Results for 'Marcio Pires'

384 found
Order:
See also
  1.  61
    Sobre o Uso de Princípios Teleológicos Na Filosofia, de Kant.Marcio Pires - 2013 - Trans/Form/Ação 36 (1):211-238.
    O conceito de memes surgiu em 1976 com Richard Dawkins, como um análogo cultural dos genes. Deveria ser possível estudar a cultura através do processo de evolução por seleção natural de memes, ou seja, de comportamentos, ideias e conceitos. O filósofo Daniel Dennett utilizou tal conceito como central em sua teoria da consciência e pela primeira vez divulgou para o grande público a possibilidade de uma ciência dos memes chamada "memética". A pesquisadora Susan Blackmore (1999) foi quem mais se aproximou (...)
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  19
    O Enigma Do Mal No Pensamento de Emmanuel Lévinas.Márcio Antônio de Paiva & Luiz Fernando Pires Dias - 2012 - Filosofia Unisinos 13 (2).
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  13
    O método da razão pura em Kant: o filosofar como exercício arquitetônico.Marcio Pires - 2014 - Studia Kantiana 17:51-73.
    O foco deste artigo é identificar e expor o conceito de racionalidade que opera na filosofia kantiana, considerando, sobretudo, a “Doutrina transcendental do método” da Crítica da razão pura. De modo mais específico, a investigação toma como ponto de partida o texto da “Arquitetônica da razão pura” e destaca o conceito de sistema ali exposto, levando em conta sua paridade com o organismo, que lhe serve de metáfora. A partir daí, tem-se a ocasião para qualificar o método da razão como (...)
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  27
    Deus: além do nome, além da significação (God: beyond the name, beyond the meaning) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n16p47. [REVIEW]Márcio Antônio de Paiva & Luiz Fernando Pires Dias - 2010 - Horizonte 8 (16):47-61.
    A história do pensamento ocidental, desde seus primórdios na Grécia Antiga até os tempos atuais, é transpassada pela questão de Deus, que mantém a sua relevância mesmo no contexto pós-metafísico no qual estamos inseridos. A busca pelo significado derradeiro da existência humana justapõe a questão do homem à questão de Deus, que adquire, dessa forma, um status imperativo. Mas, como articular o discurso sobre Deus na atual conjuntura, caracterizada por uma visão materialista e imediatista da existência humana? Em nossa reflexão, (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  9
    Media.Edmundo Balsemão Pires - 2019 - Revista Filosófica de Coimbra 28 (55):35-72.
    Devido à sua adoção no Inglês, as línguas nacionais divulgaram o termo de proveniência latina medium e o seu plural media para designar formas simbólicas e materiais de comunicação da sociedade moderna. O uso do termo no plural é recente e também a atenção teórica que despertou. É sob “Teoria dos Media”, “Filosofia dos Media”, “Filosofia dos novos Media”, etc. que a investigação empírica e teórica se tem desenvolvido nas últimas décadas em uma variedade de disciplinas e encruzilhadas disciplinares. O (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  6. A Psicologia entre o longo passado e a curta história.Marcio Luiz - 2018 - Dissertatio 47:95-134.
    O presente trabalho pretende inserir a História da Psicologia dentro de um debate mais alargado, em torno das Histórias da Filosofia e das Ciências. Para isso, o objeto de análise é a célebre frase de Ebbinghaus, 'A Psicologia tem um longo passado, mas uma curta história', e toda a tradição de livros e textbooks decorrente dela, muito popular nos séculos XX e XXI. O trabalho analisará o texto de Ebbinghaus e seus compromissos decorrentes. Então realizará uma crítica a essa tradição, (...)
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  33
    Gender Representations and the Representation of Person.Laura Pires & Lígia Amâncio - 1996 - The European Legacy 1 (3):999-1003.
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Janusz Korczak in Brazil.Marcio Kramer - 2001 - Dialogue and Universalism 11 (9-10):193-196.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  8
    Nietzsche E Villa-Lobos: Da Música Dionisíaca À Canção Folclórica.Márcio José Silveira Lima - 2018 - Discurso 48 (2):155-175.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  10. A Rule For Updating Ambiguous Beliefs.Cesaltina Pacheco Pires - 2002 - Theory and Decision 53 (2):137-152.
    When preferences are such that there is no unique additive prior, the issue of which updating rule to use is of extreme importance. This paper presents an axiomatization of the rule which requires updating of all the priors by Bayes rule. The decision maker has conditional preferences over acts. It is assumed that preferences over acts conditional on event E happening, do not depend on lotteries received on Ec, obey axioms which lead to maxmin expected utility representation with multiple priors, (...)
    Direct download (5 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   11 citations  
  11.  17
    Re-Scripting Colonial Heritage.Ema Pires - 2014 - Cultura 11 (2):131-141.
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. Histórias das ciências e os “fundamentos históricos” da Psicologia.Marcio Luiz - 2018 - Temporalidades 10 (1):129-158.
    RESUMO: O presente texto põe algumas questões referentes à “história” dos fundamentos da Psicologia entre os séculos XIX e XX, mostrando como ocorrem ainda, em História da Psicologia, certos fatores controversos, muitos deles tributários de postulados filosóficos do século XIX, especialmente em torno do positivismo. O artigo concentra-se em mostrar, preliminarmente, de que forma a ruptura da Filosofia Natural e a ascensão da figura do “cientista” no século XIX ensejaram novos motivos de análise, dentre eles certo cientificismo que se impôs (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  42
    Filosofia do direito e teoria jurídica em Habermas: implicações reconstrutivas para uma teoria da sociedade.Marcio Renan Hamel & Gilvan Luiz Hansen - 2011 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 56 (3):72-86.
    This text examines the distinction and relation between legal philosophy and legal theory in the book Law and Democracy by Jürgen Habermas. To that end, I seek at first to reflect on the concepts of law sociology and philosophy of justice from the dialogue that opposes Habermas to Dworkin and Rawls, on the philosophical basis of equality and distribution. Subsequently, we analyse the arguments about the social integrative function of law that Habermas develops from the works of Parsons and Weber, (...)
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  15
    Europe and America—Myths and Confrontations.Laura Pires - 1995 - History of European Ideas 20 (1-3):615-620.
  15.  1
    Minimal Change: Relevance and Recovery Revisited.Márcio M. Ribeiro, Renata Wassermann, Giorgos Flouris & Grigoris Antoniou - 2013 - Artificial Intelligence 201:59-80.
  16.  27
    Sujeito antropológico e metafísica do amor em Binswanger et l'Analyse Existentielle.Marcio Miotto - 2021 - Revista Ideação 44 (1):107-140.
    O presente trabalho enfoca as relações entre antropologia e verdade nos escritos de Foucault dos anos 1950, tendo sob alvo o lançamento recente do escrito até então inédito intitulado Binswanger et l’Analyse Existentielle. Para isso, num primeiro momento o texto contextualiza essa publicação à luz do depósito, em 2013, de novos materiais de Michel Foucault na Biblioteca Nacional da França. Depois, ele passa à análise dos textos dos anos 1950 e insere o novo texto nos demais debates. Finalmente, o artigo (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  81
    O Problema Antropologico em Michel Foucault.Marcio Miotto - 2011 - Dissertation, Universidade Federal de São Carlos
    A presente pesquisa de doutorado resulta de um projeto maior, intitulado “Sobre a Morte do Homem e a Psicologia, em Michel Foucault”. Esse projeto busca analisar a formulação, as nuances e consequências das diversas argumentações empregadas por Foucault nas críticas às “antropologias”, figuradas na trajetória dos textos dos anos 50 e 60. O eixo é o problema “antropológico”: nos textos de 1954, Foucault empreendia um duplo projeto de contestação e fundação das ciências humanas, buscando corrigir perspectivas consideradas errôneas em prol (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  1
    Reificação: Uma Categoria Reformulada Pela Teoria Crítica?Marcio Renan Hamel - 2020 - Pensando - Revista de Filosofia 11 (22):40.
