5 found
Order:
See also
  1.  23
    O Trabalho Do Negativo: Linguagem E Ontologia Em Saussure E Merleau-Ponty.Cristiano Perius - 2013 - Trans/Form/Ação 36 (3):69-108.
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  2.  64
    A definição da fenomenologia: Merleau-ponty leitor de Husserl.Cristiano Perius - 2012 - Trans/Form/Ação 35 (1):137-146.
    O trabalho de definir o que é a fenomenologia, desde a Fenomenologia da percepção, suscitou uma tomada de partido em relação ao pai da fenomenologia. A crítica ao idealismo de Husserl, o papel da ambiguidade, a impossibilidade de redução completa, entre outros grandes temas, personalizam a fenomenologia de Merleau-Ponty em relação ao mestre. O objetivo do ensaio é mostrar como, na descrição do “método” fenomenológico, Merleau-Ponty se afasta dos conceitos fundamentais de Husserl, sem deixar de retornar continuamente a ele.
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  27
    Merleau-Ponty. Le monde sensible et le monde de l'expression. Cours au Collège de France. Notes, 1953. Texte établi et annoté par Emmanuel de Saint Aubert et Stefan Kristensen. Genebra: MetisPresses, 2011. [REVIEW]Cristiano Perius & Matheus Hidalgo - 2012 - Doispontos 9 (1).
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  16
    Três Faces de Um Poema. Leitura Do "Poema de Sete Faces", de Carlos Drummond de Andrade.Cristiano Perius - 2017 - Trans/Form/Ação 40 (1):109-126.
    Resumo: O presente ensaio visa a interpretar o "Poema de Sete Faces", de Carlos Drummond de Andrade. O exercício de redução fenomenológica, a ambiguidade, a percepção e o corpo próprio, entre outros conceitos da Fenomenologia da percepção, de Merleau-Ponty, orientam o trabalho de leitura, estruturado a partir dos seguintes temas: o lado gauche, a correlação eu-mundo e a primazia do olhar. Tal procedimento de leitura reúne o poema hepta-partido em três faces ou tensões fundamentais, levando em conta os efeitos das (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  1
    O ser em si e a poesia: Sartre leitor de Francis Ponge.Cristiano Perius - 2018 - Griot : Revista de Filosofia 18 (2):397-407.
    Tomando por fio condutor o ensaio de Jean-Paul Sartre sobre Francis Ponge, “O homem e as coisas”, publicado em Situações I, este artigo visa problematizar o lugar da poesia como “voz das coisas”, isto é, a tentativa de neutralização do para si em benefício do ser em si. Fundado na metáfora da “petrificação” poética, o efeito das imagens visa a renovação da linguagem a partir do contato originário entre as palavras e as coisas. Entre as iniciativas poéticas que merecem maior (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark