Results for 'mística e poesia'

999 found
Order:
  1.  20
    A poesia da mística e a mística da poesia (Poetry of mysticism and the mystic of poetry) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n25p53. [REVIEW]Vinicius Mariano de Carvalho - 2012 - Horizonte 10 (25):53-74.
    Este texto apresenta algumas reflexões sobre os elementos poéticos presentes no discurso místico, ressaltando quais as características fundamentais destes textos, desde um ponto de vista da poesia. Ao fazer isso, o texto também pergunta quais seriam os elementos místicos da poesia. Se se pode falar de uma poética da mística, poder-se-ia também considerar uma mística da poética? Considerando-se que o discurso místico é resultado de uma experiência com o sagrado, haveria uma experiência transcendente também expressa na (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  21
    Religião E Literatura Na Poética Mística de Adélia Prado (Religion and Literature in the Mystic Poetry of Adelia Prado)-DOI: 10.5752/P. 2175-5841.2012 V10n25p120. [REVIEW]Josias Costa Júnior - 2012 - Horizonte 10 (25):120-135.
    Este artigo tem como objetivo refletir sobre a relação entre religião e literatura a partir poética mística de Adélia Prado. Apresentarei brevemente alguns métodos que exploraram e ainda exploram essa aproximação. Também mostrarei a estreita relação entre mística e poesia e como ela se apresenta na obra de Adélia Prado. Essa estreita relação permite-nos nomear a obra de Adélia Prado de poética mística e é a partir dessa noção que será feita uma leitura teológica na poética (...)
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3.  19
    Erotismo, mística e morte: a tríade adeliana (Eroticism, mysticism and death in Adélia Prado poetry) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n25p104. [REVIEW]Cleide Maria de Oliveira - 2012 - Horizonte 10 (25):104-119.
    Resumo O artigo pretende apresentar as principais linhas temáticas da poética de Adélia Prado, escritora que do primeiro ( Bagagem , 1976) ao último livro ( A duração do dia , 2010) tem surpreendido público e crítica com a articulação de temas que o senso comum considera divorciados, mais propriamente, uma religiosidade mística e uma erótica candente. Pensar o erótico e o místico em Adélia é pensar o humano circunscrito pelo horizonte da morte, sabendo-se que, mais do que uma (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  17
    Mística e angústia em Fernando Pessoa (Mystique and anguish in the work of Fernando Pessoa) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n25p93. [REVIEW]Alessandro Rodrigues Rocha - 2012 - Horizonte 10 (25):93-103.
    Os heterônimos do poeta português Fernando Pessoa constituem uma das mais fantásticas criações da poesia moderna. Através deles, fingindo-se um deles, o poeta apresenta-se múltiplo, como que habitado por várias pessoas, encerrando vários eus, num jogo literário em que entretanto não se identifica com nenhum deles. Sem desconsiderar a complexidade dessa criação literária, o artigo propõe-se a abordar alguns aspectos da obra do “Pessoa ele-mesmo”. Em certo sentido, Pessoa ele-mesmo é também um heterônimo. Poeta fingidor, nada nele é diretamente (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  8
    Keter Malkhut (Coroa Real) e a mística filosófica de Ibn Gabirol (Keter Malkhut (Kingly Crown) and the philosophical mysticism of Ibn Gabirol) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p728. [REVIEW]Cecilia Cintra Cavaleiro de Macedo - 2012 - Horizonte 10 (27):728-756.
    Ibn Gabirol foi um poeta e filósofo judeu espanhol que viveu no século XI. Sua filosofia racional, redigida em árabe, parece ser completamente desvinculada de sua poesia religiosa hebraica, considerada mística. Alguns estudiosos entendem que entre mística e filosofia existe um antagonismo insuperável. Redigido no período de formulação da Kabbalah , o poema Keter Malkhut , pela estreita relação que seu conteúdo mantém com alguns elementos filosóficos usados pelo autor, foi freqüentemente interpretado como mera alegoria estética para (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  41
    A natureza poética da espiritualidade não religiosa: Um olhar a partir de Jean Paul Sartre.Alex Villas Boas - 2014 - Horizonte 12 (35):777-804.
    This article proposes to examine some theories of non-religious spirituality in light of the growing phenomenon of those individuals who declared themselves as having "no religion" by Brazilian religious census conducted in 2010 by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). The intention here is to identify how the poetic question presents itself as the fundamental element of these proposals about spirituality for authors, since beauty is part of the spiritual quest, as in: Viktor Frankl and existential religiosity grounded (...)
    No categories
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  28
    Mística E psicologia viagem rumo ao centro místico da Alma em direção a deus.Célia Aparecida de Paula Miyoshi - 2013 - Revista de Teologia 7 (11):p - 21.
    O presente artigo tem por objetivo compreender e descrever a experiência mística da pessoa humana, em uma perspectiva individual mística e psicológica. O ponto de partida desta reflexão é a doutrina de Teresa de Jesus (1515-1582), espanhola, fundadora da Ordem do Carmelo Descalço, mística, santa e doutora da Igreja e a visão da psicologia analítica de Carl Gustav Jung (1875-1962), suíço, conferencista internacional, psicólogo, médico e psiquiatra. A finalidade, portanto, de toda pesquisa é mostrar como ambos descrevem (...)
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  34
    Mística E Profecia Na Espiritualidade Cristã. O Testemunho de Santa Teresa de Jesus (Mysticism and Prophecy in Christian Spirituality. The Testimony of Saint Teresa of Jesus) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p757. [REVIEW]Lúcia Pedrosa-Pádua - 2012 - Horizonte 10 (27):757-778.
    This paper deals with the interrelation between mystique and prophecy in the Christian spirituality. It intends to face dualisms, observed in the past and also in the current Christianity, between these terms. It presents Saint Teresa of Avila’s testimony as a way for overcoming the dichotomy between mystique and prophecy by means of a procedural integration. The foundation for the needed relation between the terms concerned is the existence of Jesus of Nazareth itself, which may be regarded as prophetic-mystic. It (...)
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  21
    Mística E Teologia: Do Desencontro Moderno À Busca de Um Reencontro Contempor'neo DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p854. [REVIEW]Ceci Maria Costa Baptista Mariani - 2012 - Horizonte 10 (27):854-878.
    A condição cultural contemporânea desafia a vivência religiosa. Vivemos um momento de nova demanda: busca-se hoje, uma relação com o dogma e uma vivência religiosa mais livres. Corre-se o risco, todavia, que esse desejo, que é de fato um dos grandes valores de nossa cultura, acabe se satisfazendo com propostas espirituais superficiais. A partir dessa preocupação, e entendendo que a mística, enquanto processo vivido pelo sujeito rumo ao encontro com o Mistério Santo, tem contribuições importantes para essa problemática, procuraremos (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  17
    Um obscuro encanto: Gnose, gnosticismo E poesia moderna, de cláudio Willer.Fábio Ferreira de Almeida - 2010 - Philósophos - Revista de Filosofia 15 (2):161-167.
    Review of the book Um obscuro encanto: gnose, gnosticismo e poesia moderna , writen by Cláudio Willer. São Paulo, Editora Civilização Brasileira, 2010.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11. Ciência inspirada E inspiração científica: Platão Pensa a poesia no íon.Tatiana Maria Gandelman de Freitas - 2011 - Principia: Revista do Departamento de Letras Clássicas e Orientais do Instituto de Letras 1 (22):89-94.
    O presente artigo pretende uma reflexão acerca da relação entre filosofia platônica e poesia no século V a.C.. Mesmo que Platão tenha como objetivo banir as manifestações poéticas da pólis utópica, cuja teoria descreve magistralmente na República, o filósofo ateniense sabe da força que este tipo de representação ainda possui na formação do homem grego. No diálogo Íon, objeto deste estudo, percebemos a tentativa estratégica de Platão de desqualificar a poesia em nome do conhecimento. Para o cidadão ateniense (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12.  12
    Mística, necessidade e lógica (Mystic, necessity and logic)-DOI: 10.5752/P. 2175-5841.2012 v10n28p1380.Camila Rodrigues Jourdan - 2012 - Horizonte 10 (28):1380-1394.
    O artigo clarifica em que medida a Lógica, no sentido mais comum e até ingênuo do termo, enquanto composta pelas leis necessárias do pensamento correto, pode ser entendida como Mística. Isto parece estranho, pois a Mística é normalmente entendida como uma vivência de superação das dualidades, onde o pensamento racional colapsa e encontra seu limite. Já a Lógica é entendida como paradigma de pensamento racional. Argumenta-se que as leis mais gerais da razão e do discurso se relacionam com (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  21
    A relação entre a estética de Hegel e a poesia de Goethe.Marco Aurélio Werle - 2001 - Discurso 32:161-192.
    Este artigo analisa a interpretação que Hegel, em seus Cursos de esférica, faz da poesia de Goethe. Pretende-se aqui demarcar um modo de abordagem da relação entre o filósofo e o poeta diante de outros estudos sobre o tema, os quais partem em geral de uma comparação direta entre ambos, a partir de diferenças ou semelhanças “teóricas". Entende-se que este tipo de operação obscurece a verdadeira dimensão de suas obras, marcadas por uma série de mediações e iluminações recíprocas, que (...)
    Direct download (8 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  6
    O Processo Educacional Na Mística Das Tendas E Caminhos (The Education Process in the Mystic of the Tents and Ways) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p684. [REVIEW]Luiz Síveres & Ana Luisa Teixeira de Menezes - 2012 - Horizonte 10 (27):684-703.
    A realidade do mundo contemporâneo está marcada, em grande parte, pela fragilidade das opções pessoais, pela velocidade das conexões tecnológicas e pela superficialidade das relações sociais. Nesse contexto encontra-se a educação, que, mediada por uma diversidade de processos pedagógicos, busca contribuir com a formação pessoal e a transformação social. No processo educacional, a mística, como uma energia qualificada, pode aprofundar as singularidades vividas e as sociabilidades vivenciadas, tendo como suporte de entendimento a metáfora das tendas e caminhos. As tendas (...)
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  9
    A metáfora da noite escura no itinerário espiritual de São João da Cruz (The metaphor of the dark night in spiritual journey of São João da Cruz) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p779. [REVIEW]Cleide Maria de Oliveira - 2012 - Horizonte 10 (27):779-803.
    A imagem da noite é uma constante em diversas tradições místicas, estando associada à necessidade, expressa pela mística apofática, de transcender às imagens, ao conhecimento e ao nome de Deus, bem como a um método ascético que conduziria a uma experiência que não sendo sensível ou inteligível, não é catalogável pelo nosso sistema de cognição. A noite será uma das imagens mais poderosas e de maior expressividade na poesia de São João da Cruz, representante da mística ibérica (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  6
    Mística e Política.Carlos Frederico Barboza de Souza - 2007 - Horizonte 6 (11):13-17.
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17. Veritas in fabula ou imaginação e poesia do mundo em Descartes.Paulo Alexandre E. Castro - 2013 - In Centro de Filosofia Universidade de Lisboa (ed.), Poética da Razão. Centro de Filosifia da Univ.Lisboa. pp. 503-516.
    The role of imagination in Descartes. The critic of Sartre to the concept of image in Descartes.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18.  6
    Mimese, pintura e poesia na Poética aristotélica.Christiani Margareth De Menezes E. Silva - 2014 - Doispontos 11 (1).
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19. Mito e poesia nelle Enneadi di Plotino.G. E. G. E. - 1961 - Giornale Critico Della Filosofia Italiana 15:409.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. Filosofia e letteratura: nota su alcune recenti esperienze italiane in Filosofia e poesia. Philosophie et poésie.E. Pintore - 1986 - Rivista di Estetica 26 (22):107-127.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21.  33
    A “Mística Do Logos” E o Fundamento da Filosofia da Linguagem de Nicolau de Cusa.José Teixeira Neto - 2015 - Trans/Form/Ação 38 (1):9-28.
    Partimos da afirmação de K.-O. Apel, repetida por João Maria André, de que "[...] é na ‘mística' do ‘logos' e na teologia negativa do Pseudo-Dionísio que, de modo determinante, Nicolau de Cusa irá beber os traços fundamentais da sua filosofia da linguagem". Com base no De filiatione Dei propomo-nos refletir sobre a relação fundamental e constitutiva entre o verbo mental humano e o Verbo ou Logos eterno. A importância desse texto, no âmbito do problema da linguagem em Nicolau de (...)
    Direct download (4 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22.  4
    Marguerite Porete, Um Corpo Que Se Fez Espelho de Deus - Estudo Sobre O Problema da Inacessibilidade Do Transcendente E Do Ideal de Inalterabilidade Na Obra Mística de Marguerite Porete: Le Miroir Des 'Mes Simples E Anéanties.Ceci Baptista Mariani - 2003 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 48 (3):427.
    Este estudo aprofunda o sentido da experiência relatada por Marguerite Porete, mistica medieval, condenada como herética e queimada em 1310, acusada de ultrapassar e transcender as Escrituras, errar nos artigos da fé e dossacramentos e dizer palavras contrárias e prejudiciais. No entanto, ela traz uma contribuição importante para o pensamento filosófico-teológico e literário, na medida em que levanta questões e articula respostas sobre o problema da inacessibilidade do transcendente. O aniquilamento é o seu tema, perigoso para um tempo em que (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23.  27
    “Chama Viva de Amor”: elementos de poética e mística em João da Cruz ("Living Flame of Love": elements of poetical and mysticism in John of the Cross) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n14p114. [REVIEW]Carlos Frederico Barboza de Souza - 2009 - Horizonte 7 (14):114-135.
    Resumo O presente artigo se encontra na interface entre literatura e religião e trata-se de um estudo da linguagem presente na obra de João da Cruz intitulada “Chama viva de amor”, utilizando-se, para tal, de alguns recursos da crítica literária. Esta obra teve a redação de seu poema realizada entre os anos de 1582-1584 e de seus comentários nos anos de 1585/86 (primeira redação) e 1591 (segunda redação). É um texto que, tanto em sua dimensão poética quanto em sua prosa, (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24.  13
    A negação conceitual de deus e seus desdobramentos a partir da mística especulativa do Pseudo-Dionísio Areopagita.Luiz Antônio de Araújo - 2015 - Horizonte 13 (40):2311-2312.
    Resumo de dissertação: ARAÚJO, Luiz Antônio de. A negação conceitual de deus e seus desdobramentos a partir da mística especulativa do Pseudo-Dionísio Areopagita.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  13
    Mística feminista: interfaces entre místicas religiosas e místicas seculares (Feminist mystic: interfaces between religious mystic and secular mystic) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p804. [REVIEW]Carolina Teles Lemos - 2012 - Horizonte 10 (27):804-830.
    Este artigo trata da presença da mística enquanto elemento presente e dinamizador do movimento feminista. Entende-se a mística como o mistério de preparar-se e jamais se encontrar com a totalidade daquilo que se aspira alcançar. Trata-se do mistério que move e impulsiona o sujeito para viver sua causa e construir sua utopia individual e / ou coletiva. Considera-se a mística feminista em duas dimensões: a religiosa e a secular. Entende-se que, no caso das mulheres, como a história (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26.  7
    O diálogo entre arte, filosofia, poesia e técnica na construção de uma “história do ser” no pensamento tardio de Martin Heidegger.Luciana Costa Dias - 2015 - Doispontos 12 (1).
    resumo: Pretende-se discutir a relação entre arte, filosofia, poesia e técnica na construção de uma “história do ser”, tal como esta progressivamente se constrói na obra de Martin Heidegger, sobretudo em seus escritos a partir de meados da década de 1930. abstract: The aim of this work is to discuss the relationship between art, philosophy, poetry and technique in the so-called “history of being”, as the latter is gradually built in the work of Martin Heidegger, particularly in his writings (...)
    No categories
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  16
    Religione e religiosità. Germanicità, ebraismo, mistica nell'opera predialogica di Martin Buber.Francesco Ferrari - 2014 - Mimesis.
    Solcando il mare aperto dell’Europa all’alba del Ventesimo secolo, il giovane Martin Buber (1878-1965) ha sopra di sé diverse costellazioni, offerte tanto dal filosofare di Nietzsche, Dilthey e Simmel, quanto dalla letteratura della Jung Wien, quanto ancora da un ebraismo personale e sotterraneo, oscillante tra sionismo culturale e chassidismo. L’antitesi tra religione e religiosità offre a lui – come a noi – il sestante con il quale orientarsi in una così ardua navigazione. Forte di ciò, Buber veleggia in direzione dei (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28. VERITÀ E POESIA: Dialettica dell'io nella musica di Schumann e Nietzsche.Chiara Bertoglio - 2008 - Divus Thomas 111 (2):161-200.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29.  28
    G. E. Manzoni: Foroiuliensis poeta: vita e poesia di Cornelio Gallo. Pp. vi + 108. Milan: Vita e Pensiero, Pubblicazioni dell’Università Cattolica, 1995. Paper, L. 27,000. ISBN: 88-343-0466-7. [REVIEW]Bruce Gibson - 2000 - The Classical Review 50 (2):600-600.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30.  28
    R. Degli’Innocenti Pierini: Tra filosofia e poesia. Studi su Seneca e dintorni. Pp. 266. Bologna: Patron Editore, 1999. Paper, L. 31,000. ISBN: 88-555-2491-7. [REVIEW]Roland Mayer - 2000 - The Classical Review 50 (2):673-673.
  31.  7
    Te Veniente Die, Te Decedente Canebat: Il Τόπος Del Mattino E Della Sera Tra Neoterismo E Poesia Augustea.Paola Gagliardi - 2019 - Philologus: Zeitschrift für Antike Literatur Und Ihre Rezeption 163 (1):129-144.
    The reference to the rising and setting of the sun to indicate the unceasing duration of an action becomes a τόπος in Latin poetry from an influential distich of Cinna onwards, which was reworked a number of times in Augustan poetry. As well as Vergil and Horace, who adapt the model to different genres and occasions, the treatment of it by the elegists is interesting, in whom the two terms that define East and West are set in relation to the (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  21
    Enjambement E Poesia Esametrica Orale: Una Verified. [REVIEW]G. P. Edwards - 1984 - The Classical Review 34 (1):125-126.
  33.  13
    Antonio Calvia and Maria Sofia Lannutti, Eds., Musica E Poesia Nel Trecento Italiano. Verso Una Nuova Edizione Critica Dell’ “Ars Nova”. Florence: SISMEL Edizioni Del Galluzzo for the Fondazione Ezio Franceschini, 2015. Paper. Pp. Xi, 360. €62. ISBN: 978-88-8450-651-1. Http://Www.Sismel.It/Tidetails.Asp?Hdntiid=1443. [REVIEW]Jason Stoessel - 2018 - Speculum 93 (1):184-185.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34.  27
    La medievistica tedesca tra Ottocento e Novecento, la mistica e il giovane Heidegger.Stefano Poggi - 2001 - Quaestio 1 (1):23-38.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35.  10
    Vértigo y éxtasis. La dialéctica entre mística e historia en el judaísmo medieval español.José Antonio Fernández López - 2017 - Anales Del Seminario de Historia de la Filosofía 34 (3):571-586.
    A marked Singularity can be find in the Judaism from its origin. People marked by the historic, however, Jewish history itself has forces that limit the continuity and remove substance to the mechanical succession of chronology. There is history, time and chronology, as also the emergence and irruption of alternative temporary conditions, paradoxical experiences of collective existence in time. The Iberian peninsula will be during the Middle Ages the area of this ceremony of the overflow of the human spirit.
    No categories
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36.  20
    Filosofia, Profecia E Poesia: Contra Nietzsche.Erickson Glenn - 1999 - Princípios: Revista de Filosofia 6 (7):3.
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  16
    Mística E Experiência Religiosa: Um Ponto de Vista Filosófico.Sérgio L. de C. Fernandes - forthcoming - Revista Portuguesa de Filosofia.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38. Mimesis, musica e poesia nella Repubblica di Platone.A. Brancacci - unknown
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  11
    Tradizione micenea e poesia dell' Iliade. [REVIEW]J. T. Hooker & L. A. Stella - 1981 - Journal of Hellenic Studies 101:149-149.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  18
    Port a Eburna Antonino Grillone: Il sogno nell' epica latina: tecnica e poesia. Pp. 173. Palermo: Ando, 1967. Cloth.J. C. Bramble - 1970 - The Classical Review 20 (02):203-204.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  41.  11
    Filosofia e poesia in Heidegger.Carlo Girardi - 1992 - Rivista di Storia Della Filosofia 47 (4):775.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  42. A poesia da mística ea mística da poesia.Vinicius Mariano de Carvalho - 2012 - Horizonte 10 (25):53-74.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  43. Filosofia e poesia.Flavio Cuniberto - 1998 - Filosofia Oggi 21 (81):29-32.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  7
    Coscienza e poesia.Luigi Bagolini - 1985 - Filosofia Oggi 8 (4):641-650.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  5
    Mística e secularidade: impossível afinidade?Maria Clara Lucchetti Bingemer - 2014 - Horizonte 12 (35).
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46. "critica e poesia" di Mario Fubini.Vittorio Stella - 1991 - Filosofia Oggi 14 (54):221-242.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47. Filosofia, Profecia e Poesia: Contra Nietzsche.Glenn W. Erickson - 1999 - Princípios 6 (7):59-74.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  3
    Uma partitura da tensão: dialogismo e poesia em Lavoura arcaica.Bruno Curcino Mota - 2013 - Bakhtiniana 8 (1):157-175.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. Ciência e Poesia em Diálogo: uma contribuição à Educação Ambiental.Antonio Almeida Silva & Marcos Antonio dos Santos Reigota - 2010 - Quaestio: Revista de Estudos Em Educação 12 (2).
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  50.  2
    Mística e evangelização.Marco Antônio de Morais Lima - 2007 - Horizonte 5 (10):188-196.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 999