    A presente pesquisa analisa a reformulação da categoria da reificação pela teoria crítica. Basendo-se nas análises do filósofo alemão Axel Honneth e da filósofa norte-americana Nancy Fraser, defende-se a tese de que Honneth foi melhor sucedido na tarefa de atualização do conceito, enquanto que Fraser utiliza a ideia de reificação muito próxima a defendida por Honneth. O trabalho reconstrói, inicialmente, a percepção de reificação presente na filosofia de Georg Lukács. No segundo momento, investiga a proposta de reformulação operada por Honneth. (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19.  19
    Cultura política e a cultura visual: aproximações teóricas e metodológicas - doi:10.4025/dialogos.v18i2.837.Maria da Conceição Francisca Pires & Sergio Luiz Pereira Silva - 2014 - Dialogos 18 (2).
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20.  12
    [Recensão a] Myriam Bienenstock, Cohen und Rosenzweig. Ihre Auseinandersetzung mit dem deutschen Idealismus.Edmundo Balsemão Pires - 2019 - Revista Filosófica de Coimbra 28 (55):262-267.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  21
    Funções Regulativas Em Kant E Nietzsche.Márcio José Silveira Lima - 2013 - Kriterion: Journal of Philosophy 54 (128):367-382.
    A presença de Kant e possível influência na filosofia de Nietzsche é motivo de muita controvérsia. Se em seus primeiros escritos Nietzsche é claramente influenciado por Kant, os textos do período maduro não deixam perceber com clareza o teor do diálogo que neles se estabelece, uma vez que Nietzsche assume uma postura radical contra Kant. Essa postura esconde justamente que, em meio aos rompimentos diante do idealismo transcendental, Nietzsche permanece devedor de Kant. Um aspecto dessa dívida é a noção de (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  22.  7
    Cidadania E Identidade No Estado Democrático de Direito: Acerca da Inclusão Política Do Imigrante.Marcio Renan Hamel & Jelson Becker Salomão - 2020 - Philósophos - Revista de Filosofia 25 (1).
    O presente artigo discute a inclusão do imigrante em contextos políticos democráticos. Pretende demonstrar que o paradigma procedimental de direito proposto por Jürgen Habermas oferece as condições formais requeridas para a solução da tensão entre cidadania e identidade, produzida pelo fenômeno das migrações. O modelo habermasiano visa a assegurar, mediante a estrutura reflexiva do direito, a inviolabilidade da pessoa e a neutralidade ética do Estado democrático de direito. Todavia, embora tenha fundado o Princípio da Democracia na ideia de reconhecimento intersubjetivo, (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  34
    A Comparison of the Beers and STOPP Criteria for Identifying the Use of Potentially Inappropriate Medications Among Elderly Patients in Primary Care.Márcio Galvão Oliveira, Welma Wildes Amorim, Sandra Rêgo de Jesus, Jacqueline Miranda Heine, Hérica Lima Coqueiro & Luiz Carlos Santana Passos - 2015 - Journal of Evaluation in Clinical Practice 21 (2):320-325.
  24.  3
    Hannah Arendt E o Totalitarismo Como Forma de Governo Apoiada Na Ralé E Nas Massas.Felipe Augusto Mariano Pires - 2020 - Investigação Filosófica 11 (1):39.
    Em _Origens do Totalitarismo_, Hannah Arendt faz uma caracterização do totalitarismo como uma forma de governo inédita, fincada em duas novas camadas sociais, a ralé e as massas. Sua descrição do totalitarismo é realizada a partir de uma diferenciação com a tirania. Este trabalho buscou observar como o surgimento dos supracitados grupos sociais permitiram o surgimento dessa nova forma de governo. Vimos que a definição dela de povo diferencia-se da tradicional, quando afirma ser o povo diretamente relacionado à busca de (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  2
    What is a Displaced Person?Dominique Pire - 1960 - New Blackfriars 41 (487):452-455.
  26.  69
    O impacto do manuscrito de Wallace de 1858.Marcio Rodrigues Horta - 2003 - Scientiae Studia 1 (2):217-229.
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  2
    O Poder Do Povo No Federalista: Virtude E Vontade Na República Federativa Dos Estados Unidos da América de Acordo Com Hamilton, Madison E Jay.Felipe Augusto Mariano Pires - 2020 - Investigação Filosófica 11 (3):55.
    Com este trabalho, buscamos verificar o quanto de poder o povo possui na forma de governo defendida no _Federalista_ em relação ao direcionamento do governo para os seus fins. Para isso, buscamos entender o papel dos conceitos de virtude e vontade na referida forma de governo e a relação de tais conceitos com o poder. Utilizamos como pano de fundo as ideias de Locke, Montesquieu e Rousseau sobre representação. Concluímos que o _Federalista_ se contrapõe a Rousseau e segue Montesquieu, trazendo (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  35
    Música como aia da vontade: ensaio sobre a leitura wagneriana de Schopenhauer.Márcio Benchimol Barros - 2012 - Kriterion: Journal of Philosophy 53 (125):179-193.
  29.  37
    A primeira teoria evolucionista de Wallace.Marcio Rodrigues Horta - 2003 - Scientiae Studia 1 (4):519-530.
    No categories
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30. Sacrifício, Rivalidade Mimética E “Bode Expiatório” Em R. Girard.Márcio Meruje & José Maria Silva Rosa - 2013 - Griot : Revista de Filosofia 8 (2):151-174.
    Tendo como ponto de partida a obra de René Girard, o presente artigo pretende apresentar a dimensão antropológica presente na obra deste autor, destacando a sua originalidade e novidade ao pensar o homem como animal socialmente desejante. A teoria mimética, como Girard a formula, pretende ser uma teoria que, colocando no centro da sua reflexão o desejo e a imitação, permita compreender como se estruturam as sociedades arcaicas e actuais, partindo de mecanismos marcadamente antropológicos, para afirmar que as sociedades se (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31. De Canguilhem a Foucault, em torno da Psicologia.Marcio Miotto - 2019 - Cadernos de Ética E Filosofia Política 35 (2):112-142.
    O presente trabalho pretende comparar o debate ocorrido entre Georges Canguilhem e Robert Pagès em Qu’est-ce que la Psychologie?, de 1956, com os escritos de Michel Foucault publicados nos anos 1950. Para isso, após alguns apontamentos históricos, faz-se uma breve análise dos textos de Foucault publicados em 1954, Maladie Mentale et Personnalité e a Introduction à Le Rêve et l’Existence. Os textos de Foucault são então confrontados com o debate entre Canguilhem e Robert Pagès, que por sua vez são analisados (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  11
    Platão Contra Um Certo Platonismo: A Crítica da Hipótese Das Ideias No "Parmênides".Marcio Soares - 2020 - Voluntas: Revista Internacional de Filosofia 11 (1):70.
    Apresento nesse texto uma leitura da primeira parte do diálogo Parmênides. Meu objetivo é demonstrar a possibilidade de que as críticas objetadas pelo velho Parmênides à hipótese platônica das Ideias, exposta e defendida pelo jovem Sócrates, não são letais à mesma hipótese, uma vez que estão assentadas em dois pressupostos que a ela são alheios e desnecessários. Primeiro, a pressuposição de Parmênides de que a “distinção” entre Ideias e coisas delas participantes seja equivalente a total “separação” entre ambas. Segundo, o (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33.  13
    Cadernos Nietzsche Contemplam Artigos Sobre Conhecimento E Estética.Lima Márcio José Silveira - 2017 - Cadernos Nietzsche 38 (2):9-11.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34. Sobre o Infinito Na Idade Clássica Em Michel Foucault.Marcio Miotto - 2013 - Revista Ideação 27 (1):157-186.
    Nos textos escritos por Foucault durante os anos 60, a problemática antropológica amparava-se, dentre outros fatores, no argumento segundo o qual a modernidade se constitui a partir de uma “finitude constituinte” a substituir um “infinito originário”. A questão do infinito teria, portanto, duas funções: a descrição da epistémê clássica e a própria comparação desta com a epistémê moderna. Entretanto, em As Palavras e as Coisas o capítulo que abre as considerações sobre o período clássico não considera, em suas linhas maiores, (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  35. Etat et culture au brésil.Marcio Souza - 2004 - Iris 27:263-273.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36.  17
    Wallace's First Evolutionary Theory.Marcio Rodrigues Horta - 2003 - Scientiae Studia 1 (4):519-530.
    Direct download  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  33
    Conflitos de convicções em bioética clínica (Conflict of convictions on Clinical Bioethics) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p607. [REVIEW]Márcio Fabri dos Anjos - 2013 - Horizonte 11 (30):607-626.
    O conflito de convicções traz consigo frequentes interrogações éticas em diferentes esferas das relações sociais. As convicções religiosas não são as únicas nesse sentido. Este ensaio usa um método interdisciplinar em vista de esclarecer alguns conceitos e critérios subjacentes ao tema, que podem ajudar no discernimento ético de tais conflitos. A Bioética Clínica é aqui uma particularização temática que ajuda uma concentração do discurso, ao mesmo tempo em que permite o aproveitamento desta reflexão para outras esferas. Ajuda também a perceber (...)
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  8
    Música Como Aia da Vontade: Ensaio Sobre a Leitura Wagneriana de Schopenhauer.Márcio Benchimol Barros - 2012 - Kriterion: Journal of Philosophy 53 (125):179-193.
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  39.  22
    Bernard de Mandeville's Tropology of Paradoxes: Morals, Politics, Economics, and Therapy.Edmundo Balsemão Pires & Joaquim Braga (eds.) - 2015 - Berlin/New York: Springer International Publishing.
    This book integrates studies on the thought of Bernard de Mandeville and other philosophers and historians of Modern Thought. The chapters reflect a rethinking of Mandeville’s legacy and, together, present a comprehensive approach to Mandeville’s work. The book is published on the occasion of the 300 years that have passed since the publication of the Fable of the Bees. Bernard de Mandeville disassembled the dichotomies of traditional moral thinking to show that the outcomes of the social action emerge as new, (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  7
    Documenta 11 de 2002 E New York 11-09-2001. A Obra de Arte Em Seu Novo Ponto Zero?Márcio Seligmann Silva - 2004 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 50 (2):317.
    O texto investiga a condição e o status da obra de arte, nos termos contemporâneos da complexidade de sua articulação com a história recente, especialmente no que concerne aos ataques terroristas a New York em 11/9/2001 e suas decorrências, à luz da exposição Documenta 11, de 2002.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  2
    Nietzsche, Debussy E o Sul da Música: Esboços de Uma Cartossonografia.Márcio José Silveira Lima - 2021 - Cadernos Nietzsche 42 (1):209-229.
    Resumo: o artigo apresenta de forma seminal a noção de cartossonografia, um modo de considerar a música por suas regiões sonoras. Para tanto, tenta estabelecer uma relação de proximidade entre Nietzsche e Debussy. Do filósofo, procura compreender a ideia de um Sul da música, enquanto do compositor se investiga as formas pelas quais ele estabeleceu um novo caminho para a música numa busca por sonoridades francesas. Além disso, ambos têm em comum um percurso que vai da adesão ao rompimento com (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42.  40
    Por Que Revisitar o Debate Entre Bergson E Einstein?1.Márcio Barreto - 2016 - Trans/Form/Ação 39 (1):77-92.
    RESUMO: Bergson e Einstein participaram de uma conferência no Collège de France, em Paris, no mês de abril de 1922. Muitos desencontros entre o físico e o filósofo, no que diz respeito à questão do tempo, são já superados, se considerarmos a existência de processos dinâmicos instáveis, mas ainda permanece atual a questão da interioridade do tempo à ciência e, portanto, a possibilidade de retomada da complementaridade entre a ciência e a metafísica, proposta por Bergson, como necessária para a compreensão (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43.  77
    Gustav Fechner e a Alma do Mundo.Marcio Miotto - 2020 - Revista Helius 3 (2):852-906.
    O presente trabalho pretende delinear a noção de Panpsiquismo no projeto filosófico de Gustav Theodor Fechner, especialmente a partir da análise do livro Über die Seelenfrage, de 1861. Para isso, o artigo repõe em linhas gerais a questão das relações entre seu projeto filosófico e a Psicofísica, uma vez que as interpretações clássicas sobre Fechner geralmente enxergam essas duas competências como separadas. Em segundo lugar, o artigo situa questões históricas sobre Fechner e a Psicologia (e sobre filosofia e ciência), bem (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  1
    O “Corpo” E a Crítica À Modernidade No Pensamento de Friedrich Nietzsche.Márcio José S. Lima - 2012 - Griot : Revista de Filosofia 5 (1):110-119.
    O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma abordagem daquilo que o filósofo alemão Friedrich Nietzsche entende por “Corpo”. A partir de uma crítica endereçada ao pensamento moderno, sobretudo pelas noções de sujeito e objeto formuladas por Descartes, Nietzsche elabora sua crítica levando em consideração o conceito do corpo, não como algo puramente sensível e fisiológico, mas, como um acontecimento originário da vida, uma afecção, um modo particular de percepção, capaz de perceber vida em seu próprio processo de constituição. A (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  1
    O Nietzsche de Habermas: Uma Breve Consideração Acerca Do Quarto Capítulo de “O Discurso Filosófico da Modernidade”.Márcio José S. Lima - 2013 - Griot : Revista de Filosofia 8 (2):226-238.
    O presente trabalho tem por finalidade analisar o pensamento de Friedrich Nietzsche como ponto de inflexão na entrada da pós-modernidade segundo a análise apresentada por Jürgen Habermas no quarto capítulo de sua obra “O discurso filosófico da modernidade”. De acordo com o texto, Habermas discute os aspectos estruturantes do pensamento moderno colocando a filosofia nietzschiana como uma espécie de ruptura entre o moderno e o pós-moderno, mostrando sua crítica à modernidade e suas relações com o romantismo alemão. Neste contexto, tentaremos (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46.  14
    Abstract: The Double Enigma of the World.Márcio Suzuki - 2003 - Chiasmi International 5:258-258.
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47.  8
    Machines de Travail: Constituent Power and the Order of Labor in Sieyes's Thought.Marcio Pereira - 2018 - Constellations 25 (4):669-679.
  48.  8
    Leitura Bioética de Variações Sociais da Vigil'ncia Em Condomínios.Marcio Fabri dos Anjos & Rogerio Jolins Martins - 2017 - Horizonte 15 (47):887.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. MUSIC AS A LADY OF WILL Essay on the Wagnerian Reading of Schopenhauer.Marcio Benchimol Barros - 2012 - Kriterion: Journal of Philosophy 53 (125):179-193.
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50. Tecnociência E Política: Einstein, Bergson E o Mundo Visto da Perspectiva de Um Raio de Luz.Márcio Barreto & Pedro Ferreira - 2009 - Cadernos de História E Filosofia da Ciência 19 (2).
    Desde o início da era moderna, tecnociência e política se tornaram cada vez mais indissociáveis, na mesma medida em que aumentou a nossa capacidade de manipular a matéria em um nível inacessível ao senso comum e, no limite, à própria imaginação humana. A experiência do tempo foi particularmente sensível a esse processo. Por um lado, foi dividida entre um tempo quantitativamente mensurável e um tempo qualitativo vivido . Por outro lado, este último foi crescentemente reduzido a um tempo psicológico e, (...)
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 384