5 found
Order:
  1.  8
    Democracia E Ontologia Política Em Maquiavel, Segundo Negri: Limites da Potência Constituinte.Douglas Ferreira Barros - 2018 - Philósophos - Revista de Filosofia 23 (2).
    O artigo tem por objetivo aprofundar uma abordagem da noção de soberania, segundo análise de obras de Maquiavel estabelecida por Antonio Negri. O autor defende que a soberania para Maquiavel corresponde à sobredeterminação da ação do governante -seja no principado, seja na república- em face das limitações e oposições impostas pelos adversários e pela própria fortuna. Buscamos, assim, entender as características dessa acepção de soberania uma vez que o conceito é definido com exatidão por Jean Bodin, quase meio século após (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  8
    Marilena Chaui, Pensadora Contemporânea Do Teológico-Político.Douglas Ferreira Barros - 2017 - Cadernos Espinosanos 37:125-145.
    o texto avalia a extensão do projeto de Marilena em relação ao tema da teologia política. Pretendemos mostrar que sua análise se estende da investigação interna da obra filosófica de Espinosa e chega à avaliação da atuação de grupos religiosos e sua relação com a mídia e o contexto político brasileiro na contemporaneidade. Pretendemos observar as linhas de força que amparam o projeto de Chauí em relação ao tema e quais são as bases de sua crítica ao teológico político.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. O que move a história? – Voltaire, Bodin e o interesse pelas revoluções.Douglas Ferreira Barros - 2011 - Doispontos 8 (1).
    O presente texto visa avaliar o estatuto da revolução a partir da obra de dois filósofos franceses, por assim dizer, que empenharam parte considerável de seu trabalho na investigação sobre a história: Voltaire e Jean Bodin. Nossa intenção é entender a relação entre as noções de transformações, revolução e guerra, conflitos, tumultos. Não pretendemos estabelecer uma comparação rígida, porque anacrônica, entre as obras desses filósofos que trabalharam sobre a história. O que intentamos aqui é investigar algumas linhas de força de (...)
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  1
    Realismo, Conflito E Conhecimento: Acerca da Relação Entre O Governante E a Fortuna Em Maquiavel E Espinosa.Douglas Ferreira Barros - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:83.
    O objetivo do presente texto é retomar a discussão sobre a presença do pensamento de Maquiavel nas obras de Espinosa, observando a figura do governante que se defronta com a Fortuna. Começamos nossa leitura mostrando como no realismo maquiaveliano acerca do poder, especialmente em O Príncipe, o governante assume a condição de alguém que se põe na situação de embate. Já no Tratado Teológico-Político a relação do governante com a Fortuna será daquele que deve decifrar os desígnios da potência infinita (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  1
    Um Maquiavel de Althusser: Acerca Do Fundamento Na Filosofia Política Contempor'nea.Douglas Ferreira Barros - 2011 - Cadernos Espinosanos 25:47.
    O presente texto aprofundará a interpretação de Althusser à obra de Maquiavel naquilo que concerne ao tema dos limites da ação humana. Tomando a análise do príncipe novo e as longas referências à oposição entre as noções de Virtù e de Fortuna, que constam principalmente da obra Política e História, pretendemos mostrar por que a leitura de Althusser do filósofo florentino nos remete a uma discussão contemporânea da filosofia política acerca dos fundamentos do poder e da própria filosofia. A questão (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark