Results for 'Ludwig Feuerbach. Crítica religiosa. Filosofia da religião'

998 found
Order:
  1.  20
    Como um riacho de fogo: estudo sobre o fundamento antrop. da crítica à religião a partir de "A essência do cristianismo", de L.Feuerbach. 2011. 105 f. Dissertação (Mestrado) – Pont. Univ. Católica de M., Progr. de Pós-grad. em C. da Religião, B. [REVIEW]Anderson Geraldo Pinheiro Malta - 2012 - Horizonte 10 (28):1473-1474.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. A gênese antropológica da religião em Ludwig Feuerbach.Felipe Assunção - 2013 - Revista Inquietude 4 (2):9-27.
    Resumo: Feuerbach em A essência do cristianismo desenvolve uma investigação sobre a origem humana de Deus, sobretudo, na religião cristã e este artigo procura reconstruir a fundamentação teórica de nosso autor que, a partir de uma teoria da consciência e essência humanas, alicerça uma crítica/desvendamento da alienação religiosa que o permitirão demonstrar, assim, a verdade integralmente antropológica de Deus e da religião, afirmando, também, a perfeição e infinitude das qualidades essenciais do homem enquanto ser consciente de seu (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  57
    A crítica feuerbachiana da religião: Um contributo à compreensão do conceito de alienação religiosa.Wodson Vieira Alves - 2010 - Revista de Teologia 4 (5):71-76.
    The interpretation of an anthropological or reducing the anthropological theology - denies God to confirm the man - who does Feuerbach religion is the starting point for his understanding of ideology: there is no liberation of man without a denial of God. It assumes that religion is the expression and cause of human alienation. For Feuerbach, "the knowledge that man has of God is only selfknowledge of man, of his own essence." He holds a total reduction of theology and all (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  32
    Filosofia Analítica da Religião como Pensamento Pós-"Pós-Metafísico" (Analytic Philosophy of Religion as a Post-‘Post-Metaphysical’ Thought) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n16p80. [REVIEW]Agnaldo Cuoco Portugal - 2010 - Horizonte 8 (16):80-98.
    Entendendo “pensamento pós-metafísico” no sentido da crítica moderna e positivista à metafísica como forma de conhecimento, o artigo apresenta a filosofia analítica da religião como uma resposta à tese de que a linguagem religiosa não tem sentido porque não se refere a nenhum dado empiricamente verificável ou falseável. Em primeiro lugar, é apresentada a resposta não-realista ao desafio pós-metafísico, especialmente a de D. Z. Phillips, baseada nas ideias de Wittgenstein. Nessa proposta, o sentido da linguagem religiosa não (...)
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Immanuel Kant - Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião (estudo introdutório [extrato]) [Extrato].Bruno Cunha - 2019 - In Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião. Petrópolis - Cascatinha, Petrópolis - RJ, Brasil: pp. 7-53.
    O manuscrito estudantil das Lições sobre a Doutrina Filosófica da Religião, ministradas muito provavelmente no semestre de inverno de 1783/84, foi publicado pela primeira vez em 1817 por Karl Heinrich Ludwig Pölitz. Kant ministrou essas Lições tendo como base escritos metafísicos e teológicos que tinham sido publicados por influentes filósofos alemães de sua época (Alexander Gottlieb Baumgarten, Johann August Eberhard und Christoph Meiners). Mas, em suas Lições, Kant não apenas faz referência à posição desses filósofos. Ao contrário, ele (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  3
    Filosofia da Religião.Gabriela Nascimento, Michael Schulz & Norton Gabriel Nascimento - 2021 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 65 (3):e38760.
    Partindo do pluralismo religioso como um fato europeu, no diálogo inter-religioso encontra-se uma chance para uma espécie de acordo entre diferentes culturas. No presente texto, após intensos debates sobre diferentes correntes religiosas e filosóficas do decorrer da história, o professor Dr. Michael Schulz utiliza especialmente da abordagem dos pensadores Stephan Grätzel e Armin Kreiner para explicar o que significa uma filosofia da religião inter-religiosa e intercultural.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  28
    Paradigma para a defesa da descrença: Crítica de Friedrich Nietzsche à religião cristã.Me José Moacir de Aquino, Rogério Santos Dos Prazeres & Leandro Elias Marques Vieira - 2012 - Revista de Teologia 6 (9):p - 55.
    O texto apresenta o pensamento de Friedrich Nietzsche sobre os fundamentos da religião cristã. Trata-se de uma abordagem em que se traz à tona criticas, entendidas como posicionamento filosófico do autor de O Anticristo. Considerando-se que a fé e a verdade são temáticas que estão indissociáveis na Crítica de Nietzsche à religião cristã, buscou-se denotar a importância destes assuntos atrelados à convicção religiosa no cristianismo. Isso porque, em conformidade com a perspectiva de Nietzsche, é um posicionamento que (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  1
    Ludwig Feuerbach como crítico moderno de la religión.Álvaro Pavón González - 2020 - Escritos 28 (61):130-147.
    The aim of this article is to analise the religion philosophy and its critic, based on Ludwig Feuerbach principles as one of the greatest exponents of modern atheism. It will start from some thinkers that could be considered as Ludwig predecessors, going through Feuerbachian considerations to finish with a valuation of those philosophers who have built a new critic philosophy of the religion and theology, relating some Feuerbach innovations in this fields with highly topical matters, proving the actual (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  5
    "Ecce homo": ensaio sobre a representaçao da essência do homem na "Nova filosofia" de Ludwig Feuerbach.Paulo Pacheco de Lima - 2012 - Revista Portuguesa de Filosofia 68 (3):411-438.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  10.  5
    Religião, Teologia e Antropologia: o confronto entre Karl Barth e Ludwig Feuerbach (Religion, theology and anthropology: the confrontation between Karl Barth and Ludwig Feuerbach) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n14p156. [REVIEW]Adriani Milli Rodrigues - 2009 - Horizonte 7 (14):156-169.
    Resumo O objetivo deste artigo é sintetizar os principais elementos do confronto entre o pensamento do teólogo reformado Karl Barth e o do filósofo alemão Ludwig Feuerbach com relação aos temas da religião, teologia e antropologia, que na abordagem de ambos apresentam conexão direta. Para tanto, este estudo inicia-se com uma panorâmica apresentação feuerbachiana da interpretação antropológica da teologia e religião, particularmente a partir de sua obra mais famosa “A Essência do Cristianismo”, que conduz às suas conclusões (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  16
    Krassuski, Jair Antônio. Crítica da religião e sistema em Kant: um modelo de reconstrução racional do Cristianismo. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005. [REVIEW]Daniel Omar Perez & Jorge Vanderlei Costa da Conceição - 2007 - Revista de Filosofia Aurora 19 (24):211.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. The Contributions of C. S. Peirce to Contemporary Philosophy of Religion: As Contribuições de C. S. Peirce Para a Filosofia da Religião Contempor'nea. [REVIEW]Robert Neville - 2001 - Cognitio 2.
    : The classical North American pragmatists were intrigued by religion and devout in varying ways, all of which were compatible with a secularist outlook. Peirce is the most fruitful to pursue because of the analytical usefulness of his semiotics for interpreting religious symbols. First, his theory shows that symbols make possible and guide engagement with the divine, rather than substitute for it. Second, his theory distinguishes meaning from reference and interpretation, each of which opens new ways to think about religious (...)
    No categories
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  5
    O Conceito de Essência Humana a Partir da Concepção Antropológica de Ludwig Feuerbach.Jéfferson Luiz Shafranski da Silva & Charles Feldhaus - 2018 - Revista Dialectus- Revista de Filosofia 12 (1).
    O presente artigo busca apresentar a concepção de essência humana materialista antropológica de Feuerbach. Ao longo de seu pensamento, Feuerbach, procura esclarecer que pensar o homem, significa pensá-lo dentro dos limites da condição humana material sensível e física. Portanto é enfatizado que Feuerbach sustenta que o acesso a nossa essência está relacionado com a maneira como acessamos a nossa consciência e que a maneira como acessamos essa última tem uma condição estritamente material e, portanto, deveríamos abordá-la exatamente dessa maneira e (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  6
    Ontologia E Conhecimento Nos Princípios da Filosofia Do Futuro de Ludwig Feuerbach.José Edmar Lima Filho - 2017 - Philósophos - Revista de Filosofia 22 (2):157.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  18
    A epistemologia reformista de Plantinga.Domingos Faria - 2011 - Critica.
    A epistemologia da crença religiosa é uma área da filosofia da religião que procura responder ao seguinte problema: haverá justificação para se ter fé sem provas, argumentos ou indícios? Ou formulando de outra forma: será epistemicamente legítimo acreditar em Deus sem provas, argumentos ou indícios? Além das respostas tradicionais de William Clifford e de William James a esse problema, há uma resposta mais contemporânea e filosoficamente prometedora: a epistemologia reformista de Alvin Plantinga (n. 1932). Chama-se “reformista” à sua (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  16.  7
    Recepción Y Crítica Del Pensamiento Filosófico de Ludwig Feuerbach.Joaquín Gil Martínez - 2016 - Kriterion: Journal of Philosophy 57 (134):505-524.
    RESUMEN El presente artículo trata de mostrar las varias y diversas interpretaciones y posiciones existentes con respecto a la filosofía de Feuerbach, lo cual revela la influencia e importancia de su pensamiento. Así mismo, más allá de los diversos intentos por periodizar la obra de Feuerbach, el artículo trata de mostrar en qué medida es posible afirmar la existencia de un principio interno explicativo de su filosofía, el cual puede encontrarse en el concepto mismo de crítica, referido tanto a (...)
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  12
    A aversão do cristianismo à natureza em Feuerbach.Eduardo Ferreira Chagas - 2010 - Philósophos - Revista de Filosofia 15 (2):57-82.
    Feuerbach deixa claro que a teologia cristã se relaciona negativamente ante a natureza. A depreciação ou desvalorização religiosa pela natureza tem consequências para o julgamento da natureza humana por parte da teologia, pois esta condena também a dimensão natural-sensível da natureza do homem e, frente a esta, enaltece o espírito. Precisamente porque a natureza expressa objetividade, necessidade, corporeidade, sensibilidade, é ela o negativo, por assim dizer uma prova dos limites da interioridade, do sentimento religioso, isto é, a barreira concreta que (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  18. Uso político da religião e uso religioso da política: uma análise a partir de duas interpretações exemplares - Marsílio e Maquiavel.José Luiz Ames - 2014 - Clareira: Revista de Filosofia da Região Amazônica 1 (2):220-239.
    We are presently confronted with an impressive growth of the religious phenomenon. This can be observed not only related to both the outbreak of new religions and the increasing attendance to worship services, but also for the presence of the religious language in the political discourse. We can see nowadays a political use of religion and a religious use of politics. When we approach the religions in a large scale perspective is possible to verify that in all of them both (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  14
    A influência da religião na legitimação do Estado através da obra de Maquiavel.Rafael Bruno Gonçalves - 2019 - Conjectura: Filosofia E Educação 24.
    O presente artigo pretende demonstrar como a obra de Maquiavel elenca aspectos pertinentes sobre a relação entre religião e Estado, e como estes podem ser analisados através do ponto de vista da teoria política moderna. Suas contribuições relacionadas ao estudo da função política da religião, entendida como item essencial na manutenção, reconhecimento e solidez do Estado, levantam indagações indispensáveis para pensar a influência de determinados preceitos confessionais, relacionados ao poder eclesiástico, na formulação de uma moral política voltada para (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  12
    A “basicalidade” da crença em Deus segundo Alvin Plantinga: uma apresentação.Guilherme V. R. De Carvalho - 2006 - Horizonte 4 (8):97-113.
    O artigo apresenta a defesa da racionalidade da crença em Deus desenvolvida pelo filósofo reformado Alvin Plantinga, a partir de sua redefinição como “crença apropriadamente básica”. Após uma breve introdução, que situa a epistemologia religiosa de Plantinga no contexto das transformações recentes no campo da filosofia analítica da religião, expõe-se a crítica de Plantinga ao fundacionalismo clássico, cujo colapso teria reaberto a viabilidade epistemológica da crença em Deus. Segue-se a defesa plantingiana da crença em Deus como crença (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  7
    Transcender Sem Transcendência: Elementos Para Uma Reabilitação Materialista da Religião.Rosalvo Schütz - 2020 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 65 (1):36155.
    O objetivo deste artigo é compreender como Ernst Bloch articula as concepções de materialismo e religião. Apoiando-se especialmente em F. Schelling, Bloch elaborou uma concepção de materialismo que concebe a capacidade de transcender sem a necessidade de recorrer a um ente transcendente. É a recusa radical de qualquer forma de idolatria. Carregadas de conteúdo utópico, como indicara Feuerbach, as religiões seriam um locus privilegiado de pré-anúncio e emergência do inédito. Seria preciso, no entanto, trazer esses conteúdos para o âmbito (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  1
    O Novo Materialismo E a Crítica da Atividade Científica de Marx a Partir Das Teses Ad Feuerbach.Douglas Rafael Dias Martins - 2020 - Investigação Filosófica 10 (2):71.
    O presente artigo visa tratar do “novo materialismo” na filosofia de Karl Marx após 1845, com a produção das chamadas _Teses ad Feuerbach_. Nesse sentido, buscaremos expor essa nova concepção filosófica através da reformulação da relação sujeito-objeto levada a cabo por Marx, que levou o autor a uma noção crítica de ciência, distinta daquela que vigorava no pensamento europeu e posteriormente caracterizada como tradicional, bem como da crítica da metafísica da economia política. A partir dessas críticas, a (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23. Filosofia da religião em Kierkegaard depois do anúncio da morte de Deus.Jonas Roos - 2014 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 2 (1):43-53.
    o artigo reflete sobre a atualidade da filosofia da religião de Kierkegaard tomando como inspiração as comemorações dos duzentos anos de seu nascimento e considerando, especialmente, o contexto atual de leitura da obra do dinamarquês como posterior ao anúncio da morte de Deus. Como uma perspectiva de leitura para a filosofia da religião de Kierkegaard abordarei a interpretação de Gianni Vattimo para o anúncio da morte de Deus. Em seguida analisarei alguns aspectos do conceito de histórico (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24. Filosofia da religiao.M. A. da Veiga - 1981 - Revista Portuguesa de Filosofia. Supplemento Bibliografico Braga 11 (67-68):16-22.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  73
    Feuerbach e Espinosa: deus e natureza, dualismo ou unidade?Eduardo Ferreira Chagas - 2006 - Trans/Form/Ação 29 (2):79-93.
    : O presente artigo evidencia, por um lado, o mérito da filosofia de Espinosa, pelo fato de haver submetido a oposição das partes e do todo, do corpo e da alma, da matéria e do espírito, à unidade da substância, já que toda parte singular da substância pertence à sua natureza. Por outro lado, destaca a crítica de Feuerbach a Espinosa, porque a filosofia deste é, na verdade, uma filosofia da identidade, que não reconhece, como Hegel (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   3 citations  
  26.  25
    Rumo a uma Filosofia da Religião em tom Pós-metafísico. Diálogos com Habermas e Rorty (Towards a philosophy of religion in a post-metaphysical tone. Dialogue with Habermas and Rorty) - DOI: DOI – 10.5752/P.2175-5841.2010v8n16p12. [REVIEW]Julio Paulo Tavares Zabatiero - 2010 - Horizonte 8 (16):12-32.
    Este artigo consiste em um diálogo com textos de Jürgen Habermas e Richard Rorty referentes ao tema da religião e seu lugar na sociedade contemporânea. Em vista do tom dialogal, as citações desses autores são relativamente numerosas, a fim de que as suas vozes sobressaiam no texto. O objetivo do diálogo é extrair pistas para a construção de uma filosofia da religião em tom pós-metafísico, ou não fundacional. Não é um texto exaustivo, mas sugestivo. Não se propõe (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  25
    Religião e literatura na crítica a Franz Kafka (Religion and literature in the criticism about Franz Kafka) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n25p157. [REVIEW]Mauro Rocha Baptista - 2012 - Horizonte 10 (25):157-175.
    Partimos dos eixos propostos por José Carlos Barcellos no artigo “Literatura e teologia” para enquadrar a fortuna crítica que se elevou em torno de Franz Kafka quanto à relação entre sua literatura e a temática religiosa. O primeiro eixo lida com a perspectiva de que a literatura se apresente como uma teologia não teórica, nele analisamos a configuração de Kafka como um cabalista de acordo com Scholem. No segundo, sob a ótica de que a teologia está presente na literatura, (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  24
    Religião, patologia e feminilidade: uma análise da saudade em O homem (1887), de Aluísio Azevedo.Cristian J. Oliveira Santos - 2007 - Horizonte 6 (11):89-107.
    Resumo Os estudos literários têm comumente recorrido a ferramentas auxiliares ligadas às ciências sociais, mormente à filosofia e à sociologia. Tal postura tem dado origem a análises interessantes a respeito do discurso literário como produto ideológico configurador de verdades coerentes e totalizantes no que concerne a grupos sociais diversos, o que envolve, freqüentemente, a prática de estigmatização desses na tessitura da engenharia social. Nesse contexto, o presente artigo pretende trabalhar com a representação das beatas valendo-se da análise da personagem (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29.  7
    A Filosofia da religião em David Hume: teísmo, ateísmo ou deísmo?Samuel Dimas - 2014 - Revista Filosófica de Coimbra 23 (46):449-468.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Filosofia da Religião E Mal Radical Em Kant.Aguinaldo Pavão - forthcoming - Kant E-Prints.
  31.  9
    A Filosofia da Religião E Seu Objeto Em Paul Tillich E Jean-Luc Marion.Frederico Pieper - 2014 - Horizonte 12 (36).
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  38
    Feuerbach and Spinoza: God and Nature, Dualism Ou Unity?Eduardo Ferreira Chagas - 2006 - Trans/Form/Ação 29 (2):79-93.
    This article on the one hand offers evidence of Spinoza's philosophical merit due to the fact that he propounded the opposition of substance of parts and whole, body and soul, matter and spirit, to unity of substance, since every single part of substance belongs to nature. And on the other hand it presents Feuerbach's critique of Spinoza since Spinoza's philosophy is in fact an identity philosophy which does not recognize, as Hegel also points out, the substance of spirit and the (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  33.  16
    "Ludwig Feuerbach e il futuro della filosofia". Cronaca di un convegno.Francesco Tomasoni - 1990 - Rivista di Storia Della Filosofia 45 (4):755.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34.  9
    A Forma Lógica da Linguagem Religiosa E Ética.John Bolender - 2018 - Trans/Form/Ação 41 (4):155-176.
    Resumo: Ludwig Wittgenstein tentou desenvolver, desde 1929, uma abordagem à filosofia da lógica em termos de escalas de medição. Embora mostrasse grande sensibilidade a diversos tipos de escalas, Wittgenstein não estava bem posicionado para fazer seu projeto render frutos, porque a teoria das medidas não começou a fazer avanços significativos antes do final da década de 1940, e continuou desfrutando de um progresso relevante, até os anos 80. Não obstante, nas suas obras e palestras dos anos 30, Wittgenstein (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35.  4
    Filosofia E Psicoterapia No Projeto da Análise Existencial de Viktor Frankl: A Compreensão da Pessoa Espiritual a Partir da Transcendência.Marcos Vinícius da Costa Meireles - 2020 - Horizonte - Revista de Estudos de Teologia E Ciências da Religião 18 (55):418.
    Esta tese, de caráter epistemológico, tem como objetivo demonstrar como a relação entre filosofia e psicoterapia contribui com o empreendimento da Análise Existencial frankliana, permitindo vislumbrar uma concepção de ser humano desde uma dimensão existencial. A relação com a filosofia se deu principalmente a partir das obras de Martin Heidegger, em especial Os fundamentos metafísicos da lógica e Seminários de Zollikon. No tocante à bibliografia de Frankl, destaca-se Logoterapia e Análise Existencial. Esta pesquisa teórico-bibliográfica está dividida em três (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36. O Projeto da Ciência da Lógica de Hegel E o Problema Do Início da Filosofia.Werner Ludwig Euler - 2014 - Revista Opinião Filosófica 5 (1).
    Neste texto, refero-me principalmente à forma madura da Ciência da Lógica, isto é, ao seu primeiro livro da edição revista do ano 1832. O objetivo de meu trabalho reside em demonstrar que a ilustração do problema do início da filosofia por Hegel é indiretamente uma chave para o entendimento da ideia fundamental de sua concepção da lógica como método científico da filosofia. Para atingir esse objetivo exponho, em primeiro lugar, as principais ideias do programa de Hegel por uma (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  35
    O Ateísmo Francês Contemporâneo: uma comparação crítica entre Michel Onfray e André Compte-Sponville (Contemporary French Atheism: a Critical Comparison between Michel Onfray and André Comte-Sponville) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n18p127. [REVIEW]Agnaldo Cuoco Portugal & Abraão Lincoln Ferreria Costa - 2010 - Horizonte 8 (18):127-144.
    Michel Onfray e André Comte-Sponville são os dois mais famosos representantes do ateísmo filosófico francês contemporâneo, que continua uma tradição iniciada no século XVIII de negação irreligiosa da noção monoteísta de Deus. Embora compartilhando várias ideias, como o naturalismo e, obviamente, a rejeição do monoteísmo, suas propostas têm diferenças importantes. Onfray imputa à religião a maioria dos males enfrentados pela humanidade, recusando-se a fazer qualquer concessão à tradição religiosa monoteísta, e propondo uma filosofia libertária de tipo hedonista e (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  11
    Crítica de Levinas À Estrutura da Subjetividade Kantiana.Evaldo Antônio Kuiava - 1999 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 44 (2):297.
    Conforme Lévinas, a filosofia críticakantiana ainda é insuficiente para estabeleceruma autêntica relação com outrem, à altura dohumano. Isso ocorre apesar de Kant determinaros limites, o alcance e o valor da razão, concluindopela redução do campo do conhecimento racionalaos objetos de experiência possível, o que significoua negação da possibilidade de cognoscibilidadedos objetos da metafisica e da religião. Tal insuficiênciaconsiste essencialmente na concepção dasubjetividade como atividade espontànea. Nessesentido, Lévinas propõe uma destituição do euautônomo do seu poder de legislar os princípiosque (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  7
    A Secularização E a Religião Como Essenciais Ao Homem.Genildo Ferreira da Silva - 2018 - Philósophos - Revista de Filosofia 23 (1):75-103.
    Discutir o tema secularização significa obrigatoriamente tratar do comportamento humano em seu relacionamento social. Nos últimos três séculos, tal acepção remete ao ideal da modernidade de conceber uma sociedade com o direito de organizar a vida civil tendo como recurso apenas a razão livre da tutela da autoridade religiosa. Rousseau, tendo apresentado no Contrato social elementos como a defesa da Soberania e da Vontade Geral, não deixa de causar estranheza que no fim da obra apresente uma proposta de Religião (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  24
    A reconstituição da moral na Crítica da razão pura.Vinicius de Figueiredo - 2004 - Discurso 34:87-108.
    O questionamento da validade do princípio sistemático do kantismo trouxe inicialmente consigo tentativas de aperfeiçoá-lo e, em seguida, a suspeita de que a revolução filosófica trazida pela Crítica sela um compromisso arbitrário com os dogmas da moral e da religião, reforçada pelo fato de serem eles reabilitados na filosofia prática a despeito da interdição do dogmatismo. Ao revés dessas interpretações e a partir da retomada do "2 Préfácio" da Crítica da razão pura, argumenta-se aqui que, em (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  17
    Filosofia da Arte E Arte de Filosofar. Arte, Linguagem E Religião Em Fichte E Schelling.Federico Ferraguto - 2015 - Kriterion: Journal of Philosophy 56 (132):473-494.
    RESUMO Este trabalho desenvolve aspectos da controvérsia entre Fichte e Schelling em relação aos elementos estéticos, linguístico-filosóficos e da filosofia da religião de ambos, que é foco das "Investigações sobre a liberdade humana de Schelling", assim como das exposições da doutrina da ciência e da ética do Fichte tardio. As divergências entre Fichte e Schelling não envolvem apenas problemas especulativos, mas sim variadas implicações e consequências dos seus sistemas filosóficos, que podem ser destacadas por uma análise da função (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  17
    Análise Do Discurso Baseado Em Taxonomia de Martin E Rose: Um Caso Para Promover o Discurso Sobre CLIL No Programa de Doutorado Em Filosofia da Religião.Oleg Pavenkov & Mariia Pavenkova - 2016 - Revista de Teologia 10 (17):129-139.
    This study is devoted to examining the introduction of the Content and Language Integrated Learning classes that combine the history of religion philosophy and English language education within the Ph.D. programme. New global challenges and the BRICS development require the implementation of the CLIL programmes for organizing and improving intercultural cooperation, to give it a more profound value-grounded character. In this regard, it is necessary not only to introduce the teaching of the English language but also to improve the discursive (...)
    No categories
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43. O problema religioso como pre'mbulo do idealismo italiano: das teses de Maurizio Viroli à religião da liberdade em Croce.Márcio Gimenes de Paula - 2015 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 3 (1):85-115.
    O objetivo do presente artigo é analisar o quanto o chamado idealismo italiano de Croce e Gentile são, em verdade, dependentes da concepção religiosa italiana. Para tanto, nos deteremos, na primeira parte do nosso trabalho, principalmente numa análise das teses de Maurizio Viroli. Já no segundo parte do nosso artigo nos deteremos na análise dessa temática dentro do conceito de religião da liberdade em Croce. Assim, após tal inventário, teceremos nossas conclusões.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  31
    Teologia, ciência da religião e filosofia da religião: definindo suas relações.Jörg Dierken - 2009 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 54 (1):113-136.
    The essay revisits the complex phenomenon of religion, in light of the articulations and differentiations between theology, philosophy of religion, and religious studies, particularly within the social, cultural context of modernity and the Enlightenment categories of rationality, freedom, and science, in major thinkers such as Max Weber and Ernst Troeltsch.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  25
    Ludwig Feuerbach und der Eingang der klassischen Ffotografie. Zum Verhaltnis von anthropologischem und historischem Materialismus. [REVIEW]Francesco Tomasoni - 2006 - Rivista di Storia Della Filosofia 3.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46. Ludwig Feuerbach. Una biografia intellettuale.Marco Vanzulli - 2013 - Giornale Critico Della Filosofia Italiana 9 (2):413-418.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47.  14
    Übermensch nietzschiano E o cristianismo. Estudos sobre a filosofia da religião em Nietzsche.Eduardo Marcos Silva de Oliveira - 2012 - Horizonte 10 (27):1090-1091.
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  12
    A Religião e o Esgotamento do Iluminismo - Estudo de Filosofia da Religião a Partir da Dialética do Iluminismo.Manoel Ribeiro Moraes Junior - 2016 - Horizonte 14 (43):937-951.
    Studies of religion in Renaissance and Enlightenment modernity were always under the conditions of the emancipatory promises of secular knowledge, technology experimental and critical traditions, aiming at social emancipation from the old ways of thinking and society. However, the disasters of the great wars and the problems arising from political and economic forms of technical and bureaucratic characteristics favored painful ailments and even bloody in the twentieth century. Religion has always been treated in the size of traditional societies, of which (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49.  5
    As Contribuições de CS Peirce Para a Filosofia da Religião Contemporânea.Robert C. Neville - 2001 - Cognitio: Revista de Filosofia 2:134-160.
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50. Filosofia da Transcendência Nas Ciências da Religiao.F. Soarez Gomez - 1979 - Revista Portuguesa de Filosofia. Supplemento Bibliografico Braga 10 (63-64):209-243.
1 — 50 / 998