Results for 'Kalu E. Uma'

1000+ found
Order:
  1.  21
    “Nós” de Nietzsche: Um pronome plural para a amizade E Uma Nova expressão para filosofia.Jelson Roberto de Oliveira - 2012 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 20:103-119.
    Pretendemos demonstrar com este trabalho como o pronome pessoal plural nós exerce um papel fundamental no pensamento de Nietzsche quanto à relação entre amizade e filosofia. O centro articulador dessa relação é a noção de que a amizade é um espaço de partilha de vivências (de com-vivência, portanto) pré-racional e, enquanto tal, um espaço de factibilidade da nova forma de filosofia proposta por Nietzsche, aquela que articula pensamento e vida. Para isso, pretende-se analisar o uso da suspeita como estratégia filosófica, (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  1
    A Análise Do Que É Uma Moral E a Questão da Sua Fundamentação: Um Estudo Das Lições Sobre Ética de Tugendhat.Delamar José Volpato Dutra - 1999 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 44 (1):221.
    Tugendhat propõe, em seu livro - üções sobre éUca - uma análise formal do que seja uma moral Nesse patamar busca-se estatuir as características de qualquer sistema que queira ser identificado como moral Ao delimitar o que é uma moral Tugendhat determina, não só um cnténo para o reconhecimento de um sistema moral, mas, também, o próprio signjficado das proposições morais. Nesse último ponto, mostraremos os imbricamentos, bem como as diferenças entre essa posição é aquela de Kant. No tocante às (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  8
    Gilbert Simondon e uma filosofia biológica da técnica.Wendell Evangelista Soares Lopes - 2015 - Scientiae Studia 13 (2):307-334.
    ResumoO presente artigo visa mostrar o significado da filosofia biológica da técnica em Gilbert Simondon. Essa rubrica coloca em ação uma leitura da filosofia da técnica do filósofo francês como uma ontologia regional no interior de sua ontologia geral ontogenética, que, nesse regime específico, baseia-se em um modelo do orgânico. Para tanto, mostraremos que a individuação dos objetos técnicos, sua concretização marcada pela superdeterminação funcional, obriga-nos a pensá-los em sua organicidade e desde uma organologia geral. Ademais, os conceitos de adaptação (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  4. O Compêndio de Gramática Hebraica de Espinosa é uma obra more geometrico demonstrata?Homero Santiago - 2013 - Trans/Form/Ação 36 (2):23-44.
    No prefácio das Obras póstumas de Espinosa, o inacabado Compêndio de gramática da língua hebraica é apresentado como um trabalho que, segundo a intenção do autor, quando concluída, assumiria a forma de uma exposição more geometrico da gramática hebraica. Nos estudos espinosanos, muitas vezes se buscou determinar o aspecto geométrico do trabalho, sobretudo em comparação com a Ética , ou então renegá-lo, afirmando a incongruência de aplicar-se tal método a um objeto, um idioma, inapreensível à geometria. A partir da reconsideração (...)
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  8
    Nietzsche, a Crítica Ao Antiquarianismo E Uma Nova História Dos Valores.Raylane Marques Sousa & Eduardo Ferreira Chagas - 2018 - Philósophos - Revista de Filosofia 23 (2).
    O objetivo mais geral de nosso artigo é examinar a crítica de Nietzsche ao antiquarianismo e suas relações com a genealogia. Em primeiro lugar, ocupar-nos-emos com a crítica de Nietzsche à erudição e à história antiquária do século XIX e sua centralidade no pensamento do filósofo, em que história aparece não como simples atividade de erudição e pesquisa antiquária, mas como saber a serviço da vida. Depois de nos debruçarmos sobre a ideia de que Nietzsche é um opositor do antiquarianismo, (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  5
    O Que É Uma Filosofia-Cinema?Mauro Carbone - 2013 - Revista de Filosofia Aurora 25 (37):343.
    Em uma nota originalmente publicada em 1974 somente em italiano, Gilles Deleuze cunhou a expressão filosofia-cinema, aparentemente significando um novo estilo de fazer filosofia, a ser desenvolvido sob a luz das novidades do cinema. A fim de melhor entender o que uma “filosofia-cinema” poderia ser, antes de tudo devemos imaginar o que seria uma “filosofia antiquada”. Proponho caracterizá-la como uma “filosofia-pintura” baseada na noção de “representação”. Por sua vez, essa noção sugere uma concepção peculiar de visão baseada no modelo ótico (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. Quem o Cérebro Pensa Que É? ‐ Uma Neurologia Das Conectividades.Lucas Paolo Sanches Vilalta - 2019 - Doispontos 16 (2).
    Trata-se no presente texto de tomar o cérebro e alguns modelos da neurociência como pontos privilegiadosde análise para refletirmos sobre as conexões entre subjetivação e redes cognitivas e informacionais. Para tanto,realizamos uma neurologia crítica, a partir da filosofia simondoniana, de dois dos modelos hegemônicos decompreensão do cérebro, por um lado, o da substancialização do cérebro e das redes neurais como individualidadesjá constituídas, por outro, do cérebro como um sistema homólogo a uma máquina digital. Na sequência, propomos,a partir da filosofia da (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  31
    O caminho estreito e o caminho largo de Hieronymus Wierix do ano 1619: uma leitura panofskiana de uma gravura da reforma católica.Helmut Renders - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (50):750-779.
    O artigo apresenta e interpreta a gravura De smalle en de brede Weg de Hieronymus Wierix, criada no ano de 1619 na cidade de Antuérpia, já sob domínio espanhol. O objetivo é analisar uma expressão da cultura visual religiosa católica que influenciou as Américas e o Brasil colônia e que inspirou a cultura visual evangélica brasileira, no caso, mediante a xilogravura de Charlotte Reihlen no século 19. Como método aplicam-se os três passos de interpretação de arte religiosa renascentista propostos por (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  13
    Religiões e paz: perspectivas teológicas para uma aproximação ecumênica das religiões (Religion and peace: Theological perspectives for an ecumenical approach of religions) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p917. [REVIEW]Cláudio de Oliveira Ribeiro - 2012 - Horizonte 10 (27):917-936.
    Trata das possibilidades de uma teologia ecumênica das religiões tendo como eixo articulador a preocupação pela paz, pela justiça e pela integridade da criação. O objetivo é analisar temas de destaque para o cenário das análises sociais e teológicas como: a) O valor do humano e da ética social para o diálogo interreligioso, b) As possibilidades de uma unidade aberta, convidativa e integradora no âmbito das religiões; c) A importância pública das religiões; d) As religiões como códigos de comunicação; e) (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  5
    Fronteiras sem'nticas: o dialogismo das linguagens rituais pentecostais e umbandistas – uma análise das expressões gestuais.Valdevino de Albuquerque Júnior - 2019 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 17 (52):514-518.
    O espaço ritual constitui-se num locus sagrado de festa. No palco religioso, o sentimento de reconhecer-se cheio do Esp í rito Santo ou incorporado pelas Entidades reescreve, no pr ó prio corpo do sujeito, a autenticidade de sua tradiçã o mitol ó gica. Simultaneamente, a experi ê ncia religiosa reatualiza o poder dessa tradiçã o. E s ã o v á rias as formas em que a narrativa m í tica emerge, vindo à tona e tornando-se tang ível à percep (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  53
    O grupo Maternar... Uma experiência com mulheres gestantes e com estudantes da área de saúde - UFBa.Anamélia Lins E. Silva Franco - 2012 - Revista Aletheia 37:228-234.
    O grupo Maternar é uma experiência de atividade curricular em comunidade (ACC) que visa desenvolver atividades em saúde materno-infantil e tem tido como principal campo de atuação a Maternidade Climério de Oliveira, maternidade-escola da UFBA. A cada semestre estudantes, uma monitora, residentes, té.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  26
    Fenomenologia, ética e educação: uma análise a partir do pensamento de Husserl.Adão José Peixoto - 2011 - Filosofia E Educação 3 (1):p - 313.
    O texto apresenta uma análise sobre a fenomenologia husserliana e sua crítica ao objetivismo, que tem orientado a filosofia, as ciências e as demais práticas humanas. Inicia-se com a apresentação da origem da fenomenologia, seguida da crítica ao objetivismo, da concepção husserliana sobre a ética e das contribuições destas concepções para a educação. É uma pesquisa bibliográfica realizada a partir de obras de Husserl e de comentadores do pensamento deste filósofo.The paper presents an analysis of Husserl phenomenology and his critique (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  12
    Educação do campo e direitos humanos: uma conquista, muitos desafios // Field of education and human rights: a conquest, many challenges.Geraldo Augusto Locks & Graupe - 2015 - Conjectura: Filosofia E Educação 20 (Espec):131-154.
    Neste texto, refletimos acerca da educação escolar no meio rural brasileiro estabelecendo interface com os direitos humanos. Para alcançar este objetivo, fazemos uma retrospectiva histórica da educação oferecida pelo Estado à população rural, demonstrando que sistematicamente tem sido direito negado do ponto de vista do acesso, da continuidade e da qualidade social do ensino. Contudo, com o processo de democratização da sociedade na década de 1980 e da emergência de movimentos sociais, é reivindicado o direito universal à educação consignado na (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  9
    Para uma releitura das relações entre teoria e prática em educação: contribuições de Habermas // Toward a re-reading of the relationship between theory and practice in education: contributions of Habermas.Amelia Escotto do Amaral Ribeiro - 2015 - Conjectura: Filosofia E Educação 20 (1):119-140.
    Este artigo tem como objetivo principal identificar no pensamento de Habermas elementos que permitam refletir sobre questões referentes às relações entre teoria e prática presentes no discurso educacional, especialmente as relacionadas à formação de professores. Resulta de inquietações provocadas pelo predomínio de um discurso educacional impregnado pela tendência a privilegiar a prática e, de certo modo, negar a teoria, apoiando-se numa ideia de formação restrita a dimensões puramente instrumentais. O lugar da teoria e da prática nos processos de construção do (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  3
    A universidade e uma nova hegemonia.Tatiana Carvalho - 2010 - Filosofia E Educação 2 (1):p - 276.
    Reflete-se aqui sobre o papel da Universidade na atual sociedade capitalista. Elateria a capacidade de difundir a concepção de mundo das classes trabalhadoras, contribuindo para a construção de uma outra sociedade, ou ela seria mais um instrumento de reprodução das sociedades capitalistas Existe um conflito contínuo entre essas duas propostas, que se tenta apresentar com base na discussão gramsciana sobre seus conceitos fundamentais, buscando-se compreender a realidade brasileira atual neste contexto. Procura-se também abordar o debate sobre a Universidade no Brasil, (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16. É o Género uma Construção Social?Teresa Marques - 2014 - In A. P. Mesquita, C. Beckert, J. L. Pérez & Xavier M. L. L. O. (eds.), A Paixão da Razão. Homenagem a Maria Luísa Ribeiro Ferreira. Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. pp. 561-578.
    É muitas vezes aceite que certas categorias, tipicamente as de género, raça, orientação sexual ou doença mental, são construções sociais e não divisões naturais no mundo. A distinção entre categorias naturais e categorias sociais, como pretende ser a distinção entre o sexo e o género, tem servido no âmbito da crítica e ciência social para advogar a abolição de certas normas sociais, e para a implementação de políticas mais equitativas. Contudo, há aspectos centrais do construtivismo que são pouco claros. O (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  17.  48
    A Promoção dos direitos LGBTI no estrangeiro: uma visão geral das experiências da UE e dos EUA.Artem Patalakh - 2017 - Janus.Net, E-Journal of International Relations 8 (2):75-94.
    O presente artigo problematiza a incorporação da promoção dos direitos LGBTI nas políticas externas dos EUA e da UE. Em primeiro lugar, examina os principais documentos, discursos e políticas dos dois atores sobre à promoção dos direitos LGBTI no estrangeiro, e as semelhanças e diferenças entre as abordagens de ambos, atendendo às tendências da sua evolução e desenvolvimento contínuo. Em segundo lugar, o artigo analisa as condições internas nos países alvo que são propícias ao sucesso e ao fracasso do apoio (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  11
    Toda terra é Karbala, todo dia é Ashura: a pedagogia do martírio nas narrativas xiitas e a construção de uma identidade de resistência. 2018. Tese – Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG.Patrícia Simone do Prado - 2019 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (51):1427.
    Propõe-se nesta tese analisar como as narrativas sobre o martírio de Imam Hussein no deserto de Karbala no ano 680 d.C, pode constituir um tipo de pedagogia, entre os xiitas, e como essa pode influenciar a construção de um tipo de identidade entre eles. Estruturada em cinco capítulos, buscou-se compreender e interpretar a construção da identidade xiita, como religiosa e política, a partir do ensino e aprendizagem da narrativa sobre o martírio de Imam Hussein. Através da pesquisa de campo no (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  77
    Educação e cultura da paz: à luz do esboço kantiano, À paz perpétua [Zum ewigen Frieden], ainda é possível pensar uma cultura da paz?Paulo César Nodari - 2009 - Conjectura: Filosofia E Educação 14 (3):11-30.
    O intento deste trabalho é refletir sobre a importância da educação para a superação da violência, criando condições para o desenvolvimento de uma cultura da não violência. Em primeiro lugar, defenderemos a ideia da relevância da educação para a paz, apresentando argumentos que sustentam a tese da cultura da paz. Para tanto, em segundo lugar, analisaremos o esboço kantiano À paz perpétua [Zum ewigen Frieden], sobretudo, no que se refere aos seis artigos preliminares e aos três artigos definitivos, a fim (...)
    No categories
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  26
    Augusto Roa Bastos E Os Elementos de Uma Realidade Delirante.Raquel Cardoso de Faria E. Custódio - 2017 - Hybris, Revista de Filosofí­A 8:273-294.
    O presente artigo pretende demonstrar os elementos que compõem a realidade paraguaia que delira, segundo o autor Augusto Roa Bastos, e como incorpora tais elementos ao seu gesto escritural resultando em uma escritura caleidoscópica.
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  44
    Afetividade e Fluxo de Consciência: uma hipótese de inspiração espinosista.Lia Levy - 2008 - Cadernos de História E Filosofia da Ciência 18 (1).
    O artigo apresenta uma concepção do fluxo de consciência a partir de um modelo de naturalização da consciência de base metafísica não-materialista, inspirado na filosofia de Espinosa. Procura-se responder à questão colocada por Arthur Prior, em seu artigo ?Thank Goodness That?s Over? , acerca do caráter problemático do significado de um certo tipo de proposições indexadas temporalmente no quadro de teorias que recusam a realidade do tempo. Para tanto, defende-se a hipótese de que essas proposições são irredutíveis a proposições não (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22. A arrogância de aquiles ea doçura de pátroclo: A narrativa de Uma philía mediada pelo equilíbrio entre hýbris E sofrosýne.Alessandra Serra Viegas - 2012 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 2 (25):71-79.
    O presente trabalho procurará apontar elementos no caráter de cada um dos heróis-guerreiros na Ilíada de Homero – Aquiles e Pátroclo – e analisar sucintamente como a hýbris do primeiro e a sofrosýne do último são utilizadas de modo significativo na epopeia, a fim de demonstrar a complementaridade entre os dois personagens e garantir o equilíbrio da narrativa naquilo que podemos denominar uma “antropologia homérica”. Ainda, buscará fazer alguns apontamentos sobre as características desta philía que transpassa elementos antagônicos e mostrar (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  10
    GRACIANI, M. S. S. Pedagogia social de rua: análise e sistematização de uma experiência vivida. 5. ed. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 2005. Coleção Prospectiva. V. 4. [REVIEW]Kássia Nunes da Silva - 2011 - Educação E Filosofia 25 (50):749-756.
    A obra intitulada, “Pedagogia social de rua: análise e sistematização de uma experiência vivida”, tem como autora Maria Stela Santos Graciani. Foi publicada no ano de 2005, em São Paulo, pela editora Cortez, pertencendo ao 4° volume da Coleção Prospectiva.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24. A metodologia da problematização com o Arco de Maguerez: uma perspectiva teórica e epistemológica.Neusi Berbel & Silvio Gamboa - 2011 - Filosofia E Educação 3 (2):p - 264.
    Este texto apresenta uma síntese de um estudo realizado com base na literatura e aná-lise de conteúdo, de caráter epistemológico, que focalizou a Metodologia da Problematização com o Arco de Maguerez - como caminho de ensino e de pesquisa -, comvistas a compreender as teorias da educação e/ou concepções de conhecimento que afundamentam. São descritas três versões de explicação e de uso do Arco de Maguerez,cada qual associada a diferentes fontes teóricas e pressupostos epistemológicos. Asversões indicam um processo de renovação (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  43
    "No meio e misturado": o moreno como identificação de cor entre estudantes de uma escola pública.Alan Augusto Moraes Ribeiro - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (1):67-77.
    A partir de 15 casos de discriminação racial vividos por alunos e alunas de uma escola pública do Bairro do Guamá, analiso como os distintos processos identitários com base na cor, referência de identificação étnico-racial, são construídos pelos estudantes como elementos marcadores de sua trajetória educacional. A forma de atuação da escola e a influência dos casos de racismo vividos pelos sujeitos sobre a construção desses processos de identificação aparecem em um cenário escolar marcado pela diferenciação de acesso aos meios (...)
    No categories
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  34
    Luta pela civilização: condições e exigências de uma educação da humanidade para a paz.Álvaro Mendonça Pimentel - 2009 - Conjectura: Filosofia E Educação 14 (3):107-124.
    Resumo : O artigo examina as contribuições do pensamento social de Maurice Blondel para a promoção de uma paz duradoura entre as nações. A partir da crítica blondeliana dos totalitarismos e dos regimes liberais, elencamos certas características da ação humana histórica e concreta, individual e social, que fundamentam uma concepção social e política favorável à pluralidade das culturas e à colaboração entre os povos. Como critério crítico e forma normal de promover a busca imanente do bem, da verdade e da (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  13
    Por uma crítica contempor'nea da educação: Justiça Ambiental e o caso das comunidades quilombolas de Oriximiná. [REVIEW]Vilmar Alves Pereira & Jacqueline Rogério Carrilho Eichenberger - 2018 - Conjectura: Filosofia E Educação 23 (1):97-113.
    O presente artigo pretende elucidar questões relacionadas ao pensamento ecológico contemporâneo, antropológico e social relacionado à Ecologia Política e a Justiça Ambiental, assim como, o caso das comunidades de Oriximiná/PA que trazem para o bojo das discussões uma profunda crítica aos paradigmas dominantes do conhecimento ambiental contemporâneo e da própria Educação Ambiental. O estudo confere a importância da investigação sobre o tema já que a ecologia política se estabelece no espaço que é do conflito, da disputa pela reapropriação da natureza (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  6
    Declínio da experiência e os desafios educacionais: uma abordagem a partir de Walter Benjamin. [REVIEW]Altair Alberto Fávero & Marcelo José Doro - 2018 - Conjectura: Filosofia E Educação 23 (3):459-476.
    Walter Benjamin fala da experiência como sendo o tipo de sabedoria que resulta do encontro de práticas individuais com o horizonte de sentido fornecido pela vida comunitária. Mas esse encontro tem se tornado mais difícil a partir do desenvolvimento da sociedade capitalista moderna. As novas dinâmicas de trabalho, somadas ao ritmo acelerado da vida urbana, favorecem o isolamento dos indivíduos e deturpam sua capacidade de filtrar, significativamente, os eventos que se acumulam no cotidiano. Muitas coisas acontecem, mas muito pouco permanece (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29.  32
    Uma escola para todos e para cada um: escola inclusiva, uma comunidade de aprendizes.Judithe Eva Dupont Ló - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (1):119-134.
    O movimento em direção à escola inclusiva é um dos grandes desafios do cenário educacional. Como transitar da cultura da homogeneidade para a diversidade e avançar no processo de mudança dessa cultura é o tema deste artigo. A ideia de uma comunidade de aprendizes é o princípio que instala a ruptura de concepções cristalizadas de uniformidade e remete a um novo olhar inclusivo. Aborda o universo da inclusão e contempla a ressignificação das variáveis do projeto pedagógico presente no contexto da (...)
    No categories
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Satyricon E memórias póstUmas de brás cubas : Uma leitura burlesca E cômica acerca dos vícios da sociedade.Ana Paula Vasconcelos - 2011 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 1 (22):69-80.
    Tentaremos analisar o riso burlesco, erótico e satírico da obra de Petrônio, característico da sátira menipéia e do conto milesiano, como nos atesta Enylton Sá Rego na obra O calundu e a panacéia:Machado de Assis, a sátira Menipéia e a tradição luciânica ( 1989) e, também, Ettore Paratore no livro História da literatura latina (1987). A incursão do riso no Satiricon segue um caminho erótico e libertino e, para embasar teoricamente essa questão, buscamos o estudo do filósofo francês Michel Foucalt (...)
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31.  38
    Reflexões Sobre a Contação de Histórias:Uma Proposta Para Integrar Oralidade, Leitura E Escrita.Ana Brandt, Felipe Gustsack & Juliana Feldmann - 2009 - Conjectura: Filosofia E Educação 14 (2):169-185.
    Here is a discussion that deals with storytelling by the teacher for the children, considering their contributions to the development of languages in the early years of lementary school. We assumed as the fact that a recovery of the first contact of children with the texts, which are normally through the oral narratives, potentiates the development of oral, reading and writing in an integrated manner. Therefore, we work with oral language and its importance is often overlooked by most schools. Understand, (...)
    Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  33
    Quando se adapta uma obra literária para crianças e jovens, que gênero textual é adaptado?Diógenes Buenos Aires de Carvalho - 2011 - Conjectura: Filosofia E Educação 16 (2):156-168.
    O presente trabalho busca responder à indagação constante no seu título, visto que pouco se sabe sobre a adaptação literária no tocante aos gêneros textuais literários que são objetos desse processo. Em vista disso, desenvolveu-se uma pesquisa bibliográfica (CARVALHO, 2006) que possibilitou a configuração da adaptação literária como um fenômeno editorial da literatura infantil brasileira. A partir dos dados coletados, foi possível identificar os gêneros textuais inseridos no universo da narrativa literária, mais adaptados a crianças e jovens no Brasil: lenda, (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33.  14
    Política, Democracia e Justiça: o que pode o povo com uma Justiça que se assemelha à Artêmis? // DOI: 10.18226/21784612.v22.n3.7. [REVIEW]Ester Maria Heuser - 2017 - Conjectura: Filosofia E Educação 22 (3):517-535.
    A partir de algumas considerações a respeito do estado da arte da política, da democracia e da Justiça brasileira, o artigo recorre à literatura kafkiana na descrição que ela faz do funcionamento da máquina judiciária e de como a lei opera atingindo todos, para, então, desmontar os procedimentos jurídicos e, com humor, exibir o ímpeto e a vaidade dos magistrados. Tais aspectos provocam uma metamorfose da própria Justiça, que acaba por se transformar em “Deusa da Caça”, e daí advém a (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34. Por um jornalismo latino-americano realista, literário e mágico: uma leitura das crônicas de Gabriel García Márquez.Florence Marie Dravet - 2013 - Logos: Comuniação e Univerisdade 20 (1).
    Este artigo busca mostrar que existe um jornalismo literário na América Latina com características singulares, devido a uma realidade propriamente latino-americana em que o realismo é também mágico. Mostraremos isso por meio de uma leitura das crônicas de Gabriel García Márquez.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35.  31
    As diferentes manifestações da juventude na escola: uma visão dos impasses e das perspectivas.Mariane Brito da Costa - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (1):93-105.
    Este artigo dialoga com autores que estudam a temática juventude e escola, problematizando a função da escola como locus de socialização. Parte do pressuposto de que muitos problemas enfrentados pelos jovens na escola é resultado de uma realidade em que as culturas juvenis, caracterizadas por determinadas formas de comportamento, como, gostos, atitudes, estilo de vida, forma de ser, vestir, dançar, falar, se divertir e se relacionar não podem se fazer presentes. Em virtude disso, analisa a desarticulação da escola com as (...)
    No categories
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36.  9
    Coexistência Religiosa Desafia as Partes Para o Diálogo: O Cristianismo Católico E a Religião Tradicional Tsonga-Changana Na Construção de Uma Sociedade Humanizada E Justa No Sul de Moçambique.André Raúl Sibinde - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (49):413-414.
    Esta dissertação, apoiada na análise bibliográfica, descreve a Religião Tradicional Tsonga-Changana e o Cristianismo Católico no Sul de Moçambique, território acentuadamente marcado pela injustiça social contra a mulher e a criança. No passado, a afiliação religiosa servia para estimular e justificar guerras, homicídios e crueldades. Para erradicar essa atitude desumana no âmbito do fenômeno religioso, na segunda metade do século XX, alguns autores cristãos passaram a ponderar sobre a cultura do diálogo inter-religioso. Neste contexto, em face da convivência inter-religiosa e (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37. Reflexos E espelhamentos – O mito de narciso E o duplo em O espelho - esboço de Uma Nova teoria da Alma hUmana de Machado de assis.Juliana C. Chagas Pereira - 2010 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 2 (21):65-72.
    Este trabalho pretende verificar como a questão do duplo expressa já no mito de Narciso é revisitada e reelaborada no conto machadiano O espelho – esboço de uma nova teoria da alma humana, e a partir desta, o conceito de identidade é discutido.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  26
    Multiculturalismo, juventude e formação do professor: potenciais para uma discussão sobre a diferença.William de Goes Ribeiro - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (1):79-92.
    O presente artigo discute possibilidades de articulação da dimensão multicultural na perspectiva do professor e da juventude, analisando implicações para o ensino na escola. Utilizei como fonte o Banco de Teses do site da Capes. O objetivo foi pensar como a epistemologia multicultural pode contribuir à identidade juvenil de maneira positiva. O eixo principal da interrogação está na dualidade diferença/ igualdade na luta contra preconceitos e estereótipos. A pesquisa indica limites e potenciais nas mudanças curriculares numa perspectiva multicultural crítica. Contudo, (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  5
    Resenha: Remanso: uma comunidade mágico-religiosa. O fantástico apoiado em uma mundividência afrodescendente – aspectos das ambivalências sociais, geográficas e históricas.Alexandre Frank Silva Kaitel - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (50):973-980.
    Book review: SENNA, Ronaldo de Salles; AGUIAR, Itamar Pereira de. Remanso: uma comunidade mágico-religiosa. O fantástico apoiado em uma mundividência afrodescendente – aspectos das ambivalências sociais, geográficas e históricas. Feira de Santa: UEFS Editora, 2016.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  6
    Continuidade e Mudança - A din'mica de uma instituição religiosa: a Igreja Católica na América Latina – Uma resenha.Maria José Fontelas Rosado-Nunes - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (49):417-422.
    ANDES, Stephen J.C.; YOUNG, Julia. Local Church, Global Church: Catholic Activism in Latin America from Rerum Novarum to Vatican II. Washington, DC, The Catholic University of America Press, 201 O livro em questão insere-se em uma perspectiva analítica, tentando mostrar o jogo de adaptação e de continuidade ao trabalho no continente americano. Apesar do reconhecimento das mudanças notáveis introduzidas pelo Vaticano II, a tese é que, ao contrário do que é sugerido por uma certa literatura de historiografia e teologia latino-americana, (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  3
    Pressupostos epistemológicos nos processos de ensino e de aprendizagem a partir de uma perspectiva ética. [REVIEW]Jayme Paviani & Vanderlei Carbonara - 2018 - Conjectura: Filosofia E Educação 23 (3):541-560.
    No decorrer do artigo, são analisados diferentes pressupostos epistemológicos e suas possíveis implicações nos processos de ensino e aprendizagem no contexto educacional. Para tanto o texto parte de alguns esclarecimentos preliminares sobre a ideia de pressupostos e contextualiza aspectos do debate epistemológico em relação a algumas das matrizes educacionais mais expressivas. Ao propor uma análise da possibilidade de um conhecimento seguro e verdadeiro diante dos processos de ensino e aprendizagem, o artigo alcança seu ponto mais significativo de argumentação e coloca (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  3
    Medellín e Teologia da Libertação: muito mais que uma relação histórica.Agenor Brighenti - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (50):544-575.
    Medellín e a Teologia da Libertação têm em comum um contexto social e eclesial marcado por profundas transformações, desafiando os cristãos a se somarem na busca de alternativas à situação de uma sociedade marcada pela injustiça institucionalizada e a exclusão. E tanto Medellín como a Teologia da Libertação foram duas respostas à altura, que dariam muito que falar, que pensar e que fazer. Medellín deu à Igreja na América Latina um rosto próprio, plasmado pelas comunidades eclesiais de base, a leitura (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43.  3
    Desconstrução e justiça: uma abertura frente ao outro.Verónica Pilar Gomezjurado Zevallos - 2018 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 16 (50):845-863.
    O objetivo deste artigo é apresentar uma argumentação sobre a possibilidade de se pensar a justiça como uma experiência do i m possível. Parte-se da distinção derridiana entre justiça e direito. Essa distinção trará algumas implicações no que tradicionalmente é entendido como ética. Partindo do jogo ou da différance marcada entre a presença/ausência, pretende-se estabelecer um ponto de diálogo entre Derrida e Levinas. O ponto de aproximação é a questão do terceiro na relação do face a face. Nesse sentido, problematiza-se (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  11
    Uma crítica à cidadania liberal no contexto da formação de jovens e adultos na educação escolar // A critical to citizenship in the context of liberal youth and adult education in school education.Rubens Luiz Rodrigues & Solano - 2015 - Conjectura: Filosofia E Educação 20 (3):108-122.
    O presente artigo discute o conceito de cidadania e sua relação com as questões educacionais, sobretudo, as relacionadas ao campo da Educação de Jovens e Adultos. Constitui-se como resultado de pesquisa intitulada “Cidadania e EJA: concepções e desafios que marcam a escola pública brasileira” no âmbito do Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora. O texto destaca como o conceito de cidadania se desenvolveu historicamente, buscando seus fundamentos ideológicos e (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  8
    Uma incursão pela tríade currículo, filosofia da ciência e formação de professores da área de ciências naturais. [REVIEW]Meirecele Calíope Leitinho & Januário Rosendo Máximo Júnior - 2016 - Conjectura: Filosofia E Educação 21 (3):604-627.
    O presente artigo apresenta o estado da questão sobre a tríade Filosofia da Ciência, Currículo e Formação de Professores, sendo parte de uma pesquisa em andamento realizada no Programa de pós-graduação-Mestrado em Educação que tem como objetivo compreender a importância da Filosofia da Ciência no currículo dos cursos de licenciatura na área de Ciências Naturais. A construção do estado da questão possibilita o mapeamento das pesquisas referentes ao nosso objeto de estudo, bem como desvela o conhecimento sobre como se encontra (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46. Os Fundamentos Científicos da Comunicação: Uma crítica flusseriana a comunicólogos brasileiros e seus desdobramentos epistemológicos.Michael Hanke - 2013 - Logos: Comuniação e Univerisdade 19 (2).
    Pouco, ou, se comparado com os períodos anterior e posterior, menos é sabido sobre a época francesa de Flusser. Uma de suas atividades, como comprovam documentos do Arquivo Flusser, foi a elaboração de pareceres sobre livros brasileiros, com a finalidade de julgar o mérito para tradução e publicação na França. Trata-se, pelo menos, de três livros analisados por Flusser: “A Comunicação do Grotesco”, de Muniz Sodré, “Sociedade de massa (Comunicação e Literatura)”, de Luiz Beltrão, e “Fundamentos Científicos da Comunicação”, de (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47. Estado, Democracia e Sujeito de direito: para uma crítica da política contempor'nea.Oswaldo Giacoia Junior - 2015 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 2 (2):49-61.
    No presente artigo, indico a relevância da contribuição de Nietzsche para a reflexão e o debate sobre problemas fundamentais de filosofia política e do direito contemporâneas, tais como soberania, cidadania, direitos humanos, justiça, estado e democracia. Nesse contexto, o artigo pretende mostrar que uma aproximação entre Nietzsche e Agamben esclarece o projeto de superação da forma direito, ao interpretar a desigualdade política a partir da noção de bando, ao invés de recorrer ao paradigma do contrato social.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48. Comunicação e natureza humana: argumentos a favor de uma atualização epistemológica.Diego Franco Gonçales - 2012 - Logos: Comuniação e Univerisdade 19 (1).
    Avanços nas Ciências Sociais e nas Ciências Cognitivas promoveram uma nova compreensão da natureza humana, que integra as instâncias separadas da biologia e da cultura. Examinando as correntes teóricas mais influentes da comunicação, esse artigo argumenta que a Comunicação Social não dialoga com esses avanços, permanecendo encapsulada numa concepção de natureza humana perigosamente desatualizada.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. As diferentes manifestações da juventude na escola: uma visão dos impassses e das perspectivas.Mariane Brito da Costa - 2010 - Conjectura: Filosofia E Educação 15 (1):93-105.
    Este artigo dialoga com autores que estudam a temática juventude e escola, problematizando a função da escola como locus de socialização. Parte do pressuposto de que muitos problemas enfrentados pelos jovens na escola é resultado de uma realidade em que as culturas juvenis, caracterizadas por determinadas formas de comportamento, como, gostos, atitudes, estilo de vida, forma de ser, vestir, dançar, falar, se divertir e se relacionar não podem se fazer presentes. Em virtude disso, analisa a desarticulação da escola com as (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50. Cultura e Cibercultura - princípios para uma reflexão crítica.Francisco Rudiger - 2011 - Logos: Comuniação e Univerisdade 18 (1).
    Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;} O relato ensaia uma reflexão sobre a força e propriedade do conceito de cibercultura, procedendo a uma revisão histórica do termo cultura que lhe informa. O argumento explora o caráter fantasmagórico que esta última, a cultura, teria naquele âmbito, tomando a sério a hipótese de havermos entrado em uma (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 1000