Results for 'Maquiavel'

64 found
Order:
  1.  47
    Maquiavel, a república e o desejo de liberdade.Helton Adverse - 2007 - Trans/Form/Ação 30 (2):33-52.
    O objetivo do artigo é compreender alguns aspectos do republicanismo de Maquiavel concedendo atenção à sua teoria dos humores. Mais especificamente, trata-se de entender qual a natureza do desejo do povo e seu papel na vida política. A principal hipótese deste trabalho é a de que a função que Maquiavel atribui ao povo, o guardião da liberdade, exige, para seu cumprimento, a participação ativa do cidadão nos afazeres cívicos, isto é, sua inscrição no espaço público como agente político. (...)
    No categories
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   4 citations  
  2.  61
    Maquiavel e a educação: a formação do bom cidadão.José Luiz Ames - 2008 - Trans/Form/Ação 31 (2):137-152.
    Maquiavel é popularmente conhecido por uma teoria política associada ao seu nome: “maquiavelismo”. O artigo realiza um esforço inicial para afastar o pensamento maquiaveliano de semelhante concepção. Em seguida, faz uma análise detalhada de todas as ocorrências do termo “educação”, num total de onze, na sua obra. A hipótese que orienta nossa reflexão é de que a educação é pensada por Maquiavel como uma força destinada a controlar a desordem inerente ao movimento tanto do desejo quanto da natureza (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  3. UMA TEORIA DO CONFLITO: MAQUIAVEL E MARX.José Luiz Ames - 2008 - Educere Et Educare 3 (6):55-66.
    This article intends to establish a contact between two proscribed thinkers: Machiavelli and Marx. Although apart in time and in political vision, they offer the possibility of a reflection which is able to provide mutual fecundation. We want to show that Machiavelli’s pessimism and Marx’s optimism both derive from the diverse understanding of what provokes the fundamental division of society into two fundamental antagonistic groups. Whereas one treats it as a division of opposite desires, to the other it is determined (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  4.  79
    Maquiavel E o chamado de cícero.Lucas Eugênio Rocha Medeiros - 2012 - Cadernos Do Pet Filosofia 3 (6):60-69.
    Este artigo aborda a influência do republicanismo ciceroniano no pensamento de Nicolau Maquiavel e pretende demonstrar como este renova a tradição do pensamento político ocidental. Tendo como fio condutor a análise do regime misto e da virtude cívica como elemento comum aos dois autores, pretendemos estabelecer, ao final do texto, a inovação maquiaveliana do elogio dos conflitos frente à valorização da concórdia apregoada pelo republicanismo clássico.
    No categories
    Direct download (11 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Liberdade e conflito: o confronto dos desejos como fundamento da ideia de liberdade em Maquiavel.José Luiz Ames - 2009 - Kriterion: Journal of Philosophy 50 (119):179-196.
    O artigo parte da enunciação da tese de que ao desejo desmesurado dos grandes pela apropriação/dominação absoluta opõe-se um desejo não menos desmesurado e absoluto do povo de não sê-lo: dois desejos de natureza diferente que não são nem o desejo das mesmas coisas nem desejo de coisas diferentes, mas desejos cujo ato de desejar é diferente. Considerando que cada desejo visa sua efetividade absoluta, cada um tenta impor-se universalmente tornando-se duplamente absoluto: por um lado tende à dominação total (os (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  6.  2
    Maquiavel, Ou o Mais Longo Desvio: Acontecimento, Encontro E Materialismo Na Filosofia Do Último Althusser.Pablo Azevedo - 2011 - Cadernos Espinosanos 25:145.
    O presente texto pretende esboçar a leitura de uma teoria do acontecimento no “último Althusser”, a partir de dois textos de capital importância no conjunto de sua obra póstuma: Machiavel et nous e Le courant souterrain du matérialisme de la rencontre. No primeiro texto, Althusser busca através da análise do pensamento do secretário florentino refletir uma teoria da práxis da transformação política; enquanto no segundo ensaio, procura empreender a tarefa de construir genealogicamente uma corrente materialista onde o primado ontológico do (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  2
    Um Maquiavel de Althusser: Acerca Do Fundamento Na Filosofia Política Contempor'nea.Douglas Ferreira Barros - 2011 - Cadernos Espinosanos 25:47.
    O presente texto aprofundará a interpretação de Althusser à obra de Maquiavel naquilo que concerne ao tema dos limites da ação humana. Tomando a análise do príncipe novo e as longas referências à oposição entre as noções de Virtù e de Fortuna, que constam principalmente da obra Política e História, pretendemos mostrar por que a leitura de Althusser do filósofo florentino nos remete a uma discussão contemporânea da filosofia política acerca dos fundamentos do poder e da própria filosofia. A (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  1
    Maquiavel E a Virtù Popular.Antônio David - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:165.
    Nas primeiras linhas de seus Discorsi, ao comparar a fundação de Roma com a fundação de Esparta, Maquiavel afirma: " se Roma não teve a primeira fortuna, teve a segunda". Nesse artigo, examinaremos no que consiste a segunda fortuna e sua possível relação com a virtù popular. Opondo-se à tradição, que associa perfeição à indivisão social e ausência do conflito, Maquiavel mostra que foi exatamente a desunião entre a plebe e os grandes o fator que operou decisivamente em (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  10
    Maquiavel E Hume Sobre a Natureza da Lei E Seus Fundamentos Sociais.Maria Isabel Limongi - 2018 - Kriterion: Journal of Philosophy 59 (140):571-589.
    RESUMO Trata-se de aproximar Hume e Maquiavel, tomando-os como os expoentes de uma certa corrente não jusnaturalista, formada no início da idade moderna, quanto ao modo de pensar a natureza da lei e, num sentido amplo, a normatividade jurídico-política. Apesar de ter sofrido influência da escola moderna de direito natural, Hume rompe com ela num ponto fundamental - na recusa da noção de pessoa como ponto de partida para pensar a gênese social do ordenamento jurídico-político. No lugar disso, ele (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  9
    Maquiavel: do cosmos medieval ao renascentista, a fortuna e as circunst'ncias da liberdade.Flávia Roberta Benevenuto de Souza - 2014 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 59 (1):59-85.
    The circumstances present themselves as definitive when trying to run any human action, especially those that relate to the achievement and maintenance of power. Assuming that the higher the power of fortune less freedom to commit actions that can lead to successful political actor in the world of contingency, it becomes essential to know how it exercises power over the actions of men. But is it possible to do it precisely? We start from the historical context in which the works (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11. Religião e política no pensamento de Maquiavel.J. L. Ames - 2006 - Kriterion: Journal of Philosophy 47 (113):51-72.
    For Machiavelli, religion is valued not by the importance of its founder, the content of its teachings, the truth of its dogmas or the significance of its rites. It is not the essence of what really matters but its function and importance for collective life. Religion teaches to recognize and respect political rules through the religious commandments. This collective norm could assume the outer coercive aspect of the military discipline as well as the inner persuasive character of civic and moral (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  12.  14
    Foucault, Maquiavel e a crítica da razão política moderna.Helton Adverse - 2014 - Revista Filosófica de Coimbra 23 (46):293-316.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  15
    Maquiavel: Lições Das Histórias Florentinas.Sérgio Cardoso - 2018 - Discurso 48 (1):121-154.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  19
    Maquiavel, Pandemia E a Estrutura Político-Econômica Moderna.Marcone Costa Cerqueira - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11:e17.
    Neste breve artigo, argumentaremos que a pandemia da Covid-19, como outras na história humana, colocou em desnudo as bases da estrutura político-econômica moderna. Defenderemos que tais bases apoiam-se em dois esteios, uma noção política de ‘Estado’, ápice da organização humana, e uma concepção racionalista, técnica e produtiva, que promulga a possibilidade de resposta a qualquer crise surgida na sociedade. Como contrapondo a esta estrutura, apresentaremos a teoria maquiaveliana, que aponta para uma relação indelével entre política e fator natural, natureza e (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15. Maquiavel.Marilena Chaui - forthcoming - Filosofia.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16. Maquiavel E Portugal: Estudos de História Das Ideias Políticas.Martim de Albuquerque - 2007 - Alêtheia Editores.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  4
    Maquiavel: A Ética de Um Estado Forte.J. C. T. Dias - 2013 - Páginas de Filosofía 5 (2):91-99.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  25
    Di Fortuna e a Fortuna em Maquiavel.Patricia Fountoura Aranovich - 2011 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 18:221-230.
    The text aims to examine the concept of Fortune in Machiavelli. The analysis will be carried out from the poems Di Fortuna and Dell´Occasione, the letter to Giovan Battista Soderini, the Canto VII of Hell, by Dante, and passages that make references to the concept of Fortune in The Prince. The poem Di Fortuna will be divided into eight parts in order to exam and present the Fortune’s concept.
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  19.  36
    Lei e violência ou a legitimação política em Maquiavel.José Luiz Ames - 2011 - Trans/Form/Ação 34 (1):21-42.
    Uma das mais famosas e inovadoras teses de Maquiavel é a afirmação de que as boas leis nascem dos conflitos sociais, segundo o exemplo romano das oposições entre plebe e nobres. Os conflitos são capazes de produzir ordem por conter a força constritiva própria da necessidade, que impede a ambição de reinar. Contudo, a lei não neutraliza o conflito, mas apenas lhe dá uma ordenação. A lei está, pois, exposta à história, à contínua mudança, o que significa dizer que (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  20.  23
    A teoria dos humores de Maquiavel: a relação entre o conflito e a liberdade.Lairton Moacir Winter - 2011 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 19:43-75.
    The purpose of this work consists of analyzing the place that the big’s and people’s conflict, circumscribed by the theory of humors, occupies in Machiavelli’s political thought and to investigate its relationship with the political freedom. The central hypothesis is that the freedom can only be reached by a balance point among the forces in conflict. For that, it is necessary that the conflict, not being annulled, be rationally regulated and normalized by the republican institutions, changing from negative force into (...)
    No categories
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  10
    Em direção ao núcleo da ‘obra Maquiavel’: sobre a divisão civil e suas interpretações.Sérgio Cardoso - 2016 - Discurso 45 (2):207-248.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   2 citations  
  22. Natureza e cosmologia em Maquiavel: entre o fatalismo e a autonomia da história.José Luiz Ames - 2016 - Cosmos E Contexto:0-0.
  23.  37
    Algumas reflexões sobre Descartes e Maquiavel.Cícero Araujo - 1994 - Trans/Form/Ação 17:113-132.
    In this paper two Descartes' letters on Machiavelli are examined Firstly, following the philosopher's own suggestions in the letters, Descartes' and Machiavelli's thoughts are contrasted, from which a distinction between Morals and Politics arises. Next, the Cartesian Morals is explained in order to point out the roots of this distinction.Neste artigo, duas cartas de Descartes sobre Maquiavel são analisadas. Primeiro, é apresentado, com base no que o próprio filósofo sugere nas cartas, um contraste entre os dois pensadores, do qual (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  24.  7
    Lefort e Maquiavel: Ontologia e História.Helton Adverse - 2018 - Discurso 48 (1):85-96.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  16
    Sobre a Novidade de Maquiavel: Notas Sobre a Interpretação Lefortiana Do Proêmio Dos Discorsi.Flávia Benevenuto - 2018 - Discurso 48 (1):109-119.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  35
    Gramsci além de Maquiavel e Croce: Estado e sociedade civil nos "Quaderni del carcere".Alvaro Bianchi - 2007 - Utopía y Praxis Latinoamericana 12 (36):35-55.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27. Uso político da religião e uso religioso da política: uma análise a partir de duas interpretações exemplares - Marsílio e Maquiavel.José Luiz Ames - 2014 - Clareira: Revista de Filosofia da Região Amazônica 1 (2):220-239.
    We are presently confronted with an impressive growth of the religious phenomenon. This can be observed not only related to both the outbreak of new religions and the increasing attendance to worship services, but also for the presence of the religious language in the political discourse. We can see nowadays a political use of religion and a religious use of politics. When we approach the religions in a large scale perspective is possible to verify that in all of them both (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  4
    A Política À Meia Luz: Ética, Retórica E Ação No Pensamento de Maquiavel.Antonio José Romera Valverde - 2010 - Revista de Filosofia Aurora 22 (30):299.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29. Natureza humana, dever moral e finalidade do Estado em Maquiavel.José Luiz Ames - 2006 - Reflexão 31 (90):63-70.
    Partimos do estudo na noção de homem presente no pensamento de Maquiavel para estabelecer a idéia de Estado e sua relação com a ética. Existe, quanto a esta questão, uma vasta polêmica na tradição interpretativa e que podemos reduzir a duas perspectivas fundamentais. Primeira: Maquiavel compreende a natureza humana como corrompida de forma definitiva, o que transforma o Estado em instrumento puramente coator da malevolência humana. Nesta ótica, não há espaço para pensar em finalidades éticas do Estado. Segunda: (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30.  2
    Razão E Desrazão Em Política: Sobre a Alegada “Ciência Política” de Maquiavel.Diogo Pires Aurélio - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:15.
    Maquiavel é geralmente considerado um precursor, senão mesmo o criador, da ciência política. Tal interpretação vê na obra do Florentino uma sistematização da racionalidade intrínseca à ação humana. Com tonalidades distintas, podemos vê-la em autores tão diferentes como Hegel, Meinecke ou Leo Strauss, que atribuem a Maquiavel a intuição do estado como princípio subjacente à autonomia do político e ao realismo. Estará, no entanto, esse princípio realmente presente na obra de Maquiavel? O presente texto questiona semelhante hipótese, (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31. A função do Poder Militar na vida política segundo Maquiavel.José Luiz Ames - 2005 - Etica E Politica 8 (1):0-0.
  32. HISTÓRIA E AçÃo POLÍTICA EM MAQUIAVEL.José Luiz Ames - 2004 - Mediações 9 (1):101-118.
  33.  7
    Povo E Governo: Sobre a Questão da Participação Popular Em Maquiavel.José Luiz Ames - 2019 - Philósophos - Revista de Filosofia 24 (1).
    A tradição interpretativa de Maquiavel reconhece a centralidade do povo como ator político. No entanto, sobre a função que desempenha existe um amplo espectro de interpretações. Em um extremo estão aquelas que o concebem como ente passivo, sem iniciativa política autônoma. No outro, as que lhe conferem um papel ativo no governo da cidade. Muito embora o próprio Maquiavel fale do povo como animado por um “desejo negativo”, disso não resulta uma passividade popular. Neste trabalho mostraremos que o (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34.  1
    Notas Sobre a Atualidade Do Republicanismo de Maquiavel Entre Duas Matrizes Teóricas da Democracia.Bruno Santos Alexandre - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:199.
    Trata-se, neste trabalho, de refletir acerca da recuperação do republicanismo de Nicolau Maquiavel para o debate democrático contemporâneo. Com esse intento, entre as muitas atualizações possíveis do pensamento do secretário florentino para os dias atuais, destaco duas matrizes conceituais, justamente aquelas mais concernidas com as noções de liberdade e ação política popular. Seguindo as sugestões de Helton Adverse, procuro então aprofundar e esclarecer a sua proposta de uma matriz “institucional” e uma matriz “conflitiva” quando da interpretação e recuperação das (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35. A formação do conceito moderno de Estado: A contribuição de Maquiavel.José Luiz Ames - 2011 - Discurso 41 (41):293-328.
    A formação do conceito moderno de Estado: A contribuição de Maquiavel.
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36.  43
    Transformações do significado de conflito na "História de Florença" de Maquiavel.José Luiz Ames - 2014 - Kriterion: Journal of Philosophy 55 (129):265-286.
    exam of the issue of conflict since the “History of Florence” provides us with elements capable to show the Machiavellian reflection does not evolve according to such a simple and linear way as it is shown in the “Discourses”. In fact, investigation will reveal that the opposition between the two types of conflict – positive conflict and negative conflict –, described in the “Discourses”, is progressively defined, from the analysis of Florentian history, as being just one type – the tragic (...)
    No categories
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  9
    Democracia E Ontologia Política Em Maquiavel, Segundo Negri: Limites da Potência Constituinte.Douglas Ferreira Barros - 2018 - Philósophos - Revista de Filosofia 23 (2).
    O artigo tem por objetivo aprofundar uma abordagem da noção de soberania, segundo análise de obras de Maquiavel estabelecida por Antonio Negri. O autor defende que a soberania para Maquiavel corresponde à sobredeterminação da ação do governante -seja no principado, seja na república- em face das limitações e oposições impostas pelos adversários e pela própria fortuna. Buscamos, assim, entender as características dessa acepção de soberania uma vez que o conceito é definido com exatidão por Jean Bodin, quase meio (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  2
    Realismo, Conflito E Conhecimento: Acerca da Relação Entre O Governante E a Fortuna Em Maquiavel E Espinosa.Douglas Ferreira Barros - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:83.
    O objetivo do presente texto é retomar a discussão sobre a presença do pensamento de Maquiavel nas obras de Espinosa, observando a figura do governante que se defronta com a Fortuna. Começamos nossa leitura mostrando como no realismo maquiaveliano acerca do poder, especialmente em O Príncipe, o governante assume a condição de alguém que se põe na situação de embate. Já no Tratado Teológico-Político a relação do governante com a Fortuna será daquele que deve decifrar os desígnios da potência (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  2
    O Paradoxo da Liberdade Política Em Spinoza: Uma Herança de Maquiavel.André Santos Campos - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:139.
    O “paradoxo da liberdade” consiste em esta só poder ser atingida através da obediência, a qual é vista frequentemente como o contrário da liberdade. Neste artigo, demonstrar-se-á que o paradoxo começa por nascer em Maquiavel, o qual, porém, deixa-o em aberto ao colocar a liberdade tão-só dentro de um contexto de governação. Spinoza, contudo, dará um passo em frente na sua abordagem à liberdade política. Ele aborda esta problemática diretamente nos seus dois tratados políticos e ambos expressam o mesmo (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  2
    A "Grande Política" Ou Merleau-Ponty Leitor de Maquiavel.Leandro Neves Cardim - 2009 - Cadernos Espinosanos 20:49.
    Este artigo pretende abordar a obra de Nicolau Maquiavel principalmente a partir da leitura feita por Maurice Merleau-Ponty. Para isto, apresentaremos, em um primeiro momento, alguns traços gerais da filosofia política merleau-pontiana com o intuito de rastrear a presença de Maquiavel no espectro de sua obra. Tratar-se-á, também, de indicar as balizas que guiam MerleauPonty na leitura de um texto filosófico. Quanto à discussão da filosofia maquiaveliana, procuraremos, em seguida, destacar os pontos que fizeram do secretário florentino o (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  2
    A Relação Entre Política E Religião Em Maquiavel.Vimerson Araujo De Sousa - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:237.
    Este artigo tem por objetivo destacar o papel da religião na perspectiva política de Maquiavel, a forma como a religião atende os interesses da política, bem como as nuanças constatadas na relação entre política e religião a partir dos interesses específicos de cada lado, esclarecendo assim a estreita relação histórica entre esses dois pilares essenciais à sociedade republicana. Veremos como se dá tal relação, tendo como pano de fundo a prática religiosa na política em diferentes situações, a partir d’O (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  14
    A influência da religião na legitimação do Estado através da obra de Maquiavel.Rafael Bruno Gonçalves - 2019 - Conjectura: Filosofia E Educação 24.
    O presente artigo pretende demonstrar como a obra de Maquiavel elenca aspectos pertinentes sobre a relação entre religião e Estado, e como estes podem ser analisados através do ponto de vista da teoria política moderna. Suas contribuições relacionadas ao estudo da função política da religião, entendida como item essencial na manutenção, reconhecimento e solidez do Estado, levantam indagações indispensáveis para pensar a influência de determinados preceitos confessionais, relacionados ao poder eclesiástico, na formulação de uma moral política voltada para a (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43.  44
    Potência de ação e ordem: o poder e a razão segundo Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes.Wolfgang Kersting - 2006 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 51 (1):133-146.
    O autor apresenta aborda, primeiramente, a relação entre poder e razão no pensamento político de Maquiavel. Num segundo momento, apresenta, no pensamento de Hobbes, a trajetória que se estende da razão impotente do estado de natureza até à razão poderosa do Estado, dispensador de segurança. PALAVRAS-CHAVE – Maquiavel. Hobbes. Poder. Razão. ABSTRACT The author analyses in a first moment the relationship between power and reason in the political thought of Machiavelli. In a second moment, he exposes, according to (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  2
    Canibais E Conflitos Urbanos. Um Estudo Sobre Uma Fonte Etnográfica de Maquiavel.Sandro Landi - 2020 - Discurso 50 (1).
    Este artigo propõe uma análise de alguns escritos de Maquiavel, à luz de um relatório manuscrito dedicado aos canibais preservado em seus arquivos familiares e dos relatos de Américo Vespúcio sobre os costumes dos Tupinambá. A hipótese desenvolvida é que essa literatura etnográfica constitui o filtro usado por Maquiavel para interpretar os conflitos sociais na Florença do seu tempo.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  2
    Ação Politica E Temporalidade Nas Leituras Contempor'neas de Maquiavel: Notas Para Um Diálogo Entre Althusser, Arendt E Merleau-Ponty.Mariana Larison - 2011 - Cadernos Espinosanos 25:69.
    No presente trabalho tentaremos apresentar, em um primeiro momento, os aspectos gerais da leitura que Althusser fez da obra de Maquiavel, com o fito de compreender de que modo nosso autor entende o momento político da fundação do Estado. Em um segundo momento, objetivamos contrapor essa posição com outros dois modos de entender a instituição ou fundação do político, embora também a partir de Maquiavel, considerando as propostas de Hanna Arendt e de Maurice Merleau-Ponty. Por fim, esforçar-nos-emos por (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46.  7
    O conceito de religião no início da filosofia moderna, três exemplos: Maquiavel, Cardano e Bruno // The concept of religion in early modern philosophy, three examples: Machiavelli, Cardano and Bruno.Thomas Leinkauf - 2014 - Conjectura: Filosofia E Educação 19 (3):14-35.
    Este artigo discute o significado e desenvolvimento do conceito de religião no cenário histórico e teórico do início da filosofia moderna. Considerando especialmente as contribuições dos mais importantes filósofos do Renascimento, dentre os quais Nicolau de Cusa, Marsílio Ficino, Maquiavel, Cardano e Bruno, discute as bases metafísicas e antropológicas da religião, bem como sua função política no alvorecer do pensamento filosófico moderno.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47.  2
    A Política E o Campo Das Aparências Em Maquiavel E Vico.Antônio José Pereira Filho - 2015 - Cadernos Espinosanos 32:43.
    A relação entre política e aparência desenvolvida por Maquiavel no Príncipe tem sido vista como uma chave de leitura fundamental da obra do pensador florentino. Maquiavel teria mostrado que é condição da política desdobrar-se na aparência, ou seja, na dimensão simbólica do imaginário coletivo. Esta mesma relação também é colocada de modo emblemático pelo filósofo napolitano Giambattista Vico, autor raramente citado quanto à recepção de Maquiavel, mas que explora ou retoma temas afins. A questão é saber até (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  21
    Teoria Conflitual da Política de Maquiavel: Alternativa Ao Paradoxo Moderno da Relação Entre Poder Constituinte E Poder Constituído?José Luiz Ames - 2018 - Discurso 48 (1):167-191.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49.  14
    Quentin Skinner e a liberdade republicana em Maquiavel.Alberto Ribeiro G. De Barros - 2016 - Discurso 45 (2):187-206.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50.  62
    Igualdade Política: base do Estado maquiaveliano.José Luiz Ames - 2015 - Síntese: Revista de Filosofia 42 (133):252-262.
    The fully understanding of the Machiavellian concept of the State depends on the determination of the idea of political equality. Political equality must be conceived, in its turn, as domination equality and absence of privilege/precedence; in other words, absence of subordination. Taking into account a definition such as that, the Machiavellian model of the State could only be the Republic. So, this paper argues G. Pancera`s view, proposed in his book “Maquiavel entre Repúblicas”, that such model of the State (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 64