10 found
Order:
  1.  44
    A Destruktion heideggeriana da ontologia medieval em Die Grundprobleme der Phänomenologie (§§ 10-12).Bento Silva Santos - 2012 - Trans/Form/Ação 35 (s1):141-160.
    Em primeiro lugar, (1) examinarei a chamada Destruktion fenomenológica da ontologia medieval, componente básico do método a partir da história da ontologia. Nessa seção, coloco algumas questões sobre a apropriação da Idade Média com base na escolástica tardia, como se esta fosse o “cume” das reflexões precedentes! Em segundo lugar, (2) apresento a reflexão de próprio Heidegger sobre a ontologia medieval tal como se expõe no curso de semestre de verão de 1927 (“Os problemas fundamentais da fenomenologia”), ministrado na Universidade (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  13
    Guilherme de Ockham Versus João Duns Scotus – Indiferença E Diferença Entre Intelecto Agente E Intelecto Possível.Bento Silva Santos - 2004 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 49 (3):545.
    O presente texto aborda a recepçãocrítica do pensamento aristotélico no Ocidentelatino medieval através da polêmica acerca dasuposta diferença entre intelecto ativo e intelectopassivo defendida por J. Duns Scotus e negadapor G. de Ockham. Inicialmente, evocamos aproblemática do intelecto no tivro HI do DeAnima de Aristóteles e sua recepção na IdadeMédia para, em seguida, explicitar os efeitos detal problemática na discussão entre dois grandespensadores.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  36
    Heidegger's Destruction of Medieval Ontology in Die Grundprobleme der Phänomenologie (§§ 10-12).Bento Silva Santos - 2012 - Trans/Form/Ação 35 (s1):141-160.
    Em primeiro lugar, (1) examinarei a chamada Destruktion fenomenológica da ontologia medieval, componente básico do método a partir da história da ontologia. Nessa seção, coloco algumas questões sobre a apropriação da Idade Média com base na escolástica tardia, como se esta fosse o "cume" das reflexões precedentes! Em segundo lugar, (2) apresento a reflexão de próprio Heidegger sobre a ontologia medieval tal como se expõe no curso de semestre de verão de 1927 ("Os problemas fundamentais da fenomenologia"), ministrado na Universidade (...)
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  10
    Heidegger E Agostinho: O Fenômeno da Tentatio E a Historicidade Do Si (Selbst) Na Apropriação Fenomenológica Do Livro X Das Confissões.Bento Silva Santos - 2019 - Trans/Form/Ação 42 (SPE):135-158.
    Resumo: O artigo trata do fenômeno da cura segundo a apropriação fenomenológica do livro X feita por Martin Heidegger no curso friburgense intitulado Augustinus und der Neuplatonismus. Pretendemos apresentar o fenômeno da tentação e a historicidade do si: segundo a apropriação genuína do ser da vida de Agostinho, a “tentatio” se torna expressão da mobilidade da existência histórico-atuativa, que jamais pode ser compreendida como “quietude”. É a vida mesma que, assumida em sua totalidade, representa uma “tentação”, uma provação - entendida (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  2
    Heidegger E Paulo: A Modalidade de Vida Autêntica ( Wie ) E a Temporalidade Escatológica Na Apropriação Fenomenológica da Proclamação da Παρoυσíα.Bento Silva Santos - 2020 - Kriterion: Journal of Philosophy 61 (147):581-607.
    RESUMO O artigo trata da apropriação fenomenológica das epístolas aos Tessalonicenses levada a termo por Martin Heidegger em sua prelação do semestre de inverno de 1920-1921 intitulada “Introdução à Fenomenologia da Religião”, quando era assistente de Edmund Husserl na Universidade de Freiburg. A preleção foi publicada pela primeira vez no quadro da Edição Integral das obras de Heidegger em 1995. No artigo considerarei especialmente a noção de temporalidade escatológica a partir da análise do fenômeno cristão da παρoυσíα fora do contexto (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  13
    "Hodie Legimus in Libro Experientiae". A Apropriação Heideggeriana da Fórmula de Bernardo de Claraval.Bento Silva Santos - 2016 - Trans/Form/Ação 39 (3):101-120.
    RESUMO: O artigo examina a apropriação heideggeriana de Bernardo de Claraval na nota "Zu den Sermones Bernardi in Canticum canticorum ",que faz parte de outras notas e esboços de uma Vorlesung não proferida, intitulada "Os fundamentos filosóficos da mística medieval ". Ao longo de minha análise, destaco três aspectos com base na fórmula inicial: "Hoje lemos no livro da experiência" -, que é parafraseada por Heidegger da seguinte maneira: "Hoje queremos mover-nos no campo da experiência pessoal de maneira compreensiva. Retorno (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  15
    Metafísica da Memória No Livro X Das Confissões de Agostinho.Bento Silva Santos - 2002 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 47 (3):365.
    O artigo trata da metafísica da memória na primeira parte do Livro X das Confissões de Agostinho e tenta mostrar como ele descreve a capacidade humana de lembrar as qualidades sensoriais e os padrões que elas compõem. O exame da memória revela duas questões básicas: em primeiro lugar, em se tratando de problemas ou princípios abstratos, lidamos com as próprias coisas e não apenas com imagens; em segundo lugar, visto que existe a lembrança de nossos próprios estados mentais, a memória (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  10
    Platonismo E Cristianismo No Tratado De Anima Et Resurrectione de Gregório de Nissa.Bento Silva Santos - 2008 - Revista Portuguesa de Filosofia 64 (1):153 - 164.
    No contexto da recepção e da transformação do "platonismo" na Filosofia Patrística oriental, o presente artigo examina de que modo Gregório de Nissa (ca. 335-ca. 394), em sua obra De anima et resurrectione, assume categorias filosóficas, especialmente as do Fédon de Platão, para fundamentar a sua crença na ressurreição dos mortos. Segundo o artigo, o Diálogo de Gregórío de Nissa pode ser considerado como uma transposição do Fédon de Platão para uma linguagem de cunho cristão. Mostra-se, com efeito, de que (...)
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  4
    Platonismo E Cristianismo: Irreconciabilidade Radical Ou Elementos Comuns?Bento Silva Santos - 2003 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 48 (3):323.
    Neste artigo, o autor aborda as afirmações de Heinrich Dórrie em favor da não-conciliação radical entre a filosofia grega - especialmente o platonismo - e o cristianismo. Após expor os pontos centrais da tese de Dórrie, o autor critica a sua argumentação, no intuito de tomar evidente que o platonismo, longe de ser uma “ficção” apologética, ofereceu aos Pais da Igreja os instrumentos conceituais para entender o credo cristão. Tais instrumentos conceituais estão profundamente ligados aos elementos centrais da ontologia da (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  18
    Plato' Ethics: Semantic Premises.Bento Silva Santos - 2007 - Anales Del Seminario de Historia de la Filosofía 24:43-65.
    The article examines some Greek terms in relation to the moral values of ancient Greece. The ethical tradition, generally composed of authors who were not exactly professional philosophers, supplied basic and abundant material for the elaboration of platonic ethics. When dealing with the ancient ethics, it is essential to determine the value and the semantic complexity of the more important values (“competitive” and “collaborative” or “peaceful”) together with the respective implications: the axiologic terms have deeply diverse criteria of application, and (...)
    No categories
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark