Year:

  1. O "Feminismo" de Musônio Rufo.Juliana Ortegosa Aggio - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):179-204.
    O objetivo deste ensaio é analisar duas diatribes em que o filósofo estoico Musônio Rufo defende o ensino de filosofia para as mulheres de modo a verificar se tal defesa permitiria atribuir à sua obra certo “feminismo”. Por um lado, ver-se-á que há uma visão ousada para época que propõe a igualdade entre os homens e as mulheres com base em argumentos humanistas, por outro lado, é de se notar que, em termos gerais, há uma concessão irrestrita ao domínio masculino (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  2. O Feminismo Universalista de Martha Nussbaum.Maria de Lourdes Borges - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):205-216.
    Nesse artigo, eu pretendo a apresentar a defesa que a filósofa Martha Nussbaum faz do liberalismo político, compreendido como a tradição liberal iluminista que vai de Kant a Rawls. Muitas feministas têm objetado que a concepção liberal da natureza humana e de filosofia política não se pode constituir num fundamento adequado para uma teoria da libertação das mulheres. Nussbaum contesta esta visão, mostrando que o liberalismo oferece conceitos universais, que são valores essenciais para o movimento feminista e para a luta (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  3. Beauvoir E a Situação Das Mulheres: Entre Subjetividade E Facticidade.Thana Mara de Souza - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):217-237.
    Mostraremos, nesse artigo, que a noção de situação – compreendida como tensão entre subjetividade e facticidade – possibilita a Beauvoir sair do conceitualismo e sua essencialização do que é histórico, e ao mesmo tempo, sair do nominalismo, que recusa a noção mesma de gênero em prol de expressões abstratas e universais. Contra essas duas vertentes, a filósofa francesa aponta a necessidade de pensar a questão de gênero a partir das situações concretas de formação das crianças e jovens para encontrar, ali, (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  4. Nota Sobre a Natureza da Mulher Na Comunidade Familiar E Política Segundo Platão, Aristóteles E Hegel.Marina Dos Santos - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):159-177.
    Este artigo pretende mapear, comparativamente, o lugar destinado à mulher no interior dos sistemas políticos de Platão, Aristóteles e Hegel a partir de um breve esboço de suas concepções sobre a natureza humana e a natureza feminina. Pretender-se- á indicar em que medida há uma relação, ora de tensão, ora de complementaridade, no modo como elementos descritivos e prescritivos operam para circunscrever o espaço da mulher à esfera privada do lar, no caso das perspectivas aristotélica e hegeliana, e como a (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  5. Moral da Ambiguidade, Liberdade E Libertação: Filosofia E Feminismo Em Simone de Beauvoir.Izilda Johanson - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):239-257.
    O presente estudo reconhece e visa destacar o lugar de Simone de Beauvoir na história da filosofia do século XX. A partir da compreensão do problema da existência entendida como liberdade, tal como ele é posto pelo existencialismo desta autora, procuraremos abordar as relações entre pensamento e ação prática, entre filosofia e engajamento feminista, as quais se desdobram, por sua vez, no que entendemos ser a abertura de um sentido possível para a constituição de uma ética em Simone de Beauvoir.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  6. Dominaton and Power Relations in Brazilian Agriculture: A Gender Analysis of the Concept of Adequate Food.Tânia Aparecida Kuhnen & Daniela Rosendo - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):259-289.
    The main subject of this paper is the concept of adequate food defined by the Brazilian Law No 11.346/06, whose implications are discussed through a gender – especially ecofeminist – lens. The Law defines the right to food that is also considered a fundamental right in the Brazilian Constitution. At the same time, the Brazilian economy is centered on crops production in a large-scale farming system for exportation. Based on that, the following question is addressed: is the concept of adequate (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  7.  4
    Filosofia, gênero e feminismo: hangout em ocasião do Dia Mundial da Filosofia da UNESCO 2017.Fabio Alves Gomes Oliveira, Gabriele Cornelli, Maria Cecília de Miranda Nogueira Coelho, Gisele Dalva Secco, Nastassja Pugliese & Renato Matoso Brandão - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):319-344.
    No mês de Novembro de 2017, em ocasião do Dia Mundial da Filosofia da UNESCO, a Cátedra UNESCO Archai, do Programa de Pós-Graduação em Metafísica da Universidade de Brasilia, organizou um hangout Unesco sobre o tema Filosofia, gênero e feminismo, do qual participaram diversxs colegas brasileirxs, especialistas do tema, acima assinadxs. A gravação integral do hangout está disponível aqui: https://youtu.be/LH5LwTegGG4. Segue abaixo uma transcrição, revista e adaptada pelxs autorxs.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  8. Can the Congenital Zika Virus Syndrome Crisis Contribute to Challengign Contemporary Discourses Against Abortion Legalization in Brazil?Daniela Rosendo & Tamara Amoroso Gonçalves - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (2):291-318.
    In this paper we will explore the widespread of congenital Zika virus syndrome in Brazil associated with abyssal social inequalities as a trigger to push for abortion legalization, from a human rights perspective. Brazil has a very restrictive regulation on abortion, which allows the procedure only when the life of the mother is in danger, in cases of sexual violence and when the fetus suffers from anencephaly. Due to the growing influence of ultra-conservative forces in the Parliament the legislative debate (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  9.  7
    We Cannot Be Happy in Solitude: Hume on Pride, Love and the Desire of Others' Happiness.Marco Antonio Azevedo - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):67-80.
    Love and pride are passions related to ideas of entities capable of well-being. In the case of love, those entities are people we are related to, whose characters, qualities or traits we admire; pride, by its turn, is a passion related to the self. In spite of that, Hume is explicit in stating that love is naturally attended by a desire for the goodness and happiness of the beloved being; but it does not make sense to say that we desire (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  10. Proteção da Dignidade Humana de Migrantes E Refugiados: Uma Proposta de Intervenção.Gabriele Cornelli, Inayá Potyea & Savio Gonçalves dos Santos - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):125-146.
    As transformações provocadas pela globalização e seus efeitos acentuaram as diferenças entre os países centrais e periféricos. Tais diferenças são marcadas pela complexidade das relações econômicas, a instabilidade política em regiões específicas, a insegurança jurídica, a falta de políticas pautadas no respeito pela dignidade humana. Como resultado desse cenário, a possibilidade de uma vida digna e com qualidade acaba condicionada à migração; num movimento que coloca as pessoas em deslocamento em situação de dependência dos países receptores e, consequentemente, em estado (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  11. Resenha do livro Neuroethics of Biomarkers. [REVIEW]Darlei Dall'Agnol, Mônica Franco & Silvio Kavetski - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):147-157.
    Resenha do livro: BAUM, Matthew L. The Neuroethics of Biomarkers: What the Development of Bioprediction Means for Moral Responsibility, Justice, and the Nature of Mental Disorder. Oxford: Oxford University Press, 2016, 206p. ISBN: 9780190236267.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  12. O Fundacionalismo Filosófico Em Direitos Humanos.Rodolfo de Freitas Jacarandá - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):99-124.
    A ideia de direitos humanos se transformou, gradualmente, no século XX, no discurso normativo primordial das relações internacionais. Nascido a partir de exigências práticas muito bem definidas, o vasto conjunto legal de normas de direitos humanos foi construído, contudo, por acordos complexos que escondiam contradições teóricas fundamentais. Neste trabalho vou analisar os termos da discussão contemporânea sobre a possibilidade de fundamentar filosoficamente, ou não, os direitos humanos. O artigo recupera parte do histórico debate filosófico de formação da Declaração Universal dos (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  13. A Ética Do Aborto Além da Questão Do Direito.Rafael Rodrigues Pereira - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):41-66.
    O debate sobre o aborto tende a se concentrar no paradigma dos direitos, opondo, em geral, os direitos do feto aos da mãe. Este artigo pretende explorar questionamentos éticos que vão além deste paradigma. Nos concentraremos em três pontos principais: a atribuição de valor ao embrião no útero; a abordagem da Ética do Cuidado, centrada nas conexões significativas; e a abordagem da Ética das Virtudes.
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  14.  13
    No It Isn't: A Response To Law On Evil Pleasure.Richard Playford - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):1-12.
    In this paper, I engage with Law’s paper ‘Evil Pleasure Is Good For You!’ I argue that, although his criticism of hedonistic utilitarianism may hold some weight, his analysis of the goodness of pleasure is overly simplistic. I highlight some troubling results which would follow from his analysis and then outline a new account which then remedies these problems. Ultimately, I distinguish between Law’s ‘evil pleasures’ and, what I call, ‘virtuous pleasures’ and show how we can accept the goodness of (...)
    No categories
    Direct download (3 more)  
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  15.  1
    Diversidade Religiosa E Democracia: Da Filosofia da Religião À Filoaofia Política.Marciano Adilio Spica - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):13-40.
    No cenário marcadamente pluralista da atualidade, uma das questões que surge é o de como conciliar democracia e diversidade religiosa, ou seja, o de como definir qual o papel das diferentes religiões na constituição e manutenção de um Estado democrático e como o Estado democrático pode ou deve agir em relação a resolução de conflitos que podem advir da diversidade. Tentar dar uma contribuição a estas questões é o objetivo deste trabalho. Para fazer isso, pretendo, num primeiro momento mostrar três (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
  16. Kant E a Questão "Por Quê Ser Moral?".Konrad Christoph Utz - 2018 - Ethic@ - An International Journal for Moral Philosophy 17 (1):81-98.
    A questão “por quê ser moral”, que foi formulada expressamente no contexto do debate filosófico acadêmico por Francis Herbert Bradley, divide os leitores quando buscam sua resposta em Kant. Uns acham, como Gerold Prauss, que Kant negue a possibilidade de tal resposta e diga que a moral precisa ser aceita como um fato simplesmente dado, o “fato da razão”. Contudo, como tal imediatismo ou “decisionismo transcendental” parece insatisfatório, um outro grupo defende a assim chamada “interpretação do agente racional”, onde este (...)
    No categories
    Direct download (2 more)  
    Translate
     
     
    Export citation  
     
    Bookmark  
 Previous issues
  
Next issues