Order:
Disambiguations
Tito Flores [3]Tito Alencar Flores [1]
  1.  65
    Epistemic Levels, the Problem of Easy Knowledge and Skepticism.Tito Flores - 2009 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 54 (2):109-129.
    O problema do conhecimento fácil tem sido definido na literatura epistemológica contemporânea com um problema que nasce de duas formas distintas. O propósito deste ensaio é mostrar que essas supostas maneiras diferentes de gerar o mesmo problema em verdade originam dois problemas distintos, que requerem respostas distintas. Um deles está relacionado à aquisição fácil (inaceitável) de conhecimento de primeira-ordem e o outro à aquisição fácil (inaceitável) de conhecimento de segunda-ordem. Além disso, é apresentada a maneira como o infinitismo, a teoria (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  2.  24
    Propositional Justification and Infinitism.Tito Flores - 2017 - Manuscrito 40 (4):141-158.
    ABSTRACT This essay presents the chief reasons for making a distinction between propositional and doxastic justification and, also, points out two things: no theory of propositional justification implies a theory of doxastic justification; infinitism is, essentially, a theory of propositional justification. Additionally, this paper tries to shed some light on the three conjointly sufficient conditions for a proper infinitist view of propositional justification.
    No categories
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  64
    The Problem of the Criterion, Knowing That One Knows and Infinitism.Tito Alencar Flores - 2005 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 50 (4):109-128.
    O problema do critério é um dos mais importantes da epistemologia. A resposta que se dá a ele definirá um aspecto fundamental das teorias do conhecimento. Neste ensaio, o problema do critério é apresentado e algumas das conseqüências geradas pela aceitação de exigências metaepistemicas são analisadas. Em especial, essas conseqüências são avaliadas em relação ao infinitismo – a teoria epistemológica segundo a qual as razões que sustentam nossas crenças devem ser infinitas em número e não-repetidas. Ao final, sustenta-se que cláusulas (...)
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark