidade. Vive-se em um contexto em que muitos perderam a esperança e não acreditam mais na política. Na perspectiva cristã, a fé se traduz na prática do amor e é alimentada pela esperança. Não é possível sonhar com uma qualidade de vida melhor, em âmbito pessoal e coletivo, se não houver pessoas de fé na política, imbuídas dessa missão. O Movimento Nacional Fé e Política – MF&P, criado em 1989, e constituído por grupos de pessoas atuantes em comunidades eclesiais, movimentos populares, partidos políticos, sindicatos e outros espaços de organização social, surgiu para promover estratégias em favor da justiça social e da dignidade humana. O trabalho é feito através da reflexão, da celebração, do aprofundamento e estudo, em grupos, seminários, retiros e encontros, tendo como lema principal, atualmente, a Cultura do Bem-Viver. O objetivo deste trabalho, a partir do material bibliográfico do MF&P e de outros pesquisadores, foi analisar o contexto do nascimento e o desenvolvimento do MF&P no Brasil. Para isso, identificou a produção editorial e o histórico dos encontros e seminários, das fases do movimento, chegando à época atual, quando, a partir de 2011, o movimento incluiu a Cultura do Bem-Viver como novo horizonte ético e político. A metodologia utilizada foi a revisão de literatura e análise do material publicado de forma impressa e também na forma digital, no site do movimento, e em publicações de membros que fazem parte do MF&P. Pode-se concluir que, através de sua história, das publicações e dos encontros regionais e nacionais, o movimento abriu perspectivas sobre novas formas de se fazer política, que contemplam e reforçam a atenção para com a ética, o cuidado, a dignidade e a justiça social. É um movimento dinâmico que contribui como um caminho para uma nova sociedade que possa usufruir de seus direitos fundamentais.
Keywords Cultura do Bem-Viver. Fé. Movimento Nacional Fé e Política. Política
Categories No categories specified
(categorize this paper)
DOI 10.5752/p.2175-5841.2018v16n51p1436
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

Our Archive


Upload a copy of this paper     Check publisher's policy     Papers currently archived: 42,938
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

No references found.

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Software Livre: Genealogia e "ideologias" de um movimento social.Flora Dauphin - 2008 - Logos: Comuniação e Univerisdade 15 (2):71-85.
Por que política? Moralidade, excedente de sentido e democracia.Cícero Araujo - 2018 - Conjectura: Filosofia E Educação 23 (Especial):250-261.
Cultura política y política de las culturas juveniles.Oscar Aguilera Ruiz - 2010 - Utopía y Praxis Latinoamericana 15 (50):91-102.
Ética e política em Michel Foucault.Cesar Candiotto - 2010 - Trans/Form/Ação 33 (2):157-175.
Niilismo E política em Leo Strauss.Evaldo Sampaio - 2012 - Trans/Form/Ação 35 (1):115-136.

Analytics

Added to PP index
2019-01-13

Total views
17 ( #489,690 of 2,259,260 )

Recent downloads (6 months)
10 ( #111,476 of 2,259,260 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes

Sign in to use this feature