8 found
Order:
  1.  33
    Two or Three Things About Antonio Candido.Ricardo Musse - 1995 - Trans/Form/Ação 18:43-50.
    The aim of this paper is to discuss the connection between two basic traces grounding the originality of Antonio Candido's literary criticism: firstly, its insertion into the mainstraim of "western marxism" and, secondly, into national tradition.Busca-se aqui investigar a conexão entre duas características definidoras da originalidade crítica de Antonio Candido: sua filiação à linhagem do "marxismo ocidental" e sua inserção numa tradição nacional.
    Direct download (6 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2.  16
    Herdeiros Do Idealismo Alemão.Ricardo Musse - 1994 - Trans/Form/Ação 17:31-37.
    This article evaluates the pertinence of Engel's lemma according to which Marxism is the "heir of German idealism" in Lukác's, Horkheimer's and Adorno's theories. While Lukács considers the Marxist method as springing from the Hegelian philosophy and Horkheimer explicitly assumes the Kantian legacy, Adorno does not intend to be himself the heir, but the critic of the German idealism.Acompanha-se, aqui, a pertinência do lema de Engels, que concebe o marxismo como "herdeiro do idealismo alemão" nas teorias de Lukács, Horkheimer e (...)
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark   1 citation  
  3.  27
    Theodor Adorno: filosofia de conteúdos e modelos críticos.Ricardo Musse - 2009 - Trans/Form/Ação 32 (2):135-145.
    Procura-se destacar aqui, a partir da relação de mútua dependência entre o concreto e o especulativo em Theodor Adorno, algumas características próprias de sua exposição filosófica. A recusa de definições, a busca de constelações, a construção de “modelos críticos” tornam-se mais inteligíveis quando examinadas à luz da relação entre os conceitos e o não-conceitual. Pretende-se assim esclarecer melhor a relação entre verdade e história no pensamento de Adorno.
    Direct download (6 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4.  11
    Diferenças entre as deduções nas duas edições da crítica da razão pura.Ricardo Musse - 1997 - Trans/Form/Ação 20 (1):45-55.
    Comparação entre as duas versões da dedução kantiana dos conceitos puros do entendimento, a da 1ª edição de 1781 e a de 1787. Focam-se aqui principalmente as discrepâncias referentes à dedução objetiva, isto é, aquela encarregada de demonstrar que as categorias são as condições de possibilidade dos objetos de experiência.
    Direct download (7 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5.  12
    Sistema e Método no Último Engels.Ricardo Musse - 1999 - Discurso 30:87-100.
    No bojo de uma exposição "positiva" do marxismo` a obra do último Engels, além de promover uma expansão das fronteiras dessa doutrina, promove uma outra articulação, distinta daquela pensada por Marx - entre método e sistema. Tomada como uma ordenação categorial independente a dialética toma-se a liga de um encadeamento enciclopédico que reduz o marxismo ao projeto de um conhecimento unificado do homem e da natureza.
    Direct download (8 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6.  9
    Lukács e o racionalismo moderno.Ricardo Musse - 1993 - Discurso 21:137-150.
    Examina-se o conceito lukacsiano de racionalismo moderno, tomando-o apenas enquanto procedimento filosófico. Ao associar filosofia moderna e saber matemático, Lukács não só se aproxima de teses defendidas por Heidegger e Bloch como também retoma de certo modo - em sua concepção de natureza e, por conseguinte, de ciência natural - a filosofia da natureza de Hegel.
    No categories
    Direct download (8 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  3
    Duas ou três coisas sobre Antonio Candido.Ricardo Musse - 1995 - Trans/Form/Ação 18:43-50.
    Direct download (3 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8.  4
    Elementos da crítica de Adorno a Kant.Ricardo Musse - 2007 - Dois Pontos 4 (1).
    resumo Procura-se, por meio da análise imanente da segunda parte do livro Dialética negativa, destacar os elementos centrais da posição de Adorno frente a Kant. Torna-se assim possível estabelecer a singularidade de Adorno perante as críticas empreendidas pelo idealismo alemão, por Nietzsche, pela psicanálise e pela própria tradição marxista na qual ele se insere. Sua proposta consiste em submeter a filosofia transcendental a uma segunda reflexão que desemboque no materialismo, constituindo um “duplo giro copernicano”. palavras-chave Adorno; Kant; idealismo; materialismo.
    Direct download (5 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark