Results for 'racismo'

85 found
Order:
  1.  15
    Quilombos, racismo ambiental e formação em saúde e saúde mental: diálogos emergentes.Regina Marques de Souza Oliveira - 2020 - Odeere 5 (10):129-156.
    O artigo apresenta as relações entre os Povos dos Quilombos, a formação em saúde e o racismo ambiental, visto como uma face da segregação sócio espacial que é também racial. A partir da noção sobre a importância dos Quilombos para a fundação das cidades brasileiras é preciso a superação do racismo na sociedade e nos modos de pensar e produzir ciência e formação em saúde e saúde mental que deve considerar necessariamente os ensinamentos e conhecimentos dos Povos Quilombolas.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  2.  28
    Racismo Filosófico: El Concepto de ‘Raza’ En Immanuel Kant.Patricio Lepe-Carrión - 2014 - Filosofia Unisinos 15 (1).
  3.  5
    Racismo en la educación peruana.Pedro Jacinto Pazos - 2016 - Scientia 17 (17).
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. Racismo Reverso E o Programa Trainee Magazine Luiza 2021.Marcelo Brandão Araujo - 2021 - Odeere 6 (2):438-457.
    A precariedade ou até mesmo a ausência de políticas públicas que concorram efetivamente a favor da diminuição da desigualdade racial dificulta que negros ocupem cargos considerados de maior destaque, prestígio na iniciativa privada e no serviço público. Além disso, apesar do senso comum de que não existe racismo no Brasil, quaisquer inciativas de inclusão racial são amplamente criticadas, principalmente no âmbito das redes sociais, por indivíduos contrários ao protagonismo negro no mundo do trabalho. Inclusive, nessa perspectiva, no ambiente interacional (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  10
    Branquitude, racismo e sexismo em docências realizadas por mulheres negras no ensino de história.Carla Beatriz Meinerz, Priscila de Souza Santos & Priscila Nunes Pereira - 2021 - Odeere 6 (1):109-137.
    Objetiva-se no texto analisar o ensino de história na formação inicial e continuada, através do estágio docente obrigatório em espaços escolares, tematizando o racismo institucional e o sexismo. O conceito de racismo institucional será interseccionado com o de sexismo, pois a análise destaca fenômenos observados com jovens estudantes negras, licenciandas do Curso de História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Sob a perspectiva da abordagem qualitativa, consideram-se as práticas pedagógicas, construídas em processos de ensino e pesquisa, (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  40
    Racismo Na Família E a Construção da Negritude: Embates E Limites Entre a Degradação E a Positivação Na Constituição Do Sujeito.Lia Vainer Schucman & Mônica Mendes Gonçalves - 2017 - Odeere 4:61.
    Este artigo pretende abordar os impactos que a vivência do racismo dentro do ambiente familiar tem na subjetividade dos indivíduos. Interpela, portanto, os modos como essa experiência interfere na formação da identidade do sujeito, na sua autoimagem e na construção da estima por si mesmo. Esses processos, múltiplos e complexos, serão observados a partir da análise do relato das histórias e experiências de vida de uma pessoa, Mariana. Embora trate de Mariana, através de sua voz, muitos outros falam. Muitas (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7. Racismo de estado e tanatopolítica: Sobre o paradoxo do nazismo em Michel Foucault e Giorgio Agamben.Francisco Bruno Pereira Diógenes - 2013 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 1 (2):155-193.
    Este artigo propõe-se a expor as reflexões de dois filósofos contemporâneos, quais sejam, Michel Foucault e Giorgio Agamben, de modo a promover um paralelo,ou mesmo uma analogia, entre duas noções que permeiam as obras dos respectivos autores. Estas noções consistem no que Foucault chamou de Racismo de Estado, e no que Agamben nomeou de Tanatopolítica. O contexto, e tambémo objeto, no qual se efetiva este intento é, em uma palavra, a política totalitária do Estado nazista.Ambos os autores compreendem os (...)
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  46
    Psicologia, Racismo E Saúde Mental: Formas de Intervenção No Trabalho Do Psicólogo.Emanuele Oliveira Ribeiro - 2017 - Odeere 4:166.
    Este relato apresenta formas de intervenção na atuação do psicólogo em situação de racismo. A experiência ocorre em uma instituição de ensino superior e discutimos sobre o racismo e saúde mental a partir do curso promovido pelo Nucleo de Estudos e Pesquisa em Psicanalise, Identidade, Negritude e Sociedade da Universidade Estadual do Recôncavo da Bahia. Inicialmente serão descritos as atribuições do profissional de psicologia na área educacional da assistência estudantil. Em seguida serão abordados dois estudos de casos com (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  8
    Racismo, individualismo, biopoder.Guilherme Castelo Branco - 2009 - Revista de Filosofia Aurora 21 (28):29.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10.  7
    Racismo, xenofobia, antisemitismo en el horizonte de los flujos migratorios. Enfoques teóricos y teoría crítica.José Antonio Zamora - 2012 - Arbor 188 (755):591-604.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11.  25
    Las escuelas de la inmigración en la ciudad de Santiago: Elementos para una educación contra el racismo.María Emilia Tijoux - 2013 - Polis: Revista Latinoamericana 35.
    Las escuelas públicas de los barrios segregados de Santiago se han ido vaciando de alumnos chilenos que los padres reubican en otras escuelas, pero gracias a la llegada de niñas y niños hijos de inmigrantes, consiguen seguir funcionando. Son escuelas situadas en el centro de la ciudad, en sectores que dan cuenta del abandono del Estado y de la agonía de calles adoquinadas y casonas señoriales ahora convertidas en alojamientos baratos para inmigrantes. En este escenario, los niños provenientes de la (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  12.  1
    Pentecostalismos, racismo e Direitos Humanos.David Mesquiati de Oliveira & Kenner Roger Cazotto Terra - forthcoming - Horizonte:98-98.
    Pentecostalism meant a break with Protestant anthropology hostage to the epistemology of Modernity. As Havey Cox explains, these American movements in the early years of the 20th century filled the ecstatic deficit left by evangelicals, pointing towards the affective system of knowledge of reality, an affective epistemology. If, on the one hand, the Pentecostal experience encouraged the shift from the margin to the center of corporeality, on the other, the violated and subjugated bodies became visible and empowered, because marginalized groups, (...)
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13.  9
    Desigualdad, injusticia ambiental y racismo: una lucha que transciende el color de la piel.Tania Pacheco - 2007 - Polis 16.
    Este artículo propone una mirada más incluyente en relación al concepto de Racismo Ambiental, combatido tanto por marxistas ortodoxos -que ven en él la negación de la lucha de clases- como por gran parte de los movimientos negros -que identifican en él una tentativa de minimizar el combate al racismo en sí. Partiendo de ejemplos ligados a la realidad brasileña, muestra que racismo y prejuicio transcienden el color de nuestras pieles y están incuestionablemente ligados a un modelo (...)
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  6
    Racismo, inmigración e interculturalidad.Alfonso García Martínez - 2004 - Daimon: Revista Internacional de Filosofía 31:89-114.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  6
    Gênese Do Racismo No Processo Migratório Brasileiro.Claudia de Faria Barbosa & Clodoaldo Silva Da Anunciação - 2020 - Odeere 5 (10):101-128.
    Situações históricas produzem marcas físicas e/ou emocionais significativas na vida das pessoas que vivem no Brasil, causando desequilíbrios em toda a sociedade, com problemas sérios de convivência, sobretudo no que tange ao racismo estrutural. Com base nisso, esse estudo parte da seguinte questão geradora: considerando o Brasil um país composto por migrantes de diversas raças/etnias, por que prevalece o racismo? Para tanto possui como objetivo geral analisar a gênese do racismo a partir dos processos migratórios, especificamente, discutir (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16.  4
    Uma Abordagem Do Racismo Brasileiro a Partir de Quijano.João Roberto Barros Ii & Layra Fabian Borba Rodrigues - 2019 - Odeere 4 (8):292.
    Neste trabalho buscaremos refletir sobre o racismo no Brasil a partir de uma perspectiva decolonial. Para tanto, utilizaremos a teorização de Quijano acerca do processo de construção do conceito de raça. Segundo o autor, o racismo surgiu como uma ferramenta de colonização, propiciando a expropriação de terras e a escravização dos corpos. Não obstante, a diferenciação e hierarquização de raças permaneceu mesmo após terminado o período colonial. Objetivando visualizar a progressão dessa prática no Brasil, dividimos essa investigação em (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  17.  4
    Biopolítica No Brasil: O Racismo de Estado Do Colônia.Guilherme de Freitas Leal - 2020 - Griot : Revista de Filosofia 20 (3):308-321.
    Este artigo teórico consiste na avaliação da investigação jornalística de Daniela Arbex acerca do funcionamento do Hospital Colônia em Barbacena, Minas Gerais, a partir da análise biopolítica do pensador Michel Foucault. O processo de internamento dessa instituição representa, a partir das pesquisas foucaultianas acerca do trato da loucura na Europa moderna, um sólido exemplo do funcionamento da biopolítica no Brasil, mais especificamente no que tange ao fundamento de seu “fazer viver e deixar morrer”. Comparamos o projeto de cuidado terapêutico próprio (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  18. Tecnologia E Estética Do Racismo: Ciência E Arte Na Política da Beleza.Maria Bernardete Ramos Flores - 2007 - Argos Editora Universitária.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  19. Odio y racismo en la institución imaginaria de la sociedad globalizada.Harold Valencia López - 2009 - Astrolabio 9:231-240.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  20. Las metáforas del racismo: apuntes sobre el positivismo boliviano.Roberto Herrera Zúñiga - 2009 - Revista de Filosofía de la Universidad de Costa Rica 47 (122):39-47.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  21. Emigración y neo-racismo: el otro como símbolo del mal.Gabriel Bello Reguera - 2000 - Laguna 7:257-270.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  22. ¿ Es El Antisemitismo Un Racismo?. A Proposito de B. Netanyahu, the Origins of the Inquisition in Fifteenth Century Spain, New York, Random House, 1995. [REVIEW]Brett Levinson - 2004 - Res Publica. Murcia 13 (1).
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  23. ¿ Es el antisemitismo un racismo?Brett Levinson - 2004 - Res Publica. Murcia 13 (14):9-28.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  24. Pensar el racismo y el antirracismo con Pierre-André Taguieff.Fred Poché - 2006 - Universitas Philosophica 47:177-194.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  25.  18
    Pueblos indígenas. Racismo, genocidio y represión.Liliana Tamagno - 2011 - Corpus: Archivos virtuales de la alteridad americana 1 (2).
    No categories
    Direct download (4 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  26. Pueblos indígenas. Racismo, genocidio y represión.Liliana Tamagno - 2011 - Corpus.
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  27.  9
    Más allá de la unidimensionalidad: Conceptualizando la relación entre el racismo Y el sexismo.Ina Kerner - 2009 - Signos Filosóficos 11 (21):187-205.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  28.  1
    Educação, artes e os saberes ancestrais no combate ao racismo.Ana Carla de Moraes da Silva & Beatriz Araújo da Silva - 2021 - Filosofia E Educação 13 (1):1938-1963.
    O texto traz uma discussão sobre Educação, Artes e Saberes Ancestrais como aportes importantes para o combate ao racismo. Utilizamos teorias estruturadas no Movimento Negro, de Mulheres Negras no viés Cultural, Político, Estético, Religioso e nos pilares dos Saberes Ancestrais africanos em diásporas. Partimos da reflexão das interações socioculturais e escolares mediante uma práxis dialógica entre Educação, Arte e Saberes Ancestrais, discorrendo sobre o corpo do negro como discurso no mundo e a afetividade como uma tecnologia humana no processo (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  29.  9
    Los múltiples usos de la diversidad cultural : la diversidad cultural ante el racismo, el desarrollo y la globalización en los documentos UNESCO.Honorio M. Velasco - 2014 - Endoxa 33:181.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  30.  27
    A Opacidade Do Iluminismo: O Racismo Na Filosofia Moderna.Érico Andrade - 2017 - Kriterion: Journal of Philosophy 58 (137):291-309.
    RESUMO O objetivo central do presente artigo é entender as razões filosóficas para o discurso racista no iluminismo. A minha hipótese é de que a filosofia colocou no mesmo patamar de certeza as verdades científicas sobre os objetos naturais e o conhecimento dos diferentes povos. Com isso, ela se autorizou a traçar um horizonte impessoal e objetivo para o qual todos os povos deveriam caminhar no intuito de garantirem a maioridade da razão. Quando determinou o modelo europeu como esse horizonte, (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  31.  9
    Filosofia E consciência negra: Desconstruindo O racismo.Antonio Carlos dos Santos Gonçalves - 2018 - Odeere 3 (6):375.
    O caderno Filosofia e Consciência Negra: desconstruindo o racismo que integra a Coleção Saberes e Práticas 1 da EdUFMT é resultado da experiência dos bolsistas do PIBID, Estudantes da Licenciatura em Filosofia da UFMT campus Cuiabá em atuação nas escolas estaduais sob a supervisão, coordenação e organização dos professores aqui autores que possuem formação em Filosofia e, se configura em um convite à reflexão e discussão sobre um dos principais problemas do mundo contemporâneo: o racismo. Palavras chave: Filosofia; (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  32.  7
    Hannah Arendt y Little Rock: un examen crítico a sus reflexiones sobre el racismo.Marcelo Espinosa Aguilar - 2021 - Anales Del Seminario de Historia de la Filosofía 38 (1):121-134.
    This paper inquires about a well-known article written by Hannah Arendt, named Reflections on Little Rock, published in Dissent Magazine in 1959. Its importance lies in the author’s opinion about the events that took place in Little Rock, United States, as a consequence of the underline racial issue. Therefore, the purpose of this work will be to critically examine the analysis carried out by the author, crystallized in her reflections. Observing this task, firstly, a general approach will be made to (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  33.  16
    Vázquez García, francisco: La invención Del racismo. Nacimiento de la biopolítica en españa, 1600-1940, madrid, akal, 2009. [REVIEW]Salvador Cayuela Sánchez - 2012 - Daimon: Revista Internacional de Filosofía 56:201-203.
    Se trata de una reseña sobre el libro de Francisco Vázquez García aquí señalado.
    No categories
    Direct download  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  34. Pensar sin barandillas o los tropiezos del juicio: Arendt y el racismo.Alejandro Sahuí Maldonado - 2009 - Revista Internacional de Filosofía Política 34:83-109.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  35. Las dificultades de la empatía y las raíces afectivas del racismo.Elizabeth Ormart & Juan Brunetti - 2011 - Ludus Vitalis 19 (35):145-152.
    No categories
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  36. La Razón Salvaje: La Lógica Del Dominio: Tecnociencia, Racismo y Racionalidad.Juanma Sánchez Arteaga - 2007 - Lengua de Trapo.
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  37.  11
    Constitución de los Estados modernos: gobernabilidad y racismo. El caso Argentina.Cristina Marta Ambrosini - 2012 - Astrolabio 13:27-36.
    En este trabajo, a partir de un repaso de la hipótesis Nietzsche en la concepción foucaulteana de la genealogía del poder y de la constitución de los Estados modernos, se trata de ver de cerca el �caso Argentina�, en alguno de los autores fundacionales, en especial la impronta de la recepción sociobiológica que permitió la configuración ideológica de las principales instituciones estatales en la llamada �generación del ´80�. El evolucionismo fue la herramienta científica, el discurso debajo del cual se encubrieron (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  38.  13
    MELO JR., Orison Marden Bandeira de. Literatura e racismo: uma análise intercultural. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2013. 111 p. [Coleção Étnico-racial]. [REVIEW]Rubens Pereira dos Santos - 2015 - Bakhtiniana 10 (1):209-216.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  39.  4
    A Realidade Do Ensino Médio Do Campo No Contexto da Educação Das Relações Étnico-Raciais.Luana Lima Bittencourt Silva & Mary Weinstein - 2019 - Odeere 4 (8):236.
    O racismo é um dos problemas sociais que mais interferem nas relações cotidianas do ser humano, principalmente, no que diz respeito à população negra. Esse problema implica em sérias consequências no convívio entre as pessoas, gerando a necessidade de que intervenções sejam realizadas em âmbitos sociais para consciência e respeito mútuo, reconhecendo e valorizando diferenças raciais. A Educação das Relações Étnico-Raciais, que tem como pilar a Lei 10.639/2003, é uma das bases para que a temática étnico-racial possa ser discutida (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  40.  5
    (Re)Existência “Margarida” - Mulher Negra Quilombola: Identidade, Religiosidade E o Poder de Cura Na Chapada da Diamantina - BA.Leonice De Jesus Silva & Raquel Souzas - 2019 - Odeere 4 (7):119.
    As mulheres dos quilombos sofrem preconceitos por seu gênero, sua cor e suas origens. Eles lutam todos os dias para quebrar os estereótipos que lhes são impostos desde os tempos da escravidão. A questão de gênero é um fenômeno complexo, e sempre que está ligada à história da escravidão negro-africana, a ideia de submissão e esquecimento emerge. A narrativa das mulheres negras dos quilombos compoem o conjunto de dados para esse artigo. A abordagem interseccional é um recurso teórico relevante para (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  41.  11
    Psicologia, psicanálise e relações étnicas no Brasil e na França.Regina Marques De Souza Oliveira - 2017 - Odeere 4:29.
    As relações entre Brasil e França quanto às dimensões de consideração sobre o racismo são semelhantes. No Brasil o mito da democracia racial impediu a percepção das injustiças e desigualdades pautadas na dimensão racializada. Na França o mesmo acontece com o mito da Republica – igualdade, liberdade e fraternidade. Porém estas insígnias são para os franceses não negros. A psicologia brasileira e a produção em saúde mental na França possuem suas diferenças. No Brasil o alheamento dos psicólogos na dimensão (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  42.  25
    Una narración fundacional para una antropología filosófica chilena: raza chilena de nicolás palacios.Miguel Alvarado & Héctor Fernández - 2011 - Cinta de Moebio 40:47-63.
    Este artículo propone que Palacios enuncia los elementos esenciales para un esbozo sistemático de una antropología filosófica, no exenta de las influencias de los pensadores de su época, principalmente racistas y evolucionistas, pero se separa de estos al intentar dar una visión panorámica del mesti..
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  43.  19
    Resenha do livro Imaginando os/as outros/as: raça, cor e o visual na Ibéria e América Latina, Brill, 2016, editado por Pamela A. Patton.Helmut Renders - 2016 - Horizonte 14 (42):670-679.
    Resenha do livro PATTON, Pamela A.. Envisioning Others: Race, Color, and the Visual in Iberia and Latin America [Tradução do título: Imaginado os/as outros/as: raça, cor e o visual na Ibéria e América Latina ] Leiden, Bel. / Boston, EUA: Brill, 2016. 382p com índice de 6p 63 imagens [Coletânea: The Medieval and Early Modern Iberian World, vol. 62]. ISBN 978-90-04-26917-0 ; ISBN 978-90-04-30215-0.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  44.  3
    Reverberações Das Cartas de Alforria Nas Discriminações Étnicas.Júlio César Dos Santos & Aline Souza Da Conceição - 2017 - Odeere 4:124.
    O objetivo do artigo é entender as narrativas nas cartas de alforria, como dinâmicas de produção de sentidos intergeracionais de pessoas em situações de discriminações étnicas. Questionamos os temas nas cartas de alforria que marcam narrativas de discriminação étnica nas ações e atividades atuais. O método de pesquisa foi uma busca documental nos cartórios da cidade por cartas de alforria e inventários de família com declarações de posse de uma pessoa sobre a outra, de 1872 a 1888. Um outro método (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  45.  8
    Negros, Morenos E Quilombolas: Resistência E Mobilização Étnico-Política Das Comunidades Quilombolas Do Arrojado (Portalegre/RN) E de Queimadas.José Glebson Vieira, Maria Santos & Maria José Da Silva Souza - 2020 - Odeere 5 (9):251.
    Este artigo analisa os processos de resistência negra em duas comunidades quilombolas, a do Arrojado em Portalegre/RN e a de Queimadas em Currais Novos/RN. A discussão aqui proposta pretende relacionar as ideias de África, exílio e sertão ao contexto da escravidão e do colonialismo e, por conseguinte, compreender os usos e apropriações de categorias identitárias, como quilombolas, dentro de processos políticos de afirmação étnica e do enfrentamento ao racismo. A intenção é discorrer os efeitos da luta pelo reconhecimento étnico (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  46.  8
    Notes for a characterization of fascism.Niklas Bornhauser & Daniel Lorca - 2019 - Ideas Y Valores 68 (169):61-81.
    RESUMEN En el contexto de una casi total discordancia de planteamientos y de una falta de definición unitaria o coherente, se busca precisar el término "fascismo". A partir de su papel económico-político, del lugar que el racismo y el nacionalismo ocupan en él, así como del carácter conservador y de clausura social que propone, se pretende lograr una caracterización de este fenómeno político. Sin pretensiones de elaborar una definición enciclopédica, se establecen unas coordenadas analíticas que permitan situar este problema (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  47.  16
    Notas para una caracterización del fascismo.Niklas Bornhauser & Daniel Lorca - 2019 - Ideas Y Valores 68 (169):61-81.
    En el contexto de una casi total discordancia de planteamientosy de una falta de definición unitaria o coherente, se busca precisar el término “fascismo”. A partir de su papel económico-político, del lugar que el racismo y el nacionalismo ocupan en él, así como del carácter conservador y de clausura social que propone, se pretende lograr una caracterización de este fenómeno político. Sin pretensiones de elaborar una defin- ición enciclopédica, se establecen unas coordenadas analíticas que permitan situar este problema en (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  48.  26
    The Limits of Amy Allen's Analysis of Gender Subordination in The Politics of Our Selves.Yara Frateschi - 2018 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 63 (1):341.
    Neste artigo, argumento que a abordagem de Amy Allen a respeito da questão de gênero em The Politics of Our Selves é precária e parcial na medida em que é focada em uma análise da sujeição que visa explicar “como indivíduos subordinados se tornam psiquicamente atados à sua própria subordinação”. Embora este seja um aspecto inegável da subordinação de gênero, não expressa a complexidade das suas causas materiais e simbólicas. A minha tese central é a de que Allen não oferece (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  49. Indagando a “História Única” No Ensino de Frações Por Meio Do Olho de Hórus, Um Deus Do Kemet.Getulio Rocha Silva & Luiz Marcio Santos Farias - 2021 - Odeere 6 (2):151-166.
    Este texto visa questionar as construções racistas que fundamentaram discursos sobre a irracionalidade de não europeus. Apontamos alguns posicionamentos de filósofos que corroboraram para a construção do racismo científico. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica. O objetivo foi, por meio de propostas decoloniais, mostrar que africanos inventaram o objeto matemático fração, bem como sua notação atual. Os mais antigos registros históricos sobre esse objeto são os antigos papiros keméticos, sendo o Papiro de Ahmes, o mais importante deles. Mostramos (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  50.  1
    Só Para Não Passar Em Branco: Uma Revisão Narativa Sobre a Branquitude.Vanessa Pita Sousa, Dóris Firmino Rabelo & Jeane Saskya Campos Tavares - 2021 - Odeere 6 (2):352-368.
    Este artigo objetiva realizar uma revisão narrativa sobre a temática da branquitude, de modo a verificar suas definições presentes na literatura, assim como as maneiras como ela se expressa no cotidiano. As produções foram organizadas em um quadro segundo autor e data, discutindo os diferentes aspectos da raça, na realidade brasileira, em diferentes regiões e também da realidade de outros países. Os dados obtidos indicam que a branquitude, em suas diversas representações, configura-se um agente central na manutenção do racismo. (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
1 — 50 / 85