Results for 'Historia da Psicologia'

1000+ found
Order:
  1. Para uma Historia da Psicologia.Paul Mengal & Marcio Miotto - Tradutor - jul-dez 2016 - Ideação 34:355-374.
    A história da psicologia, tal como aparece em algumas obras (E.G. Boring 1950; M. Reuchlin 1957; P. Fraisse e J. Piaget 1963) ou em capítulos introdutórios de alguns manuais (M. Reuchlin 1977), reflete uma adesão — raramente discutida — a uma concepção internalista. Segundo essa concepção, a psicologia seria animada por uma dinâmica própria, um processo evolutivo totalmente endógeno, e seria independente de fatores externos tais como os domínios religiosos, sociopolíticos e econômicos. Além do mais, os partidários dessa (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  25
    Epistemologia pluralizada e história da psicologia.José Antônio Damásio Abib - 2009 - Scientiae Studia 7 (2):195-208.
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  94
    Os a priori da Psicologia em História da Loucura.Marcio Miotto - 2005 - Acheronta 22:282-290.
    O artigo busca trabalhar um aspecto pouco explorado da argumentação de "História da Loucura": a questão, brevemente enunciada por Foucault, de um "a priori concreto" das ciências "psi". Nisso, serão trabalhadas duas questões principais, a saber: a do estatuto do conhecimento sobre as doenças mentais como tributário de uma demanda moral (não científica), e a do estatuto do médico como "cientista" da loucura. Dentro desses dois âmbitos críticos, o Foucault que escreve seu primeiro grande livro não poupa nem mesmo o (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  4. Histórias das ciências e os “fundamentos históricos” da Psicologia.Marcio Luiz - 2018 - Temporalidades 10 (1):129-158.
    RESUMO: O presente texto põe algumas questões referentes à “história” dos fundamentos da Psicologia entre os séculos XIX e XX, mostrando como ocorrem ainda, em História da Psicologia, certos fatores controversos, muitos deles tributários de postulados filosóficos do século XIX, especialmente em torno do positivismo. O artigo concentra-se em mostrar, preliminarmente, de que forma a ruptura da Filosofia Natural e a ascensão da figura do “cientista” no século XIX ensejaram novos motivos de análise, dentre eles certo cientificismo que (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. História E Psicologia Na Hermenêutica da Cultura de Dilthey.Sônia Maria da Silva Araújo - 2009 - Educação E Filosofia 22 (44):159-184.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. A Crítica À Psicologia Em História da Loucura.Marcio Miotto - 2005 - Dissertation, Universidade Federal Do Paraná
    Essa dissertação é resultado de um projeto maior, intitulado “Sobre a Morte do Homem e a Psicologia, em Michel Foucault”. Esse projeto busca analisar as diversas nuances argumentativas empregadas por Foucault nas críticas às “antropologias”, figuradas em seus livros ditos “arqueológicos”. Para isso, parte-se de uma dupla problematização: a autocrítica feita pelo próprio Foucault a seus escritos dos anos 50, tributários de querelas epistemológicas e de fundação da psicologia e das ciências humanas; e a descrição mesma dessas querelas, (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  7. Nascimentos da Psicologia: A Natureza E o Espírito.Paul Mengal & Marcio Miotto - Tradutor - 2015 - Ideação 32:259-288.
    Desde sua constituição como domínio do saber no fim do século XVI, a psicologia divide-se rapidamente em duas tendências com orientações diferentes. A primeira, de inspiração naturalista, situa-se no prolongamento do comentário da Física aristotélica e se desenvolve principalmente nas universidades protestantes de Marburgo e Leiden. Nesses estabelecimentos onde reinava então um espírito humanista, racionalista e tolerante, toma lugar a primeira forma de dualismo da alma e do corpo. Mas na mesma época, em círculos místicos e herméticos, desenvolve-se uma (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  43
    Da Psicologia à Questão da Morte do Homem em Michel Foucault.Marcio Luiz Miotto - 2016 - Trans/Form/Ação 39 (2):119-146.
    RESUMO: O presente artigo pretende problematizar, preliminarmente, o "problema antropológico" segundo a arqueologia de Michel Foucault. Partindo de teses populares da Psicologia, em particular, e das ciências humanas, em geral, sobre o "Homem", este texto primeiramente correlaciona essas teses com as problemáticas dos textos foucaultianos dos anos 1950, a Introdução a Sonho e Existência e Maladie Mentale et Personnalité, para então mostrar como os textos "arqueológicos" do autor se configuram como respostas iniciais às questões dos textos de 1954, já (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  33
    Psicologia, Filosofia e Ciencia Cognitiva: Reflexões Sobre a História e a Filosofia da Psicologia Experimental.Gary Hatfield - 2012 - In Saulo de Freitas Araujo (ed.), História e Filosofia da Psicologia: Perspectivas Contemporâneas. Juiz de Fora, Brazil: Editora UFJF. pp. 223-258.
    This article critically examines the views that psychology first came into existence as a discipline ca. 1879, that philosophy and psychology were estranged in the ensuing decades, that psychology finally became scientific through the influence of logical empiricism, and that it should now disappear in favor of cognitive science and neuroscience. It argues that psychology had a natural philosophical phase (from antiquity) that waxed in the seventeenth and eighteenth centuries, that this psychology transformed into experimental psychology ca. 1900, that philosophers (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10. O Problema Do Homem E a Dispersão da Psicologia.Marcio Miotto - 2007 - AdVerbum 2 (2):128-136.
    Esse artigo busca oferecer um panorama de problemas relativos à existência da psicologia, a partir das questões de sua unidade, especificidade e objetividade. Para isso, analisam-se breves menções a figuras clássicas de sua história (como Wundt, Comte, Watson e Vygotsky), mostrando ambigüidades constitutivas do próprio “nascimento” da psicologia como disciplina “una” e “científica”. Ao perguntar sobre as razões da dispersão da psicologia, seu estatuto ambíguo e seu objeto “complexo”, abrimos no final o problema de que, mais do (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  8
    A Ideia de Uma Ciência da Alma: Christian Wolff E o Surgimento da Psicologia Científica Na Alemanha.Saulo De Freitas Araujo - 2020 - Doispontos 17 (1).
    Apesar do crescente interesse despertado pela figura de Christian Wolff nas últimas décadas, a compreensão de seu pensamento ainda enfrenta obstáculos e desafios. De um lado, na história da filosofia, não é raro encontrarmos um Wolff compreendido a partir de Kant. De outro, na história da psicologia, pode-se falar de uma estranha negligência do papel exercido por Wolff no desenvolvimento de uma ciência psicológica autônoma, especialmente na tradição alemã, que vai culminar na separação radical entre filosofia e psicologia (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. A Psicologia entre o longo passado e a curta história.Marcio Luiz - 2018 - Dissertatio 47:95-134.
    O presente trabalho pretende inserir a História da Psicologia dentro de um debate mais alargado, em torno das Histórias da Filosofia e das Ciências. Para isso, o objeto de análise é a célebre frase de Ebbinghaus, 'A Psicologia tem um longo passado, mas uma curta história', e toda a tradição de livros e textbooks decorrente dela, muito popular nos séculos XX e XXI. O trabalho analisará o texto de Ebbinghaus e seus compromissos decorrentes. Então realizará uma crítica a (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  36
    A função da história e da cultura na obra de CG Jung.André Guirland Vieira - 2006 - Aletheia: An International Journal of Philosophy 23:89-100.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14. A Pesquisa Científica E a Psicologia.Michel Foucault & Marcio Miotto - Tradutor - 2010 - Espaço Michel Foucault.
    As múltiplas psicologias que pretendem descrever o homem dão a impressão de ser tentativas desordenadas. Elas pretendem se construir a partir das estruturas biológicas e reduzem seu objeto de estudo ao corpo ou o deduzem das funções orgânicas; a pesquisa psicológica não é mais que um ramo da fisiologia (ou de um domínio dela): a reflexologia. Ou então elas são reflexivas, introspectivas, fenomenológicas e o homem é puro espírito. Elas estudam as diversidades humanas e descrevem a evolução da criança, as (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15. As concepções de homem na psicologia clínica: um estudo com base em programas de ensino.Rita P. Teixeira & Maria Lúcia T. Nunes - 2001 - Episteme 12:61-76.
    Este estudo tem como objetivo conhecer as concepções de homem presentes na bibliografia utilizada pelas disciplinas de Psicologia Clínica das universidades gaúchas. Com esse intuito procedeu-se, inicialmente, a uma revisão bibliográfica sobre as formas de concepção de homem ao longo da história da humanidade, chegando-se à Idade Moderna e ao advento da Psicologia como ciência. Através da análise qualitativa dos planos de ensino de 11 universidades gaúchas, pode-se inferir que a concepção de homem predominante na Psicologia Clínica, (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  60
    Agostinho e a “descoberta” da vontade: primeiro estudo.Roberto Hofmeister Pich - 2005 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 50 (3):139-157.
    Este é um estudo sobre o conceito de vontade na história da filosofia. O centro de interesse está na obra De libero arbitrio, de Agostinho. Tanto se procura descrever a suposta “descoberta” da vontade por Agostinho quanto analisar a coerência do conceito obtido. Trata-se do primeiro de dois estudos sobre a vontade e a liberdade em De libero arbitrio I. PALAVRAS-CHAVE – Vontade. Liberum arbitrium. Liberdade. Razão. Desejo. Ação. Psicologia da ação moral. Assentimento. Juízo. Erro. Teodicéia. ABSTRACT – This (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  11
    Non-Acquaintance and Freedom in the Path of a New Behavioral Science.Robson Nascimento da Cruz - 2014 - Scientiae Studia 12 (3):465-490.
    Interpretações históricas do percurso científico inicial de Skinner destacam as inovações teóricas, empíricas e instrumentais de seu esboço de uma ciência do comportamento. Apesar desse empenho historiográfico, um aspecto tem sido tratado de modo secundário na análise dessa fase da carreira de Skinner, a saber, os impactos dos contextos institucionais da universidade de Harvard nos rumos de sua trajetória e ciência. O objetivo deste artigo é investigar esse aspecto por meio da apreciação das práticas institucionalizadas dos Departamentos de Psicologia (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  14
    Ecos de uma futura professora: memórias da formação em páginas de cadernos do Curso Complementar. [REVIEW]Dóris Bittencourt Almeida & Julia Poletto - 2019 - Conjectura: Filosofia E Educação 24.
    O presente artigo toma como objeto de análise cadernos produzidos por Romana Bragatti, entre os anos de 1934 a 1936, estudante do Curso Complementar do Colégio São José, localizado em Caxias do Sul/RS. O estudo investiga esses suportes de escrita, suas materialidades e enunciados, na tentativa de compreender os usos dos artefatos e os discursos constitutivos da formação docente. Como respaldo teórico, são referenciados António Viñao Frago, Castillo Gómez e Jean Hébrard, autores que trabalham com a história da cultura escrita, (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  8
    Ecos de uma futura professora: memórias da formação em páginas de cadernos do Curso Complementar // DOI: 10.18226/21784612.v24.e019006. [REVIEW]Dóris Bittencourt Almeida & Julia Poletto - 2019 - Conjectura: Filosofia E Educação 24:019006.
    O presente artigo toma como objeto de análise cadernos produzidos por Romana Bragatti, entre os anos de 1934 a 1936, estudante do Curso Complementar do Colégio São José, localizado em Caxias do Sul/RS. O estudo investiga esses suportes de escrita, suas materialidades e enunciados, na tentativa de compreender os usos dos artefatos e os discursos constitutivos da formação docente. Como respaldo teórico, são referenciados António Viñao Frago, Castillo Gómez e Jean Hébrard, autores que trabalham com a história da cultura escrita, (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. O “Antipsicologismo” Em Husserl E Heidegger: Da Consciência Ao Dasein.Ísis Nery do Carmo - 2018 - Griot : Revista de Filosofia 17 (1):326-336.
    O nosso objetivo é propor um diálogo entre Husserl e Heidegger relacionando-os a partir da crítica que estes filósofos apresentam à investigação de viés naturalista acerca do homem, predominante na tradição filosófica. Para Husserl, o domínio do naturalismo representa a influência da Psicologia Experimental na filosofia, Heidegger, por sua vez, destaca a temática antropológica encontrada na história da filosofia. De acordo com o primeiro, o “psicologismo” acarreta na redução do homem aos seus componentes empíricos, para o segundo, o “antropologismo” (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21. Goethe, Spengler E a Morfologia da Linguagem Em Wittgenstein.Nuno Ribeiro - 2017 - Griot : Revista de Filosofia 15 (1):173-186.
    O presente artigo apresenta a importância da morfologia de Goethe e de Spengler para o desenvolvimento de uma morfologia da linguagem em Wittgenstein, após o seu retorno a Cambridge e à filosofia em 1929. Com efeito, de acordo com o testemunho de Norman Malcolm, presente em Ludwig Wittgenstein: A memoir, Wittgenstein afirma, no decurso das lições sobre a filosofia da psicologia, ocorridas entre 1946 e 1947, que aquilo que a sua filosofia procura fazer é fornecer a morfologia do uso (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  7
    O mistério do chamado: Questões sobre a formação do candidato ao presbiterado.Prof Me João da Silva Mendonça - 2011 - Revista de Teologia 5 (7):15-31.
    O autor apresenta os elementos essenciais das Diretrizes sobre a formação dos presbíteros da Igreja no Brasil, a partir do amadurecimento do candidato. Trata-se de uma leitura sincrônica na busca do diálogo construtivo entre a Teologia, Sociologia, Antropologia, Psicologia e Pastoral, sempre na consideração de que o protagonismo do candidato ao presbiterado não pode ser atropelado pela ânsia de atender seus desejos, mas cultivá-los como âncora para seu discernimento. O processo decisional tem sua base na pessoa e se desenvolve (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23. História da educação.Associação Sul-Rio-Grandense de - 1997 - História 1 (1).
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   7 citations  
  24. O lugar da psicologia empírica no sistema de Kant.Leopoldo Fulgencio - 2006 - Kant E-Prints 4 (1):89-119.
    Este artigo pretende mostrar que, para Kant, a psicologia empírica deve ocupar um lugar análogo ao dafísica empírica. Isso pode ser explicado levando-se em consideração a distinção entre uma ciência da natureza genuína , que não seria possível para a psicologia, e uma ciência natural não-genuína a qual caracterizaria a psicologia como uma ciênciaempírica. Defende-se que Kant deixou um fio condutor para a construção dessa psicologia empírica, seja indicandoum quadro transcendental – não no que se refere (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  25.  5
    A História da Filosofia é ou não Filosófica?(Aubenque, Pierre).Elizabeth Maia da Nóbrega - 1998 - Princípios: Revista de Filosofia 5 (6):12.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  22
    História Das Relações Laborais No Mundo Lusófono - Doi: 10.4025/Dialogos.V17i3.793.Raquel Varela & Filipa Ribeiro da Silva - 2013 - Diálogos (Maringa) 17 (3).
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27. Contribuições da Psicologia Para a Justiça Nas Varas de Família.S. Shine - 1998 - Aletheia: An International Journal of Philosophy 7:93-99.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  3
    A receção da Psicologia aristotélica em Roma e em Coimbra.Mário Santiago de Carvalho - 2014 - Revista Filosófica de Coimbra 23 (45):89-112.
    No categories
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  29.  22
    Com Efeito, a Elite Portuguesa No Brasil Foi o Principal Agente de Difusão Do Discurso Panlusitano E de Uma Aproximação Luso-Brasileira. Assim, Para Comemorar o Primeiro Centenário da Independência Brasileira, Foi Publicada a História da Colonização Portuguesa Do Brasil, Cujo Primeiro Volume Foi Lança-Do Em 1921. O Escritor E Jornalista Português Carlos Malheiro Dias, Uma Das.História da Colonização Portuguesa Do Brasil - 2008 - In Reis Filho, Daniel Aarão & Denis Rolland (eds.), Modernidades Alternativas. Fgv Editora.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30.  52
    História da filosofia, formação e compromisso.Franklin Leopoldo E. Silva - 2002 - Trans/Form/Ação 25 (1):7-18.
    A questão que se tenta construir neste texto é a da convergência entre filosofia, história da filosofia e formação. Tal pergunta se desdobra primeiramente na elucidação das relações entre história e historicidade da filosofia, que remonta à constatação óbvia, mas nem sempre lembrada, de que o fundamento da história da filosofia é o caráter histórico da própria filosofia. A idéia de formação está presente em toda filosofia, já que, antes de ser sistema ou concepção cristalizada da realidade, cada filosofia é (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31. Contribuições da Psicologia Tomista ao estudo da plasticidade do ethos.Lamartine de Hollanda Cavalcanti Neto - 2012 - Dissertation, Centro Universitário São Camilo
    CAVALCANTI NETO, Lamartine de Hollanda. Contributions of Thomistic Psychology to the study of the plasticity of the ethos. 2012. 571s. Thesis (Doctorate in Bioethics) – Centro Universitário São Camilo, São Paulo,2012. If Ethics is not a static science, it is because ethos — its basic object of study — is a mutable reality. For this reason, ethical themes, chiefly those of Bioethics, are directly related to the study of the plasticity of the ethos. Nevertheless, such investigation requires that the researcher (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  18
    História da educação do tempo presente: bases teórico-metodológicas.Afonso Celso Scocuglia - 2011 - Filosofia E Educação 3 (1):p - 295.
    Neste trabalho, nosso objetivo foi expor a relevância das bases teórico-metodológicas da história da educação do tempo presente e desta para a pesquisa histórico-educacional. Partimos dos alicerces da história do tempo presente, destacando alguns conceitos construtores desse campo oriundos de autores como Rémond, Bédarida e Chartier, entre outros. A seguir, trabalhamos os avanços e os desafios enfrentados pelos pesquisadores desse campo. As fontes disponíveis para as pesquisa da história da educação do tempo presente foram destacadas, argumentando que a abundância delas (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33.  15
    As fontes da Psicologia abelardina.Guy Hamelin - 2010 - Discurso 40 (40):287-308.
    No categories
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34.  4
    HISTORIA das Missoes Orientais do Uruguai by Aurelio Porto.Mathias C. Kiemen - 1947 - Franciscan Studies 7 (1):106-107.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35.  11
    Uma história da imigração através dos escritos do Pe. Arthur Rabuske S.J.Renan Willam Kleinkauf - 2018 - Ágora – Revista de História e Geografia 20 (1):26.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36.  1
    Comentário “A Filosofia da Psicologia E o “Novo Método” Filosófico Nos Escritos Tardios de Wittgenstein: Uma Relação Prática E Necessária”, de Gilberto Ferreira de Souza.Pedro Karczmarczyk - 2020 - Trans/Form/Ação 43 (spe):201-204.
    Resumo O objetivo deste artigo é apresentar os temas do “novo método” filosófico e da “Filosofia da Psicologia”, nos escritos tardios de Ludwig Wittgenstein, como relacionados prática e necessariamente. Para o proposto, a estratégia expositiva segue a seguinte ordem: analisam-se os pressupostos filosóficos relativamente irrefletidos que determinam a visão que o jovem Wittgenstein tinha do “método correto da Filosofia” e da “Filosofia da Psicologia”; interpreta-se a volta filosófica de 1929 como comprometida em apresentar o rosto ainda informe do (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  9
    Filosofia e História da Ciência no Cone Sul. 3o Encontro.Roberto de Andrade Martins, Lilian Al-Chueyr Pereira Martins, Cibelle Celestino Silva & Juliana Mesquita Hidalgo Ferreira (eds.) - 2008 - Associação de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul, AFHIC.
    A selection of papers presented at the III South Cone Meeting of Philosophy and History of Science. Papers are in Portuguese and Spanish.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  38.  10
    Literatura, Historia y Psicología En la Obra de E.L. Doctorow.Ramón León - 2018 - Paideia 5 (6):79-97.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  3
    Os desdobramentos da psicologia experimental em Moritz, Kant e Kierkegaard.Márcio Suzuki - 2020 - Doispontos 17 (1).
    Depois de breve contextualização, este texto estuda a herança da psicologia experimental de Christian Wolff em Karl Philipp Moritz, Immanuel Kant e Søren Kierkegaard. Esses três autores transformaram as premissas mais científicas e técnicas da disciplina em formas mais abertas de experimentação romanesca ou teatral.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  8
    As historias da historia literaria.Laura Fernanda Bulger - 2004 - História 1:91-96.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  3
    A história das ideias políticas em contexto.João Luís Lisboa - 2006 - Cultura:11-16.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  10
    Uma história da navegação a vapor no sul de Minas.Marcos Lobato Martins - 2011 - Dialogos 15 (2).
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43. História da implantação da educação infantil no Município de Astorga/PR.Maria Miduri Nodak Wanishi & Elaine Rodrigues - 2018 - Quaestio - Revista de Estudos Em Educação 20 (1).
    O objetivo da pesquisa que resultou neste artigo é escrever uma história e memória para a Escola de Aplicação Monsenhor Celso, primeira instituição oficial de educação infantil do Município de Astorga/Pr, com destaque para a implantação da turma do pré-escolar, no ano de 1972. Trata-se de um estudo histórico que manteve diálogo com a história e historiografia da educação. A metodologia primou pela análise de documentos e estrevistas semiestruturadas com atores que vivenciaram a implementação desse nível de ensino no Município (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44. A Historia das ideias filosoficas no Brasil de Antonio Paim in II Coloquio Português de fenomenologia.E. Abranches de Souerac - 1985 - Revista Portuguesa de Filosofia 41 (4):465-471.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45. História das lesões meniscais na reconstrução do ligamento cruzado anterior.Wilson Mello A. Jr, Paulo Cesar Ferreira Penteado, Adriano Marchetto, Ismael Fernando, Carvalho Fatarelli, Rubens Lombardi Rodrigues & Paulo Henrique Cerqueira - forthcoming - História.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46. História da Educação no Brasil: disciplina de formação e campo de pesquisa.Simone Formiga Albuquerque - forthcoming - História.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47. Uma História da Arqueologia Portuguesa. Das origens à descoberta da Arte do Côa.Nelson Almeida - 2013 - Revista Techne 1 (1).
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  25
    História da loucura de Michel Foucault como uma “história do outro”.Rafael Haddock-Lobo - 2008 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 53 (2):51-72.
    The aim of this paper is focused on presenting the method of historical analysis built by Michel Foucault in his book Histoire de la Folie à l’Âge Classique as a “History of the Other”. Such term appears for the first time at Les Mots et les Choses’s Preface, in which Foucault analyses his method in the quoted book on madness (but also in La Naissance de la Clinique). In this sense, firstly we have to verify the hypothesis of this relation (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. Construção da história da África Romana: Historiografia colonizada X historiografia descolonizada.Rm da Cunha Bustamante - 1998 - História 17:127-145.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50.  1
    História da Implantação da Escola Rural de Xaxim (1952-1961) No Contexto da Escolarização Do Oeste Paranaense.Francielle Aparecida Garuti de Andrade & Cézar De Alencar Arnaut de Toledo - 2017 - Quaestio: Revista de Estudos Em Educação 19 (1):47.
    O objeto desta pesquisa é a Escola de Xaxim, uma instituição escolar rural, criada no ano de 1952, no Povoado de Xaxim, área rural de Toledo, no oeste paranaense. A escola foi criada mediante um acordo celebrado entre o estado do Paraná e o Governo Municipal de Foz do Iguaçu, Comarca de Toledo, e visava atender aos filhos dos trabalhadores que residiam naquela localidade. Trata-se de um estudo histórico e documental sobre a implantação da escola. A pesquisa está situada no (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 1000